Edição 316Maio 2021
Segunda, 14 De Junho De 2021
Editorias

Publicado na Edição 312 Janeiro 2021

Graprohab melhora performance

O Grupo de Análise e Aprovação de Projetos Habitacionais do Estado de São Paulo (Graprohab), vinculado à secretaria de estado da Habitação, aumentou em 9% o número de empreendimentos protocolados em 2020, com a quantidade de lotes e unidades habitacionais passando de 266 mil em 2019 para 290 mil no estado. Só na Região Metropolitana de São Paulo o aumento foi 11,7%, com 101 mil unidades contra 90 mil em 2019. Mesmo com a pandemia, o ganho de performance foi possível com a digitalização dos procedimentos.

“A digitalização dos procedimentos já era uma tendência mesmo antes da Covid-19 no Brasil e se tornou prioridade para que as atividades não estagnassem”, disse o secretário de estado da Habitação, Flavio Amary: Com o Graprohab não foi diferente. Nos adaptamos e nos reinventamos para continuar a exercer nossa missão de oferecer atendimento e fomentar a produção de moradias”.

Em 2019, o Graprohab já havia adotado a digitalização da dispensa de análise de empreendimento e disponibilizado, a partir de janeiro de 2020, acesso digital à pauta da reunião do colegiado, com os status dos projetos protocolados. Com a pandemia, o colegiado manteve uma equipe de plantão para o atendimento presencial e decidiu que grande parte dos procedimentos passaria a ser realizado de forma digital, como os serviços de revalidação de certificado, solicitações de prazo, alterações de titularidade e denominação, entre outros.

“Mesmo com todos os desafios impostos pela pandemia, estamos muito satisfeitos. Foi um ano de reinvenção no Graprohab, em que tivemos que pensar fora da caixa, porque o mercado depende que nós tenhamos uma atuação ágil. Dentro do possível, nós conseguimos responder”, disse Lacir Baldusco, presidente do Graprohab. O Graprohab é o colegiado responsável pela aprovação de loteamentos e empreendimentos habitacionais, conjuntos habitacionais e condomínios e tem por objetivo organizar os procedimentos de licenciamento no estado para implantação de empreendimentos de parcelamentos de solo para fins residenciais. A aprovação reúne os votos da secretaria de estado da Habitação, Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), Companhia de Saneamento Básico do Estado (Sabesp) e Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE).

Responder