Edição 324Janeiro 2022
Quinta, 27 De Janeiro De 2022
Editorias

Publicado na Edição 321 Outubro 2021

Divulgação

Opção sustentável à construção civil

Benefícios do tijolo ecológico

Opção sustentável à construção civil

A Alphaz Concept, incorporadora que desenvolve projetos sustentáveis com soluções ecológicas, adotou a utilização dos tijolos ecológicos, que reduzem em 90% o consumo de água, dispensam a queima de carvão e diminuem a utilização de argamassa no canteiro de obras. Alternativa ao processo de fabricação do tijolo tradicional de argila, que causa degradação ambiental, o tijolo ecológico, além de provocar impacto menor, tem produção mais barata e oferece redução de custos às obras.

“Esse tipo de tijolo é ecológico também por ser produzido a partir de restos de outras construções civis, industriais ou orgânicos, incentivando economia e reaproveitamento na obra”, disse Leonardo Pereira, engenheiro de produção da Alphaz Concept: “Resumindo, ele é ecológico porque evita degradações no meio ambiente e é feito de forma inteligente”.

Entre as vantagens, Pereira argumenta que o tijolo ecológico promove a conservação do meio ambiente (fauna e flora) e evita a alteração no nível do lençol freático, erosões, assoreamento dos rios, poluição sonora e instabilidade de margens e taludes. Ele complementa que o produto não gera resíduos sólidos e reduz a emissão de gases que interferem no clima e favorecem o efeito estufa: “O nome do produto é fruto de sua fabricação totalmente sustentável, desde sua concepção, na escolha dos compostos corretos e de onde serão extraídos, partindo para obra, onde podemos citar a redução no gasto com argamassa, cimento, ferro e madeira, por exemplo. Além disso, como o material não precisa ser curado, em um processo de queima como o tradicional, a cada mil tijolos ecológicos produzidos é possível preservar entre 8 e 12 árvores”.

Outro benefício é que não gera nenhum tipo de entulho. É muito comum que esses restos dos tijolos tradicionais sejam despejados em lugares inapropriados. O engenheiro diz que enquanto a produção dos tijolos convencionais de cerâmica causa desmatamento e emite gases poluentes, os ecológicos utilizam apenas “solo, cimento e técnicas de umidade para a formação dos produtos”.

Pereira diz que além de todos os benefícios ambientais citados, o tijolo ecológico é mais barato. Ele diz que o investimento feito na compra dos tijolos ecológicos representa redução de custos em até 80% com cimento, 50% com ferros e 95% de madeira: “Podemos afirmar que especificamente no caso da redução de insumos na fabricação de tijolos ecológicos, comparados à fabricação convencional, a economia beira os 20%, somado à economia na mão de obra, construção de fornos, baias de secagem e etc.”.

Responder