Edição 308Setembro 2020
Quarta, 21 De Outubro De 2020
Editorias

Publicado em 6/07/2020 - 7:01 am em | 0 comentários

Divulgação

Junho melhora, mas…

Anfavea estima recuo de 40% nas vendas deste ano!

Junho melhora, mas…

Nelson Tucci

Lentamente, a economia vai retomando fôlego em alguns setores. O de veículos é um deles. Ao final do primeiro semestre do ano foram emplacadas 1.225.663 unidades, entre automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas e implementos rodoviários, o que representa queda de 36,13%, quando comparado com o mesmo período do ano passado.

Entretanto, quando se compara este último mês de junho com o anterior, maio, nota-se crescimento de 93,5%. No mês passado foram vendidos 194.354 veículos (contra 100.422 unidades em maio). A informação é da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), entidade que representa 7.300 Concessionárias de Veículos – filiadas às 51 Associações de Marca em todo o Brasil. Enquanto a Anfavea (associação das montadoras) estima um recuo de 40% nas vendas deste ano, sobre 2019 – como já noticiamos –, a Fenabrave está mais otimista, calculando o recuo em 36,6%, o que resultaria na venda total anual de 1,77 milhão de veículos.

De acordo com o presidente da federação, Alarico Assumpção Jr., a pandemia do novo coronavírus, iniciada na segunda quinzena de março, impactou negativamente o balanço do 1º semestre. “A queda já era esperada, em função do atual cenário, considerando os efeitos da pandemia, que obrigou o fechamento do comércio e o isolamento social, durante longo período. Mas, quando avaliamos o mês de junho, na comparação com maio deste ano, já observamos uma expressiva melhora, explicada pelo retorno das atividades dos Detrans, principalmente em São Paulo”, disse ele.

Leia mais em www.veiculosenegocios.blogspot.com.br

Veículos & Negócios é publicada mensalmente na versão impressa do jornal Perspectiva e atualizada semanalmente no blog.

Responder