Edição 327Abril 2022
Terça, 17 De Maio De 2022
Editorias

Publicado na Edição 327 Abril 2022

Divulgação

Segue o jogo…

Futuro com boas perspectivas, seja para incorporar/construir, comprar e reformar, ou usufruir da renda e valorização constante

Segue o jogo…

Carlos Abdala

Recentemente, coloquei as dúvidas que pairam para todos aqueles que vivem ou observam o mercado imobiliário – na realidade, quase a totalidade da população de qualquer país capitalista, dada a importância e reflexos que esta atividade tem em toda a economia, afetando a vida também daqueles que não estão pensando em comprar ou vender imóveis. Olhando para trás (para entender o presente) vemos que após a grande quebra do mercado que durou de 2008 a 2011, sucedeu-se uma recuperação firme e constante, levando os valores de mercado em 2019 àqueles de 2006, o pico de valores até então.

Tal sequência, entretanto, encontrou um grande obstáculo que foi a surpresa da Covid-19, que gerou enorme susto e desequilibrou as economias em todo o mundo. Sabemos que após o furacão vem o céu mais bonito que podemos ver, e no mercado imobiliário não foi diferente. Vivemos uma época de mercado extremamente dinâmico, até excessivamente, ao ponto de vermos a inflação se espalhar pelo planeta.

A descontinuidade ocorrida nos meios de produção, nos transportes e tudo o mais que sabemos, trouxe a inflação gerada pela afronta à velha e soberana lei da Oferta-e-Procura, ante a redução da oferta pela escassez de materiais, disponibilidade de mão de obra e até empresas que sucumbiram à pressão financeira sofrida, ao mesmo tempo em que a demanda foi impulsionada pela migração interna. Como consequência estamos vendo os bancos centrais elevarem suas taxas de juros para “jogar água na fervura” e, por aqui, na Flórida, não é diferente.

A taxa de juros média praticada no mercado interno para financiamentos imobiliários convencionais, com amortização em prestações fixas por 30 anos, nos últimos três meses passou de 3.625% ($456/ $100,000) para 5.125% ($545/ $100,000) resultando em aumento da parcela mensal em 20%. Considerando ainda a alta de preços que no último ano chegou a 25%, em média, o resultado começou a aparecer com o mercado “esfriando” para uma atuação mais próxima da normalidade. As casas que vendiam, em média, em torno de 22 dias – e algumas até com diversas ofertas acima do preço pedido e em menos de uma semana após ser divulgada no sistema integrado (MLS) –, agora estão lá permanecendo um pouco mais, dando até tempo para visitá-las, compará-las e preparar uma oferta consistente.

A vantagem que se tem ao atuar neste mercado é que não faltam informações. Nós, que somos profissionais habilitados, sabemos acessar o Registro Público imediatamente (acredite, sem ter que pagar certidão), verificando TODAS as demais vendas ocorridas neste tal imóvel e todos os outros da cidade, temos relatório comparativo com base na localização, tamanho, padrão, idade dois imóveis, dando suporte aos nossos clientes para uma negociação bem informada e sólida.

O que estamos vendo nesses últimos dois meses é que está “dando a lógica”. As construtoras aceleraram os lançamentos utilizando seu “Land Bank”, foram ao mercado para mais terrenos, contrataram operários, já demonstrando um caminho de ampliação da oferta, para encarar a demanda reprimida e, no conjunto de medidas, estamos vendo os preços tenderem à estabilização. Aí vem a próxima pergunta que sempre tememos a resposta: Os preços vão cair? Não é o que parece, tampouco o que dizem os especialistas com base nas suas pesquisas. A perspectiva de prazo para normalização da oferta é de até três anos, de acordo com a recente matéria no Realtor.com (march 30th, 2022), que mostra haver atualmente um déficit no país de 3 milhões de residências!!! Para se ter uma ideia do que isso representa, se considerarmos o “Median Price” no país, chegaremos a uma cifra em torno de $1 trilhão (de dólares, of course).

