Edição 313Fevereiro 2021
Domingo, 28 De Fevereiro De 2021
Editorias

Publicado na Edição 313 Fevereiro 2021

Divulgação

Pais biológicos de novo

FIV auxilia homens vasectomizados

Pais biológicos de novo

Além da reversão da cirurgia, que possibilita que os homens vasectomizados sejam pais novamente, uma opção eficaz e segura é a Fertilização In Vitro (FIV). Conforme explica o ginecologista Marcos Sampaio, diretor da Clínica Origen de Medicina Reprodutiva, para realizar a vasectomia, de acordo com a lei de planejamento familiar nº 9263/1996, o homem deve ter mais de 25 anos e, no mínimo, dois filhos vivos: “A cirurgia provoca uma azoospermia obstrutiva, condição caracterizada pela ausência de espermatozoides no sêmen ejaculado devido a um bloqueio que impede o encontro dos gametas com o líquido seminal. Ou seja, o homem continua ejaculando normalmente, porém, sem espermatozoides”.

A cirurgia é simples, sendo concluída em aproximadamente 20 minutos. “Após o paciente receber uma anestesia local, o médico faz um pequeno corte em cada ducto deferente e suturando-os em seguida”, ressalta Sampaio. Para fazer a reversão de vasectomia, o médico reconecta os ductos deferentes.

Com relação ao paciente, o tempo entre a vasectomia e a sua reversão é um fator decisivo, pois após cinco anos da cirurgia, a probabilidade de o homem engravidar a sua parceira começa a diminuir. Quando os critérios para a cirurgia de reversão de vasectomia não são atendidos, a fertilização in vitro é o procedimento mais indicado.

Para o especialista, não há dúvidas de que a FIV é a técnica de reprodução assistida mais indicada para os casais em diferentes casos, tendo em vista suas vantagens: “Além de ser a técnica de reprodução assistida que apresenta os percentuais mais altos de sucesso na gravidez, a FIV avançou consideravelmente nas últimas décadas e, hoje, permite o tratamento da infertilidade feminina provocada por diversas causas, como idade avançada, distúrbios de ovulação, endometriose ou mesmo infertilidade sem causa aparente”.

Publicado na Edição 313 Fevereiro 2021

Divulgação

Tecnologia na conquista do equilíbrio

Rodrigo: idealizador do Reconect me

Tecnologia na conquista do equilíbrio

Se um aplicativo que monitora gasto diário de calorias já faz diferença para incentivar o usuário a executar pelo menos um exercício físico por dia para atingir a meta, imagine um que promove o mesmo estímulo em mais 11 áreas da vida? Esta é a proposta do Reconect me, um anti-burnout para smartphone que provê desafios nos setores que a pessoa indica que precisa melhorar.

Segundo o idealizador Rodrigo Granja, todas as interações físicas, emocionais, perguntas e respostas contidas no aplicativo têm o objetivo de guiar e inspirar …

Leia mais

Publicado na Edição 313 Fevereiro 2021

Divulgação

O que é lipofracionada?

Em pequenas partes do corpo

O que é lipofracionada?

A lipoaspiração do tipo fracionada é uma atualização da lipo comum, capaz de eliminar 100% da gordura localizada presente em áreas como abdômen, cintura, costas, coxas e braços. Precursor da técnica no país, o cirurgião plástico Victor Cutait conta que a lipofracionada tem o princípio da lipoaspiração comum, que é aspirar a gordura, mas, realiza a eliminação segmentando o procedimento em diferentes sessões para cada parte do corpo.

