Edição 317Junho 2020
Segunda, 21 De Junho De 2021
Editorias

Publicado na Edição 317 Junho 2020

Alternativa consistente

Nelson Tucci

Presidente vem e vai. E é muito bom que seja assim, no que se convencionou chamar de rodízio democrático. É muito ruim, em qualquer país, quando a pessoa vem e não quer ir mais embora. Pois bem, partidos políticos brasileiros já começam a se movimentar em torno das eleições de 22 – “dois patinhos na lagoa”, mas em águas não necessariamente cálidas e plácidas. É visível a intolerância de quem está no poder e de quem já o ocupou e prepara novo arsenal para voltar. O país, solapado por mensalões, petrolões e uma brutal epidemia que já nos tirou meio milhão de irmãos do convívio terreno, não precisa de mais escândalos de desvios de dinheiro. Tampouco de desemprego, fome e miséria. Pedir para o cidadão classe média comer menos e atirar os restos aos famélicos não pode ser uma política de governo. Não sei que religião o ministro dono do cofre professa, mas certamente precisaria se aconselhar com um sacerdote (seja este de que inclinação for). Se pegarmos os últimos 10 anos (deixando os outros 511 de lado) veremos tantos descalabros que se torna irresistível puxar o assunto da terceira via. Dias atrás, dirigentes de cinco agremiações partidárias (e observadores de outras duas) se reuniram em Brasília para discutir uma posição consensual: criar uma candidatura que não seja a do atual nem do ex-presidente. Ou seja, a campanha já está na rua. Mais que boquirrotos e falsos messias, precisamos de programas de governo consistentes. Todo o resto é composição.

Publicado na Edição 316 Maio 2021

Casa da Mãe Joana

Luiz Carlos Ferraz

Relaxe, você está na Casa da Mãe Joana. Aqui a vacina está proibida, não é obrigatório o uso de máscara e a aglomeração faz parte do pacote. Aliás, no mês dos namorados, o deboche com a vida está liberado aos casais, com tratamentos que incluem cloroquina, hidroxicloroquina e ivermectina à vontade (a aplicação retal do ozônio é opcional) e carreata na festa de despedida… Não, a gestão da Casa da Mãe Joana não merece arrancar sequer um sorriso. Na real, ela não tem a mínima …

Leia mais

Publicado na Edição 315 Abril 2021

O palhaço, o que é?

Luiz Carlos Ferraz

De todas as crises talvez a mais perigosa seja a de confiança, a confiança nas coisas relacionadas ao ser humano. Aparentemente sutil, é lícito afirmar que não havendo confiança, tudo, absolutamente tudo, pode acontecer. E na maioria dos casos, acontece. A história é farta em exemplos nos quais o golpe na confiança é fatal, de Judas ao vereador Jairinho, de Dalila ao policial Derek Chauvin. Cada um a sua maneira, no seu tempo e espaço, nos legou a tragédia da morte, esta passagem que nos …

Leia mais

Publicado na Edição 314 Março 2021

Pandemia de todo dia

Luiz Carlos Ferraz

Passado um ano e trololó da nova peste que assola o país e o mundo, o cidadão brasileiro não só continua se recusando a respeitar as exigências sanitárias (como evitar aglomeração de pessoas e usar máscara) – o que acelera os índices de contaminação e mortes –, como também se aproveita da situação para aplicar a máxima gerseniana e levar alguma vantagem. Quando a referência é feita a brasileiro, deve-se colocar no mesmo saco o elemento nacional pessoa física, assim como a pessoa jurídica ou …

Leia mais

Publicado na Edição 313 Fevereiro 2021

Sem graça

Nelson Tucci

Um aparente imbecil revive o cômico Maçaranduba, personagem do extinto programa Casseta & Planeta da Rede Globo. Marombado e com 2 metros de altura, sai ameaçando a todos que atravessam o seu caminho. E os que não atravessam também. Bad boy estereotipado, lança ataques frequentes às instituições da República, pedindo ora o fechamento do Congresso, ora o fechamento da mais alta Corte de Justiça e sugere que os integrantes deste último devem se cuidar para não serem colhidos na porradaria. Como a Idade Média encerrou-se uns …

Leia mais

Publicado na Edição 312 Janeiro 2021

Direito animal

Luiz Carlos Ferraz

Enfadado diante de tanta notícia ruim produzida no âmbito da pandemia de Covid-19 – na qual até mesmo o bendito início da vacinação acirra nossa capacidade de se indignar e refletir sobre genocídio, corrupção e incapacidade de nossos medíocres governantes, estejam eles em qualquer das esferas de poder –, também não haverá de nos colocar de volta ao trambelho querer agora comparar o Brasil a outras nações do planeta, desenvolvidas e soberanas, como se fosse possível exigir atitudes civilizadas e coerentes, não só ao enfrentamento …