Somemos a toda essa dinâmica o mercado de locações residenciais, que movimenta o mercado de investimentos imobiliários individuais e dos fundos de investimento. A alta de preço dos aluguéis no último ano chegou a 40%, que contraposta à alta no mercado compra-e-venda de 25%, trouxe ainda mais liquidez e lucratividade para aqueles que aqui investem.

No caso de investidores estrangeiros, a grande procura está nas casas para locação temporária através dos sistemas conhecidos como Airb-N-B, VRBO, HomeAway, entre tantos, e ainda as inúmeras e ativas administradores de casas de locação temporária que atuam na Grande Orlando. Estas casas que eu chamo de “Investimento Melhor dos Dois Mundos – Usar e Lucrar), são alimentadas pelos 75 milhões de visitantes anuais que aqui recebemos. (Sim, 75 MM!!!).

Não devemos esquecer que as casas de locação temporária tem dado retorno de até o dobro do mercado financeiro em geral, e até mais, dependendo da localização, qualidade de decoração e equipamentos, de modo que ofereçam não simplesmente uma hospedagem, mas uma experiência inesquecível neste turismo, que aqui se caracteriza por ser familiar, destinado ao lazer e deslumbramento, com tudo o que a Grande Orlando proporciona.

O resumo de toda essa movimentação pós-crise (2010) e pós-pandemia 2020, é que temos um futuro com boas perspectivas, seja para incorporar/construir, comprar e reformar, ou simplesmente usufruir da renda e valorização constante no médio e longo prazo.

SEGUE O JOGO!

Carlos Abdala é Real Estate Broker / Mortgage Broker (BK 3005081) / (NMLS 1701189) +1 407 308 8536 carlos@carlosabdala.com carlos@mortgagemoneylending.com

Publicado na Edição 326 Março 2022

Divulgação

E agora, José?

Na verdade, estamos sempre “de olho”, esperando uma virada para pior...

E agora, José?

Carlos Abdala

O mercado é mesmo dinâmico, muito dinâmico. Temos visto nesse período de quase pós-pandemia, uma atividade crescente no mercado imobiliário. As “novidades” causadas pela Covid-19 nos últimos dois anos chacoalharam as pessoas, que olharam para dentro, para a família e concluíram que podem ter um dia a dia mais agradável e feliz, passando a procurar outras formas e lugares para viver. Tudo isso ainda incrementado pelo lado benéfico do isolamento social, que foi a mostra de outras maneiras de se trabalhar e produzir, sem estar vinculado …

Leia mais

Publicado na Edição 324 Janeiro 2022

Divulgação

o jOGo DoS 7 ERrOS

Por que alguém no Brasil opta por comprar imóvel (eis) na Flórida?

o jOGo DoS 7 ERrOS

Carlos Abdala

Lembro-me que gostava muito do jogo dos 7 erros que vinha impresso no jornal. Dedicava-me a todos. Talvez isso tenha contribuído para me tornar uma pessoa observadora, analítica, detalhista. Muitas pessoas se perguntam a razão de alguém vivendo no Brasil decidir comprar um imóvel na Flórida – o que, acredite, é bem mais frequente do que se possa imaginar.

Tenho comigo que a maioria das pessoas não é simplesmente louca ao ponto de fazer algo tão significativo sem que lhe faça sentido. Aprendi ao longo desses …

Leia mais

Publicado na Edição 324 Janeiro 2022

Incentivar colaboradores a empreender

Ter modelos de trabalho consolidados e pouco flexíveis pode deixar uma instituição atrasada em relação à concorrência, exigindo inovação nas empresas. Um conceito chave nesse processo é o intraempreendedorismo, conforme explica o especialista em Inovação, Criatividade e Excelência Operacional Marco Santos, da Marco Santos Pro.

Trata-se de um método adotado por empresas quando um funcionário age como empreendedor. Esse processo pode envolver tanto a criação de um novo negócio ou mesmo um empreendimento dentro de uma organização já estabelecida. “Nem sempre é preciso (e nem possível) ter contribuições …

Leia mais

Publicado na Edição 323 Dezembro 2021

Divulgação

Posso financiar casa na Flórida?