“É feita a marcação da região do corpo que possui gordura localizada, aplica-se anestesia local e depois apenas aquela área …

Leia mais

Publicado na Edição 312 Janeiro 2021

Divulgação

Inimigas da visão

Telas na infância podem desencadear alterações na visão

Inimigas da visão

A pandemia impôs o confinamento das crianças em casa e levou ao uso compulsivo do celular, tablet e computador nas atividades educacionais ou recreativas. De acordo com o oftalmologista Leôncio Queiroz Neto, do Instituto Penido Burnier, nossos olhos se desenvolvem até os oito anos de idade e este estilo de vida pode comprometer o sistema visual: “Isso explica porque vários estudos indicam que o excesso de telas eletrônicas na infância pode desencadear alterações na visão. Uma delas é a miopia acomodativa, dificuldade temporária de enxergar à distância provocada …

Leia mais

Publicado na Edição 312 Janeiro 2021

Cresce procura por cuidadores

A Senior Concierge, que presta serviços para a terceira idade, aponta um aumento de 50% nas solicitações de cuidadores de idosos, em razão da pandemia – afinal, o grupo de pessoas com mais de 60 anos, considerado de risco, soma mais de 75% dos óbitos decorrentes da Covid-19; e a cada 10 vítimas da doença, mais de sete são idosos, segundo o Ministério da Saúde.

Considerando que ao ser internado o integrante desse grupo precisa de acompanhante, muitas famílias têm recorrido aos cuidadores profissionais para evitar o contágio. …

Leia mais

Publicado na Edição 311 Dezembro 2020

Divulgação

Sobre a bromidrose

Odor excessivo nas axilas pode ser sinal de algo mais grave

Sobre a bromidrose

Quantas vezes você se deparou com odores de pessoas nas ruas, nos ônibus, em festas, o famoso “desodorante vencido”. Ocorre que nem sempre ele está ligado ao descuido com a higiene e sim com um problema de saúde. O mesmo exemplo vale para aqueles que apresentam suor excessivo nos pés e ao tirarem os sapatos afastam quem está por perto com popular “chulé”, também ligado à produção de suor e que ao ter contato com fungos e bactérias produz um cheiro forte.

O suor que causa mau cheiro …

Leia mais

Publicado na Edição 311 Dezembro 2020

Pacientes com epilepsia refratária

Reeducar o funcionamento do cérebro

Pacientes com epilepsia refratária

Mais de 50 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem com a epilepsia, uma doença neurológica cujo impacto vai muito além da sua saúde física. Trata-se de uma condição caracterizada por alterações recorrentes da função cerebral, chamadas convulsões ou crises convulsivas, que podem durar alguns segundos ou até minutos.

Segundo o neurocirurgião da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, Sandro Natali, cerca de 30% a 40% dos pacientes não respondem aos medicamentos e tratamentos convencionais, comprometendo diversos aspectos da vida: “Nesses casos, chamados de epilepsia …

Leia mais

Publicado na Edição 310 Novembro 2020

Divulgação

Fonoterapia após internação

Uma semana de intubação pode gerar problemas na voz

Fonoterapia após internação

Na esteira das complicações pós-Covid-19 diversas especialidades médicas passaram a olhar para outros problemas gerados, entre os quais, os relacionados à voz, em decorrência do processo de intubação muitas vezes necessário ao tratamento. Segundo a fonoaudióloga Bruna Rainho Rocha, do Hospital Paulista, na capital, sete dias de intubação podem ser suficientes para gerar complicações relacionadas à laringe.

A rouquidão é sintoma mais frequentes após a intubação do paciente e costuma ser temporária. Mas, há situações graves, que podem gerar fraqueza na voz. “As pregas vocais ficam localizadas na …

Leia mais

Publicado na Edição 310 Novembro 2020

Divulgação

Polinose. Você sabe o que é?

Primavera e a incidência de doenças respiratórias

Polinose. Você sabe o que é?

Popularmente conhecida como alergia ao pólen, a polinose é uma rinite alérgica estimulada pelo pólen das flores, árvores e plantas herbáceas que, quando espalhadas pelo vento, causam rino-conjuntivite e asma. Seus sintomas são vermelhidão, inchaço e lacrimejamento dos olhos, além de espirros, coceira, obstrução e escorrimento nasal.