Leia mais

Publicado na Edição 311 Dezembro 2020

Vermelho

Nelson Tucci

Há muito vermelho no ar. Vamos esquecer – ou pelo menos tentar – aquele vermelho financeiro. Há outras questões a serem vistas. Há uma vermelhidão nos olhos de pessoas que perderam seus entes queridos. Enquanto preparávamos esta edição, o mundo caminhava para 7,4 milhões de mortos pelo novo coronavírus e o Brasil já batia em 189 mil mortos. Vidas arrancadas, muitas vezes em seu esplendor. Uma situação inaceitável do ponto de vista humano. O estado de São Paulo retornou à fase vermelha na semana de Natal …

Leia mais

Publicado na Edição 310 Novembro 2020

Votos em negros importam

Luiz Carlos Ferraz

Embora ainda se tenha muito, mas muito a construir, merece comemoração o avanço da luta contra o racismo no planeta em novembro, marcada internacionalmente pela eleição de Kamala Harris (de ascendência negra e indiana) como vice-presidente dos Estados Unidos. Uma mulher inteligente, carismática e cheia de bossa. Por estas plagas, constata-se o crescimento de prefeitos e vereadores negros eleitos no primeiro turno das eleições do último dia 15. Aliás, por si só, o mês é emblemático, já que no dia 20 é comemorada a data …

Leia mais

Publicado na Edição 309 Outubro 2020

Algo em comum

Luiz Carlos Ferraz

Tragédias que revelam faces sombrias da mesma deteriorada moeda, o Brasil exibiu ao cosmos – mais uma vez, nesta era de conexão instantânea interplanetária! – dois episódios emblemáticos da decadência moral a que está sendo submetido (numa vã tentativa de lavagem) o cérebro de seus cidadãos. No cume do poder político do país tornou-se ainda mais afamado o pernambucano Francisco de Assis Rodrigues, ex-governador de Roraima e atual senador da República por este estado – o que lhe garantia, também pela ligação efetiva (e afetiva, …

Leia mais

Publicado na Edição 308 Setembro 2020

Perdão pelas cinzas

Luiz Carlos Ferraz

Repugnante sob todos os aspectos o terrível espetáculo patrocinado pelo Brasil, ao ocupar em setembro o protagonismo na mídia internacional com a série de desmatamentos e queimadas sem controle, que destruíram área estimada em 4,5 milhões de hectares, envolvendo vários estados e impactando três importantes biomas, Pantanal, Cerrado e Amazônia, causando destruição da rica biodiversidade vegetal e animal. Se algo da tragédia se deve ao fenômeno do aquecimento global, que atesta o desprezo ao planeta encetado pelo ser humano, seja deste ou daquele hemisfério, não …

Leia mais

Publicado na Edição 307 Agosto 2020

Vem, setembro!

Luiz Carlos Ferraz

Desafortunado por natureza, agosto mostrou vigor em grande parte de seus dias e está no páreo no ranking dos meses mais infelizes de 2020 – no momento, liderado por março, quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) elevou o estado da contaminação à pandemia de Covid-19, causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2). Trata-se de uma tragédia sem precedentes, embora deva ser salientado que foi em dezembro de 2019 que o vírus surgiu na cidade chinesa de Wuhan. Mas agosto é pródigo em desgosto, no Brasil, por …

Leia mais

Publicado na Edição 306 Julho 2020

O que é isso, genocídio?

Luiz Carlos Ferraz

Polarizado, como se estivesse atolado numa infindável campanha eleitoral, o Brasil patina em soluções – até aqui ineficazes – para controlar a pandemia, amenizar a miséria, soerguer a economia, paralisar a devastação da Amazônia, enfim, proporcionar qualidade de vida ao cidadão, ou pela ótica radical do Poder, do eleitor. Afinal, se a prioridade das ações é a latente disputa por cargos nas esferas do Executivo e Legislativo, o portador do voto é perseguido nesse estreito túnel sem luz. O sectarismo, seja de direita ou de …

Leia mais

Publicado na Edição 305 Junho 2020

A hora do STF

Luiz Carlos Ferraz

Causa perplexidade quando uma questão é tão clara a alguns, enquanto a outros tantos possa ser interpretada de forma tão diversa, e até convenientemente antagônica, capaz de confundir o incauto de que se trata de assuntos distintos. É o que acontece, por exemplo, ao se analisar o direito de manifestação, consagrado no artigo 5º da Constituição Brasileira e expresso em dois incisos, o IV, que afirma que “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”; e o IX, que assegura que “é livre …

