Edição 269Junho 2017
Quinta, 29 De Junho De 2017
Editorias

Publicado na Edição 269 Junho 2017

Luiz Carlos Ferraz

O Caminho não está no Brasil!

Caminho Francês a Santiago de Compostela: Patrimônio da Humanidade da Unesco

O Caminho não está no Brasil!

Luiz Carlos Ferraz

É óbvio que o Caminho de Santiago não está no Brasil. Afinal, como se sabe, trata-se de uma rota de peregrinação cristã desenvolvida a partir do século IX, após o achado do sepulcro do Apóstolo de Jesus, Tiago Maior, na Galícia, Espanha. Hoje, alguns itinerários do Caminho na Europa estão reconhecidos como Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.

O Brasil não faz parte desse universo. Tiago Maior nunca esteve no Brasil e sua adoração não fomentou aqui, ao longo da história, qualquer rota de peregrinação às suas relíquias.

Assim, foi com surpresa e indignação que autoridades da Galícia reagiram a notícias divulgadas por veículos de comunicação daqui de que o Caminho de Santiago está no Brasil, numa trilha em Santa Catarina.

“Não estamos de acordo com isso”, afirma Rafael Sánchez Bargiela, diretor gerente da S.A. de Xéstion do Plan Xacobeo, a empresa responsável pela gestão do Caminho de Santiago na Galícia: “O Caminho de Santiago é um caminho histórico, portanto, um caminho que busca recuperar as rotas que os peregrinos fizeram na Idade Média. E na Idade Média não havia peregrinos jacobeos no Brasil”.

Ele recorda que esteve em Maceió, há alguns anos, num encontro de associações de amigos de peregrinos no Brasil, quando foi informado que no país há trilhas preparatórias para o Caminho de Santiago. “Tudo bem”, concorda Bargiela: “Mas sobre esta iniciativa que se promove em Santa Catarina estamos completamente em desacordo. Quem divulga isso não pode utilizar a denominação de Caminho de Santiago, pois um dos elementos que identifica o Caminho de Santiago é a identidade história”.

Não seria o caso de haver uma manifestação oficial do Plan Xacobeo e da Catedral de Compostela para alertar os desavisados?

“Tenho pendente uma reunião com a Catedral para falar deste tema”, sinalizou-me Bargiela, em junho: “Também tivemos uma consulta da Embaixada da Espanha em Brasil e dissemos o mesmo: que isto não se pode chamar de Caminho de Santiago e que não estamos de acordo com essa divulgação”.

A polêmica foi criada após o Cabildo da Catedral de Santiago de Compostela (*) divulgar comunicado em 22 de dezembro de 2016 referente à emissão do certificado de peregrinação, denominado Compostela, aos peregrinos do Caminho Inglês. Até então, a regra geral determinava que o documento só é emitido ao peregrino que caminhar os últimos 100 quilômetros até Santiago de Compostela. Ocorre que o Caminho Inglês tem dois pontos emblemáticos de início: Ferrol, que dista 120 quilômetros de Compostela, e A Coruña, a apenas 80 quilômetros. Com a nova regra, abriu-se a exceção para ser concedido o documento a quem inicia a peregrinação em A Coruña. Para isso, os 20 quilômetros restantes deverão ser feitos no país ou região de origem do peregrino – já que o morador de A Coruña está dispensado deste complemento.

  1. Segundo Leonardo Pérez López, Deão presidente da Catedral de Santiago de Compostela, frisa que a decisão é clara e só aplicável ao Caminho Inglês desde A Coruña.

Este é o comunicado assinado por D. Segundo, no original:

“Vista la petición de varias Asociaciones Extranjeras, Cofradías, la Asociación Gallega de Amigos del Camino de Santiago, así como el Concello de A Coruña y varias Instituciones jacobeas, para que se conceda la Compostela a los peregrinos que parten de la ciudad herculina en peregrinación al sepulcro del glorioso Apóstol Santiago, se acuerda, con el Vº Bº del Sr. Arzobispo, que se pueda expedir dicho documento a los siguientes peregrinos:

– Dada la tradición, históricamente documentada, de la llegada de numerosos peregrinos a través del puerto coruñés, se concede la posibilidad de obtener la Compostela a aquellos que, habiendo hecho parte del Camino en sus países o regiones de origen, hagan a pie la distancia que separa el puerto de A Coruña de la Catedral Compostelana.

– Asimismo, a los habitantes de la ciudad de A Coruña y sus alrededores que, devotionis causa, visiten los espacios jacobeos de su ciudad, y hagan el resto de la peregrinación a pie hasta el sepulcro del Apóstol Santiago.