“Com a polinização das plantas e a florescência das árvores nesta época do ano, a quantidade de grãos de pólen transportados pelo ar aumenta, causando maior incomodo naqueles que já sofrem de alergias provocadas por outros agentes como ácaros, pelos de …

Leia mais

Publicado na Edição 309 Outubro 2020

Divulgação

Esquizofrenia. Pandemia pode dificultar tratamento

Isolamento social compromete diagnóstico precoce e adesão

Esquizofrenia. Pandemia pode dificultar tratamento

Estudo mostra que a pandemia do novo coronavírus tende a piorar o cenário da esquizofrenia. Além de dificultar o diagnóstico, potencializado pelo isolamento social, pode aumentar o risco de recaídas em pacientes com esquizofrenia, pois o estresse e restrições resultantes da quarentena podem acarretar a piora dos sintomas psiquiátricos que, quando não estabilizados, têm mais chances de resultar em novos surtos.

Dados de pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em 130 países, mostra que a pandemia interrompeu os serviços essenciais de saúde mental em 93% dos …

Leia mais

Publicado na Edição 309 Outubro 2020

Divulgação

Mais queixas de dores na coluna

Piora com isolamento social e trabalho em home office

Mais queixas de dores na coluna

O corpo sente as consequências da nova rotina imposta pela pandemia. Uma pesquisa da Fiocruz revelou que 50% das pessoas que tinham dor crônica na coluna pioraram durante o isolamento social e o trabalho em home office. Neste contexto, combinam a falta de atividade física, o uso excessivo do computador e as mudanças nas tarefas domésticas.

Entre os problemas elencados está a dor no nervo ciático. Segundo o médico ortopedista Rafael Barreto, o ciático é o nervo mais longo do corpo humano e responsável pelos movimentos dos músculos …

Leia mais

Publicado na Edição 309 Outubro 2020

Apneia Obstrutiva do Sono

O Hospital Paulista alerta para a Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS), que pode afetar pequenos de todas as idades, sendo mais prevalente entre 3 e 5 anos. As crianças que apresentam essa condição têm paradas respiratórias durante o sono, prejudicando a ventilação pulmonar e a oxigenação.

De acordo com Renata Christofe Garrafa, otorrinolaringologista do Hospital Paulista, é muito importante que os pais fiquem atentos aos principais sinais emitidos pelas crianças durante o sono, para que possam consultar um médico e indicar os problemas. “O principal sintoma …

Leia mais

Publicado na Edição 308 Setembro 2020

Divulgação

Doença negligenciada

Maior frequência da doença de Chagas é na Bacia Amazônica, em áreas com alta produção e consumo de açaí

Doença negligenciada

Os 2.470 casos de doença de Chagas relatados desde 1965 ocorreram na América Latina e foram causados principalmente pela ingestão de açaí contaminado. A taxa de letalidade foi de aproximadamente 1%. O estudo, denominado “Letalidade por doença de Chagas aguda transmitida por via oral: uma revisão sistemática e metanálise”, foi publicado em agosto na revista Clinical Infectious Diseases (CID – Doenças Infecciosas Clínicas), da Associação Americana de Doenças Infecciosas.

Segundo um dos autores do estudo, o cardiologista Miguel Morita Fernandes Silva, os resultados oferecem informações para políticas públicas …

Leia mais

Publicado na Edição 308 Setembro 2020

Alerta para a proliferação da catapora

A Primavera esconde um vilão: a proliferação de vírus e bactérias que causam diferentes doenças, como roséola, eritema infeccioso, escarlatina e a temida catapora. Estudos mostram que no Brasil, entre os meses de setembro e outubro, há um aumento nos casos de varicela, ou catapora, como é conhecida. A varicela é causada pelo vírus Varicela-Zoster. No Brasil apenas 10% da população com mais de 25 anos de idade não teve a doença.