Mercado não para; nunca ouvi dizer que “a caixa fechou – não tem financiamento”

Posso financiar casa na Flórida?

Carlos Abdala

Sim, claro que sim! Aqui na Flórida, EUA, vivemos o capitalismo pleno. Instituições financeiras, bancos, companhias hipotecárias estão sempre prontas e com dinheiro, muito dinheiro disponível para fomentar os negócios. Cumprem sua função no cenário capitalista mantendo seus lucros e disponibilizando recursos para quem lhes trouxer bons negócios. Esta é a grande diferença que encontramos quando imigramos para cá: dinheiro não é problema, é solução.

No caso dos financiamentos imobiliários os verdadeiros protagonistas no mercado são as companhias hipotecárias, sendo os “bancos” meros coadjuvantes. Quantas são? …

Leia mais

Publicado na Edição 323 Dezembro 2021

Investimentos da Noruega no Brasil

As empresas norueguesas têm aumentado de forma consistente seus investimentos no Brasil. Em 2020, o valor acumulado desses investimentos chegou a US$ 32,5 bilhões, sem contar a transferência de ativos, o que corresponde a cerca de 9% do PIB norueguês nesse ano. Somente no período 2019-2020, mesmo com a pandemia, os investimentos no país totalizaram US$ 7 bilhões, valor 67% superior ao investido em 2017-2018. Os dados constam do relatório Investimentos Noruegueses no Brasil, que é produzido a cada dois anos pelo Real Consulado Geral da Noruega no …

Leia mais

Publicado na Edição 322 Novembro 2021

Divulgação

Parceria entre corretores? Como assim?

Abdala: “Comissão pode ser o valor que as partes estipularem, de 0% a 100%”

Parceria entre corretores? Como assim?

Carlos Abdala

É muito comum vermos entre colegas de profissão, no caso refiro-me aos corretores de imóveis, a expressão “parceria”. Isto sempre me chamou a atenção, talvez por conta de estar há tanto tempo vivendo e trabalhando em outro ambiente cultural e legal e, por consequência, entender as nuances da vida de maneira diversa.

Aqui, na Flórida, dispomos de um ambiente profissional altamente saudável e propício ao desenvolvimento individual. Os ritos da profissão são descritos na lei estadual conhecida como Chapter 475 Florida Statutes. Ela regulamenta desde …

Leia mais

Publicado na Edição 321 Outubro 2021

Divulgação

Imóvel em nome de offshore?

Imposto a incidir sobre o imóvel a ser transferido pode chegar a 60% do seu valor

Imóvel em nome de offshore?

Carlos Abdala

Sim – imóvel em nome de offshore! –, se você quiser ter um na Flórida, EUA, e protegê-lo de eventual imposto sobre transmissão do bem em caso de falecimento do proprietário (Itcmd). Afinal, todos nós um dia morreremos, certo?

Quando adquirimos um imóvel, temos diversos objetivos, que passam pelo desfrutar, render e… deixar um patrimônio para aqueles que tanto amamos em vida. Aí entra a questão do imposto sobre a herança. Ora, ninguém gosta de pagar imposto. Mas só há um jeito de evitá-lo; e é …

Leia mais

Publicado na Edição 321 Outubro 2021

Divulgação

Opção sustentável à construção civil

Benefícios do tijolo ecológico

Opção sustentável à construção civil

A Alphaz Concept, incorporadora que desenvolve projetos sustentáveis com soluções ecológicas, adotou a utilização dos tijolos ecológicos, que reduzem em 90% o consumo de água, dispensam a queima de carvão e diminuem a utilização de argamassa no canteiro de obras. Alternativa ao processo de fabricação do tijolo tradicional de argila, que causa degradação ambiental, o tijolo ecológico, além de provocar impacto menor, tem produção mais barata e oferece redução de custos às obras.