– En lo referente a los peregrinos o caminantes que no reúnan estas condiciones, podrán recibir, sin embargo, el documento acreditativo de haber visitado la Catedral y el sepulcro del Apóstol Santiago”.

Embora não pareça justa a distinção entre o peregrino habitante de A Coruña e o estrangeiro (ou morador de outra região da Espanha), a questão é que os 20 quilômetros complementares exigidos do estrangeiro podem ser realizados em qualquer lugar e mediante algum tipo de comprovação – que o próprio comunicado não especifica –, o que está a exigir a mobilização das associações de amigos do Caminho de Santiago existentes em diferentes países do planeta. Daí a afirmar que se estará fazendo o Caminho de Santiago é descarado oportunismo.

(*) O Cabildo da Catedral de Santiago é um colegiado de sacerdotes que exercem, em comunhão com o Arcebispo e a Igreja, o ministério sacerdotal na Catedral e que tem como função singular a guarda das relíquias do apóstolo Santiago. Presidido pelo Deão D. Segundo Leonardo Pérez López, o Cabildo é formado por Juan Filgueiras Fernández, José Fernández Lago, Manuel Silva Vaamonde, Antonio Suárez Carneiro, Ramiro Calvo Otero, Víctor Benedicto Maroño Pena, Salvador Domato Búa, Luis Otero Outes, Daniel Carlos Lorenzo Santos e Elisardo Temperan Villaverde, e pelos eméritos Celestino Pérez de la Prieta, José María Díaz Fernández, Alejandro Barral Iglesias, Manuel Gesto García e Manuel Calvo Tojo.

Publicado na Edição 267 Abril 2017

Bruno Scarpa

Convite à contemplação

Em sua exposição Ferraz convidou os presentes a se inspirarem com "Juntos no Caminho de Santiago”

Convite à contemplação

Nelson Tucci

Em algumas culturas, como a sul-africana, a chuva significa que os deuses estão te recebendo e abrindo as portas do céu. Pois foi com chuva que inúmeros amigos foram recepcionados em Santos, no sábado, 22 de abril – dia em que a historiografia oficial comemora o Descobrimento do Brasil. O encontro foi com Luiz Carlos Ferraz, editor do Perspectiva, e que, além de jornalista, se revela escritor e especialista nas coisas de Santiago de Compostela. A todos, em analogia à data, Ferraz convidou que cada um …

Leia mais

Publicado na Edição 266 Março 2017

Sandra Netto

Descubra o seu Caminho!

Peregrinos em Compostela, junto a Catedral, onde repousam as relíquias do apóstolo Tiago Maior

Descubra o seu Caminho!

Nelson Tucci

Sabe aquele jornalista que conhece muito sobre o Caminho de Santiago? Pois é… as suas dúvidas ainda não terminaram. E ele resolveu partir para mais uma peregrinação rumo a outro emocionante encontro com Tiago Maior. Agora, com uma grande novidade: levou a esposa, também jornalista, Sandra Netto. O casal, afinal, descobriu seu propósito de vida? É o que vamos saber a partir do relato das muy bien ilustradas páginas de “Juntos no Caminho de Santiago, as pedras do Caminho Inglês”.

O livro será lançado no dia …

Leia mais

Publicado na Edição 264 Janeiro 2017

Arquivo Luiz Carlos Ferraz

Financiamento coletivo capta recursos para “Juntos no Caminho de Santiago”

Os peregrinos Sandra e Luiz no Caminho Inglês a Santiago de Compostela

Financiamento coletivo capta recursos para “Juntos no Caminho de Santiago”

Através do sistema conhecido como “crowdfunding”, o jornalista Luiz Carlos Ferraz iniciou o financiamento coletivo para captar recursos visando a impressão de seu próximo livro sobre o Caminho de Santiago. Trata-se de “Juntos no Caminho de Santiago, as pedras do Caminho Inglês”, que está com lançamento programado para sábado, 22 de abril, na Igreja Anglicana de Santos.

A contribuição pode ser feita por qualquer pessoa, que receberá em troca a respectiva recompensa. No caso de R$ 50, por exemplo, a pessoa receberá exemplar do livro autografado e terá …

Leia mais

Publicado na Edição 257 Junho 2016

Luiz Carlos Ferraz

Livro aborda os mistérios do Caminho

"A Última Peregrinação": obra será lançada em 23 de julho

Livro aborda os mistérios do Caminho

Nelson Tucci

Quantas vezes você se permitiu questionar sobre as suas certezas? Quantas vezes brigou com os seus demônios? Quantas vezes parou para refletir sobre as coincidências que permeiam a sua vida? Quantas vezes se perdoou? Quantas vezes tentou entender a morte? E… quantas vezes procurou sentir a vida em sua plenitude, captando os sinais mais sutis que lhe são enviados? Quantas? Tem certeza?