Leia mais

Publicado na Edição 304 Maio 2020

Sentimentos

Luiz Carlos Ferraz

As reflexões proporcionadas pelo isolamento social geram sentimentos ambíguos. Ao mesmo tempo em que provocam medo – de ser internado, entubado e nunca mais acordar –, inspiram esperança – de continuar vivendo, para lutar contra a propagação da pandemia. É nesta hora que subvertermos o que se espera de um editorial de jornal, ao trocar a previsível posição política, social etc. por um punhado de sentimentos – sim, os sentimentos que afloram, porque atrás de um jornal, um site, uma empresa, existem pessoas! A Região …

Leia mais

Publicado na Edição 303 Abril 2020

Bolsões de compras

Nelson Tucci

O impacto da Covid-19 nas demonstrações financeiras das companhias abertas é uma das pautas do mercado financeiro atualmente. Uma discussão necessária para se avaliar impactos reais e se desenhar rotas a partir daqui, mas aparentemente sofisticada demais para o grande público. Contudo, como o Perspectiva é um jornal que permeia amplos setores da economia e da vida das pessoas, vale simplificar, pois o fato de que a vida será diferente pós-Covid todos sabemos; até porque ela já o é hoje – quando ainda estamos na linha …

Leia mais

Publicado na Edição 302 Março 2020

Sobre o medo

Luiz Carlos Ferraz

De longa data a sabedoria ensina que melhor é afastar-se do insensato, o que nem sempre é possível, especialmente quando o vício da insensatez passa a corromper de forma desordenada e predomina sobre parcela significativa de pessoas, tornando inglórias as batalhas diuturnas. Nas últimas semanas, o planeta paralisou face à pandemia do novo coronavírus, classificado Covid-19, fazendo proliferar atitudes insensatas, seja por elevada ansiedade irracional, singela ignorância ou mesmo disfarçada maldade, adotadas por aqueles de quem mais se esperava caráter e moderação. Enfim, constata-se mais …

Leia mais

Publicado na Edição 301 Fevereiro 2020

Bom exemplo

Nelson Tucci

Toda personalidade pública precisa de postura. Seja ela atriz, jogador de futebol, engenheira, médico, jornalista ou presidente da República; não importa. Mexer o derrière em suas mais variadas nuances, extrapolar na bebida, consumir drogas, agredir física ou verbalmente, usar palavras de baixo calão etc. são atitudes vistas diariamente em nossa sociedade, especialmente pelas redes sociais. Mas, a pessoa pública não pode simplesmente ligar o “dane-se” e fazer o que bem entende. Há a chamada liturgia do cargo – quando se tem algum – e/ou a responsabilidade …

Leia mais

Publicado na Edição 300 Janeiro 2020

Hoje tem laranjada?

Luiz Carlos Ferraz

Armado a cada dois anos, o circo da democracia volta em 2020, animado já nestes primeiros dias do ano com a sanção do orçamento federal que inclui a espantosa dotação de R$ 2 bilhões para o fundo eleitoral – o butim pilhado do Tesouro Nacional e que será repartido entre os partidos para vitaminar as campanhas dos candidatos, laranjas ou não, na eleição municipal de 2 de outubro. Isto não tem nada a ver com o famigerado fundo partidário, que paga a gastança dos partidos! …

Leia mais

Publicado na Edição 299 Dezembro 2019

Fé, paciência…

A forma mais sensata da fé pode se traduzir numa inquebrantável convicção de um pensamento lógico, ainda que uma verdade pessoal, para que se concretize e assim produza efeitos – naturalmente benéficos, diria, abençoados. Dando tudo certo será tranquilo concluir que houve fé; estar-se-á diante de um homem de fé! Mas, e quando não dá certo? Quando, isolada ou mesmo coletivamente, fazendo tudo direitinho, e tudo parecendo demonstrar que Deus, ou os “deuses” estão a conspirar para que tudo caminhe para uma solução auspiciosa, acontece o contrário e …

Leia mais

Publicado na Edição 298 Novembro 2019

Cláusula pétrea

Luiz Carlos Ferraz

Não é preciso ser especialista nas ciências jurídicas para entender a lógica da cláusula pétrea, contemplada na Constituição brasileira de 1988, a famosa “Constituição Cidadã”. Assim, não sendo exigível (por ora) esta especialíssima condição, ao combinar-se a lógica com outro famigerado dispositivo, no caso infraconstitucional, a lei de introdução ao Código Civil – de que “ninguém se escusa de cumprir a lei, alegando que não a conhece” –, deduz-se que quem assim age só pode ser por teimosia ou má-fé. Em qualquer das hipóteses, é …

Leia mais