A varicela costuma apresentar um curso benigno, mas em adultos tem um maior potencial de letalidade, …

Leia mais

Publicado na Edição 308 Setembro 2020

Atendimento reduz no HSPE

Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo (HSPE) constatou redução de 82% neste Inverno na procura por atendimento para tratar moléstias infecciosas, como gripe, resfriado, bronquiolite, conjuntivite viral, entre outras enteroviroses, em comparação ao mesmo período de 2019. Um dos motivos, segundo a gerente clínica e infectologista do HSPE, Andrea Almeida, foi a redução de circulação nos espaços públicos e a adoção de medidas de prevenção à Covid-19, como uso de máscaras, higienização das mãos e isolamento social. A queda nos atendimentos no PS Infantil também é …

Leia mais

Publicado na Edição 307 Agosto 2020

Divulgação

Perda de sensibilidade

Neuropatia periférica: diabetes e a deficiência de vitamina B

Perda de sensibilidade

Apesar do nome estranho, a neuropatia periférica é uma doença bem comum e estima-se que de 2 a 8% dos adultos tenham o distúrbio. É caracterizada pela perda da sensibilidade nas extremidades do corpo, causada pelo comprometimento dos nervos periféricos responsáveis por levar informações até o sistema nervoso central. Quase sempre, a neuropatia periférica está associada a outra doença. Entre as causas mais comuns estão a diabetes e a deficiência de vitamina B. “Estudos sugerem que a neuropatia identificada no momento do diagnóstico da diabetes gira em torno …

Leia mais

Publicado na Edição 307 Agosto 2020

Divulgação

Pimenta é grande aliada da pele

Ação antioxidante impede a criação de radicais livres

Pimenta é grande aliada da pele

A pimenta, um dos condimentos mais consumidos no mundo, é uma grande aliada da pele. A vermelha, rica em antioxidantes, principalmente os carotenoides, pigmento precursor da vitamina A, tem ação antioxidante que impede a criação de radicais livres, protegendo a pele do envelhecimento cutâneo precoce.

Para aqueles que não consomem a pimenta in natura, a boa notícia é que estudo feito pela Universidade Federal da Paraíba sobre a avaliação do potencial antioxidante da pimenta, realizado com o molho da pimenta vermelha, aponta a presença desses carotenoides, mostrando que …

Leia mais

Publicado na Edição 307 Agosto 2020

Pandemia agrava saúde ocular

A pandemia piorou ainda mais a saúde ocular do brasileiro, afirma o oftalmologista Leôncio Queiroz Neto, do Instituto Penido Burnier, de Campinas. Ele argumenta que a quarentena e o medo da Covid-19 fizeram muitas pessoas falharem na periodicidade das consultas oftalmológicas. Resultado: na retomada das atividades do hospital, uma das queixas mais frequentes tem sido a dor de cabeça decorrente de lentes de contato e óculos com grau desatualizado. Outra causa da dor de cabeça é o aumento de horas em frente ao computador, o que resulta em …

Leia mais

Publicado na Edição 306 Julho 2020

Divulgação

Um pouco de natureza no lar

Horta medicinal: tratamento integrativo para aumentar a imunidade e tratar doenças

Um pouco de natureza no lar

Muitas pessoas passaram a cuidar melhor das plantas e a se interessar mais em ter um pouco de natureza no lar a partir da permanência em casa em razão do distanciamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus. Ter uma horta em casa é prazeroso e pode até ser terapêutico, pois as plantas fazem com que o ambiente adquira uma beleza natural, tornando-o mais leve e aconchegante. Além de contribuir com a decoração, o jardim pode conter plantas que são benéficas para a saúde física e psicológica, o …

Leia mais

Publicado na Edição 306 Julho 2020

Divulgação

Transcender o mecanismo cerebral

Meditação não deve ser vista como algo simplista

Transcender o mecanismo cerebral

Durante a pandemia, face à tendência de alterações de estados mentais, crescem as orientações para o autocontrole emocional, entre elas a meditação. Fernando Gabas, criador do protocolo de meditação e expansão da consciência Life Matters, alerta para o perigo de banalizar a meditação. “Hoje em dia, se ouve muito ‘vai meditar’, como se fosse a solução para tudo, um antídoto que você toma para desestressar e, em 20 minutos, tudo estará bem. Mas não podemos tratar a meditação como algo simplista”, ressalta.

Para o especialista, tanto a meditação …

Leia mais