É neste profundo mergulhar em si mesmo, levando um papo reto com o seu eu, que o jornalista Luiz Carlos Ferraz constrói a sua …

Leia mais

Publicado na Edição 248 Setembro 2015

Reprodução

Qual teria sido o itinerário de Francisco?

“Passos do Amor”: resgate da célebre peregrinação de São Francisco

Qual teria sido o itinerário de Francisco?

Luiz Carlos Ferraz

Sandra e Luiz Carlos no Monte Subásio, Assis: celebrando 30 anos de união, perseguindo os passos do “poverello”

Surpreendendo a cada novo livro sobre os mistérios do Caminho de Santiago, na Espanha, em “Passos do Amor – A peregrinação de Francisco, de Assis a Santiago de Compostela” o jornalista Luiz Carlos Ferraz, editor do jornal Perspectiva, inova e, em vez de relatar mais uma de suas peregrinações pelos Caminhos de Santiago, ele revela a peregrinação de São Francisco, realizada há 800 anos, entre 1213 …

Leia mais

Publicado na Edição 247 Agosto 2015

Reprodução

Livro resgata a peregrinação de Francisco a Santiago de Compostela

“Passos do Amor”: a célebre peregrinação do poverello, de Assis a Santiago de Compostela

Livro resgata a peregrinação de Francisco a Santiago de Compostela

Para viabilizar a edição do livro “Passos do Amor – A peregrinação de Francisco, de Assis a Santiago de Compostela”, o jornalista Luiz Carlos Ferraz aderiu ao sistema conhecido como crowdfunding, ou financiamento coletivo. A obra é baseada na peregrinação feita por Francisco no século XIII, entre 1213 e 1215, quando o poverello caminhou cerca de 2.500 quilômetros, de Assis, na Itália, a Santiago de Compostela, na Espanha. A célebre peregrinação consta no Capítulo 4 do Fioretti de São Francisco, os famosos relatos medievais sobre as realizações de …

Leia mais

Publicado na Edição 246 Julho 2015

Luiz Carlos Ferraz

Impulso à peregrinação!

Muralhas romanas de Lugo: Patrimônio Mundial da Unesco

Impulso à peregrinação!

Luiz Carlos Ferraz

Na esteira do êxito pelas comemorações do 8º centenário da peregrinação de Francisco, de Assis a Santiago de Compostela, o Caminho de Santiago, na Espanha, foi contemplado em julho com um magnífico impulso internacional. Após uma expectativa de mais de 20 anos, finalmente o Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco, a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, reunido em Bonn, na Alemanha, estendeu o status de Patrimônio Mundial aos quatro Caminhos de Santiago que movimentam o Norte do país. Desde 1993, …

Leia mais

Publicado na Edição 242 Março 2015

Leandro Ayres

Pedras do Caminho. Todos os caminhos levam a…

Ferraz autografou livros sobre os Caminhos de Santiago

Pedras do Caminho. Todos os caminhos levam a…

Nelson Tucci

Foi assim no sábado, 14 de março. A Pinacoteca Benedicto Calixto, em Santos, recebeu uma honrosa legião de amigos, parentes, admiradores e pessoas até então desconhecidas do autor. Simples e carismático, Luiz, Ludovicum, Aloisium, ou simplesmente Cebola, o jornalista Luiz Carlos Ferraz recebeu a todos, fotografou, autografou e, enfim, arrasou. Era véspera do aniversário dele, mas ainda que a grande maioria não soubesse disso é como se estivessem todos lá, passeando pela Pinacoteca, ávidos por abraçar o grande homem que faz da simplicidade e honestidade …

Leia mais

Publicado na Edição 241 Fevereiro 2015

Luiz Carlos Ferraz

Revelações do Caminho de Santiago

Ferraz no Caminho Sanabrês a Santiago de Compostela

Revelações do Caminho de Santiago

Editor do jornal Perspectiva, o jornalista Luiz Carlos Ferraz lança sábado, 14 de março, a partir das 17 horas, na Pinacoteca Benedicto Calixto, em Santos, dois livros sobre o Caminho de Santiago: “Busca sem fim”, que encerra a trilogia Pedras do Caminho, e “Descobrindo novos Caminhos”, que inaugura série sobre outras rotas de peregrinação que levam a Santiago de Compostela, na Espanha.

O evento contempla exposição de fotos – a partir de 10 de março –, exibição de vídeos, apresentação de música celta e do folclore galego, …

Leia mais