Edição 275Dezembro 2017
Domingo, 17 De Dezembro De 2017
Editorias

Publicado na Edição 275 Dezembro 2017

Dicas para quem vai viajar com seu pet

Dicas para quem vai viajar com seu pet

Pet_Viagem

Nas viagens nacionais basta o atestado sanitário

 PARA quem vai sair de férias e quer levar seu animal de estimação é importante planejar o transporte, pois as regras variam para viagens nacionais e internacionais. No caso das internacionais, as normas também mudam de país para país.

Para as viagens nacionais, basta o atestado sanitário, emitido pelo veterinário do animal garantindo o bom estado de saúde e a carteira de vacinação antirrábica atualizada. As companhias aéreas fazem exigências específicas sobre o tamanho e material utilizado na caixa de transporte do animal.

Quando a viagem é para o exterior as exigências são maiores e determinadas pelas autoridades dos países de destino. Uma grande preocupação, destacada pelo auditor fiscal federal agropecuário Oscar Rosa, é que os animais podem ser responsáveis pela transmissão de doenças que afetam até mesmo os humanos e podem transportar, também, parasitas eventualmente presentes em determinado país e causar danos em outra realidade sanitária.

Os países que compõem o Mercosul admitem o trânsito de animais com o Passaporte para Cães e Gatos. O documento é expedido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), deve estar devidamente atualizado e legalizado pelo auditor fiscal federal agropecuário médico veterinário e precisa conter todos os dados do animal, bem como das vacinas aplicadas. É necessário que o animal tenha um microchip de identificação. O documento é válido apenas para cães e gatos.

Para os países que compõem a União Europeia o dono vai precisar implantar o microchip e, em seguida, vacinar o animal contra raiva. Trinta dias depois da vacinação, deve procurar um veterinário e solicitar um exame de sorologia a ser enviado para o único laboratório credenciado a fazer esse tipo de exame no Brasil, que fica em São Paulo. Passados 90 dias da coleta do sangue para a sorologia o dono deve procurar um dos postos do Vigiagro com o laudo da sorologia, atestado sanitário e carteira de vacinação atualizada, e solicitar a emissão do Certificado Veterinário Internacional (CVI).

Para países como Estados Unidos e Canadá basta levar o atestado sanitário sobre o bom estado de saúde do animal e os comprovantes de vacinação antirrábica até o posto da Vigilância Agropecuária Internacional para emissão do CVI.

Atenção especial no transporte

SE a viagem exige pegar a estrada, além da vistoria regular do automóvel, alguns cuidados são essenciais na hora de transportar o pet. O artigo 235 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) proíbe transportar animais em partes externas do veículo, salvo em casos devidamente autorizados. Já o artigo 252 não permite que os motoristas dirijam com animais à sua esquerda, entre os braços ou pernas. Para garantir que seu pet fique confortável e seguro, o ideal é usar o cinto de segurança adaptado para animais, uma cadeira própria para cães ou, ainda, uma caixa de transporte.

Publicado na Edição 274 Novembro 2017

Dicas na hora de dar remédio ao felino

Dicas na hora de dar remédio ao felino

Opção: pastas palatáveis nas patas

TODO gateiro sabe que administrar alguns medicamentos pode não ser uma tarefa fácil, pois felinos são muito espertos e têm olfato e paladar apuradíssimos. Dessa forma, tentar esconder o medicamento na comida nem sempre dá certo. “Os gatos possuem paladar mais exigente do que cães e são mais seletivos na hora de escolher a comida”, comenta o médico veterinário Celso Ribeiro Filetti, especializado em Medicina Felina. “Os gatos têm maior dificuldade em aceitar os remédios por via oral pelo grande número de papilas …

Leia mais

Publicado na Edição 273 Outubro 2017

Tumores de mama nas amiguinhas

Tumores de mama nas amiguinhas

OS TUMORES de mama são muito comuns em cadelas e gatas, chegando a 25% de todos os tumores, que podem ser benignos ou malignos. As estatísticas indicam que 50% dos tumores de mama nas cadelas são malignos e nas gatas este índice chega a 95%. Porém, os tumores benignos podem se transformar em malignos quando não tratados e até gerar metástases.

Metástase é a capacidade de certos tumores malignos formarem outros tumores, em outros locais, correndo pela corrente circulatória. Normalmente essas metástases tumorais afetam a rede linfática das …

Leia mais

Publicado na Edição 272 Setembro 2017

Ao viajar, escolha o melhor para o seu pet

Ao viajar, escolha o melhor para o seu pet

QUEM tem animal de estimação costuma enfrentar um sério dilema quando planeja alguma viagem e, para o destino escolhido, não é possível levar o pet. Uma alternativa é procurar um local que ofereça abrigo, alimentação correta e diversão para o seu amiguinho.

Ao fazer essa opção, o dono precisa tomar alguns cuidados, como vermifugar e vacinar o cão ou gato, assim como higienizá-lo. “É muito importante aplicar proteção contra carrapato, pulgas e outros parasitas, independentemente do local possuir área verde, pois o animal pode ser contaminado e contrair …

Leia mais

Publicado na Edição 271 Agosto 2017

“Saúde é uma só” na Semana do Médico-Veterinário

“Saúde é uma só” na Semana do Médico-Veterinário

Evento comemora o dia do profissional, em 9 de setembro

SANTOS é uma das cinco cidades no Estado de São Paulo que participarão da I Semana do Médico-Veterinário. O evento, promovido pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP), acontecerá de 11 a 15 de setembro e faz parte da celebração do Dia do Médico-Veterinário, em 9 de setembro, e da campanha “Saúde é uma só”, que visa mostrar à sociedade a importância do profissional para a saúde dos animais, do meio ambiente e …

Leia mais

Publicado na Edição 270 Julho 2017

Maus-tratos exigem punição exemplar

Maus-tratos exigem punição exemplar

Animais são protegidos por Lei Federal

A Lei Federal nº 9.605, de 12/02/1998, conhecida como “Lei de Crimes Ambientais”, em seu artigo 32 (*), assim como a Constituição Federal Brasileira, legitimam a denúncia de maus-tratos contra animais – tão abominável quanto maus-tratos contra a pessoa humana. Muitas vezes, porém, o autor acaba não recebendo a punição exemplar por falta de um laudo. Em algumas situações, sempre que é solicitado, o médico veterinário e professor Eduardo Ribeiro Filetti colabora com a Polícia Ambiental. Numa delas possibilitou o indiciamento de …

Leia mais

Publicado na Edição 269 Junho 2017

Pets farão passeata por melhorias

Pets farão passeata por melhorias

 Principal reclamação refere-se à falta de atendimento

 Protetores e simpatizantes de animais de Santos, acompanhados de seus respectivos pets, farão passeata pelas ruas da cidade para reivindicar melhorias na Codevida, a Coordenadoria de Defesa da Vida Animal, órgão da Secretaria Municipal do Meio Ambiente da Prefeitura de Santos. A principal reclamação refere-se à falta de atendimento, especialmente nos finais de semana e feriados prolongados, falta de espaço no canil municipal. Dr. Eduardo Filetti, que é médico veterinário e professor da Universidade Santa Cecília (Unisanta), pós-graduado em saúde …

Leia mais