“Esse tipo de tijolo é ecológico também por ser produzido a partir de restos de …

Leia mais

Publicado na Edição 320 Setembro 2021

Divulgação

O melhor está por vir

Orlando Downtown: região apresenta crescimento constante

O melhor está por vir

Carlos Abdala

Quando se fala em Flórida o que vem à mente é Miami e Orlando. Miami uma cidade ícone desde os anos 50 com seu charme latino, Verão de um ano, carros esportivos, mulheres bonitas e dinheiro, muito dinheiro. Orlando lembra os parques da Disney que aqui se desenvolveram nos anos 70 trazendo diversão, muita diversão.

Após esse meio século podemos dizer que o melhor está por vir. O que mais impressiona aqueles que optaram por aqui viver é o ritmo constante de crescimento, inovações, dinamismo e …

Leia mais

Publicado na Edição 320 Setembro 2021

SindusCon-SP lança universidade

Ao celebrar 87 anos de fundação em 8 de setembro, o SindusCon-SP anunciou a criação de sua universidade, com o intuito de aperfeiçoar os conhecimentos dos colaboradores das empresas do setor, associadas ou não à entidade, com cursos práticos e objetivos, em parcerias com entidades e professores especializados na área de construção e assuntos afins.

O objetivo é complementar a grade curricular dos cursos de engenharia, arquitetura e outros, com noções de boas práticas para tratar de todas as etapas construtivas, tais como contenções e fundações em obras …

Leia mais

Publicado na Edição 320 Setembro 2021

Transformação digital trará mais competitividade

O crescimento do PIB da construção civil no primeiro trimestre bateu 2,1%, superando o do PIB do Brasil, com 1,2%, o que projeta um cenário positivo e que trará mais competitividade, principalmente pelo “boom” da transformação digital. Assim, para ter destaque no mercado, a melhor estratégia é atentar para as soluções tecnológicas a fim de reforçar o monitoramento, a racionalização e cortes de custos.

Davi Filgueiras, head de Transformação Digital (TD) da Guiando, cita três recursos tecnológicos que ajudam a acelerar a transformação digital de empresas do ramo …

Leia mais

Publicado na Edição 319 Agosto 2021

Divulgação

Oportunidade de negócios em Orlando

Demanda na Flórida, EUA, revela aumento da base consumidora

Oportunidade de negócios em Orlando

Na Grande Orlando, bem como na região de Miami, o mercado está com alta liquidez e lembra o período de 2005, quando havia dificuldade para comprar imóveis devido a grande procura, como acontece agora. A avaliação é do corretor de imóveis Carlos Abdala, que iniciou carreira em 1985, no Brasil, e desde 1997 atua como real estate broker na Flórida, Estados Unidos. Natural de Santos, Abdala pondera, no entanto, que há causas bem diferentes e menos preocupantes: “Enquanto naquela época o mercado era artificialmente movimentado pela oferta de …

Leia mais

Publicado na Edição 319 Agosto 2021

Diversidade em ambientes corporativos

Refletir sobre como tornar menos tóxico e com mais diversidade o ambiente corporativo e nossas atitudes é a proposta de Elisa Tawil, fundadora do Mulheres do Imobiliário, que dará pistas do caminho a seguir em palestra no Secovi Talks, na quarta-feira 25, das 14 às 18 horas.

Elisa revela que a predominância masculina na liderança dos mais diversos setores vem gradativamente cedendo espaço para a presença e influência das mulheres. “Quanto antes entendermos esse processo, mais rapidamente acontecerá a revisão de posturas, valores e superação de padrões ultrapassados”, …

Leia mais

Publicado na Edição 319 Agosto 2021

Areia artificial na argamassa

A LafargeHolcim iniciou a implantação de infraestrutura para um novo módulo de operação destinado à produção de areia artificial na unidade de Cajamar, na região metropolitana de São Paulo, para atender demanda de empresas de fabricação de argamassa. Com investimento de R$ 17 milhões, o projeto vai gerar 100 empregos diretos na fase de implementação. A previsão é que o produto esteja disponível a partir de outubro, com produção anual de 240 mil toneladas e receita de R$ 20 milhões. A areia artificial, produzida a partir de brita, …

Leia mais

Publicado na Edição 301 Fevereiro 2020

Reprodução

Sonho concreto

Beschizza: “Opções de financiamento também se apresentam em formatações variadas, tendo como principal respaldo os juros baixos e oferta de crédito no mercado”

Sonho concreto

Ricardo Beschizza (*)

O sonho da casa própria é acalentado por milhões e milhões de brasileiros. O déficit habitacional que, infelizmente, só cresce, mostra o tamanho da missão que o setor da construção civil tem condições de abraçar, colaborando com a retomada do desenvolvimento, abrindo postos de trabalho e fazendo a economia girar.

Estamos vivendo um novo momento e aprendendo a conviver com uma taxa de juros baixa como há muitos anos não se via. Temos confiança que o desenvolvimento está sendo retomado de forma linear e não …

Leia mais

Publicado na Edição 301 Fevereiro 2020

Feicon Batimat credencia profissionais

O credenciamento on-line para a 26ª edição da Feicon Batimat pode ser feito até 30 de março para profissionais do varejo, engenheiros, construtores e arquitetos, garantindo acesso gratuito à feira, de 31 de março a 3 de abril, no São Paulo Expo, em São Paulo. Nesta versão serão 85 mil m² de área e mais de 700 expositores nacionais e internacionais. “Nestas três décadas de história a Feicon já se transformou em um grande marco no calendário da construção civil. Em uma feira com tantas atividades, muitas acontecendo …

Leia mais

Publicado na Edição 301 Fevereiro 2020

Acervo FAMS

Memórias de além-mar…

Silvestre Gomes: “Minhas raízes não se quebraram nunca, e são elas que alimentam minha obra”

Memórias de além-mar…

O escritor Silvestre Gomes gravou seu depoimento ao Programa Memória-História Oral em 29 de novembro de 2018, no Salão Camoniano do Centro Cultural Português de Santos. Na entrevista, Silvestre fala sobre suas lembranças vividas em Portugal e no Brasil, onde chegou nos anos 1960, e de como suas experiências inspiram a sua obra, que já conta com três romances editados.

Vindo de Vilarinho, Manhouce, Portugal, onde nasceu em 1950, Silvestre Gomes chegou ao Brasil em 1966, radicando-se em Santos. Com sensibilidade aguçada para a música, aprendeu a tocar …

Leia mais

Publicado na Edição 297 Outubro 2019

Unidos e despidos… Todos ganham!

Ricardo Beschizza e André Marques Canoilas

O título é uma mera provocação. O que queremos alertar e evidenciar – por conta do atual cenário social, econômico e político que vivemos – é a necessidade de a sociedade civil, de forma organizada e dedicada, se unir e, despida de quaisquer ideologias e vaidades, lutar pelo bem comum de nossa rua, bairro, cidade, região, estado ou país.

Infelizmente, por muitos e muitos anos, achamos que escolher nossos representantes bastava. Que era responsabilidade do poder político resolver todos os problemas, mazelas …

Leia mais

Publicado na Edição 277 Fevereiro 2018

Divulgação

Retomada imobiliária “surpreendente”

Petrucci: “Perspectiva de retorno do emprego na construção civil a partir do segundo semestre de 2018”

Retomada imobiliária “surpreendente”

O mercado imobiliário da cidade de São Paulo acompanhou o momento de retomada da macroeconomia e, depois de registrar os pontos mais baixos de seus indicadores no ano de 2016, apresentou resultados no ano passado.

“A reação do mercado imobiliário em 2017 foi surpreendente e superou as expectativas do início do ano”, afirmou Celso Petrucci, economista-chefe do Secovi-SP, o Sindicato da Habitação: “A retomada dos lançamentos e da comercialização de imóveis novos na cidade de São Paulo contribui para ampliar a perspectiva de retorno do emprego na construção …

Leia mais