Edição 306Julho 2020
Segunda, 10 De Agosto De 2020
Editorias

Publicado na Edição 301 Fevereiro 2020

Fotos Divulgação

Energia em Praia Grande

Moradas Canto Nobre: duas torres com 25 pavimentos, sendo 19 com unidades de duas a três suítes

Energia em Praia Grande

Sandra Netto

Turbinada com a anunciada sociedade com o ator da TV Globo, Caio Castro, a Nossolar Construtora programou neste ano o início de quatro residenciais em Praia Grande, o primeiro deles, o Moradas Canto Nobre, na Rua Otelo Rodrigues Franco, na valorizada região do Canto do forte. Segundo o presidente Rodrigo Pacheco Silva, a construtora é especializada em imóveis de alto padrão e está confiante na estabilidade da economia do país e na repercussão positiva que atinge o segmento em todo litoral paulista.

O começo dos trabalhos teve a presença de Caio Castro, que veio inspecionar o canteiro de obras e conferiu os detalhes do projeto, que prevê duas torres com 25 pavimentos, sendo 19 com unidades padrão, de duas a três suítes, de 66 a 188 metros quadrados de área, com duas a seis vagas privativas de garagem, além dos 35 espaços de lazer, que serão entregues mobiliados, decorados e equipados. A conclusão do Moradas Canto Nobre está programada para 2022.

A efetiva participação de Caio Castro nos empreendimentos da Nossolar agitou a mídia voltada às celebridades, especialmente porque o ator vem se revelando um empresário agressivo, com negócios em diferentes capitais do país. Rodrigo Pacheco comemorou com alegria a sociedade. “O Caio e eu somos amigos há mais de sete anos. Ele tem uma raiz muito forte na cidade e passou a infância dele na casa da avó, na Vila Tupi. Antes de ser famoso, já conhecia Praia Grande”, contou Rodrigo, ao revelar que a parceria começou com investimentos de Caio em imóveis, teve continuidade com o uso da imagem do ator na propaganda da empresa e agora foi ampliada com a atuação societária.

“Mais que garoto propaganda da construtora, Caio é o embaixador da marca”, sintetiza Rodrigo, que, assim como foi incentivado pelo pai, prepara a terceira geração para dinamizar os negócios da família, através de seu filho Francisco, com 22 anos, formado em Administração pela FAAP: “Desde os 14 anos ele vem nas obras. Hoje, acompanha todas as fases de cada empreendimento, desde a aprovação do projeto até a entrega das chaves. Francisco está aprendendo tudo o que meu pai me ensinou, e o que sei que ele queria me ensinar…”. A esposa Renata também trabalha na empresa e logo o segundo filho, Rodrigo, de 13 anos, seguirá esses passos.

Rodrigo Pacheco Silva destaca que o intenso envolvimento com a empresa explica o sucesso nos negócios: “Não perco tempo assistindo os analistas da economia. Entendo que se não me levantar da cadeira e trabalhar não terei resultados. Ou seja, não vou crescer minha empresa e não farei o país crescer”. Ele avalia que com essa estratégia vem colhendo resultados positivos nos últimos anos: “Esta década foi difícil para todo mundo. Mas decidimos buscar e fomos para cima. Fizemos a entrega de quatro residenciais, um dos quais que vale por seis, o Prime. E todos no padrão luxo”.

Rodrigo explica que, independentemente do tamanho de apartamento, os empreendimentos da Nossolar se caracterizam pela elevada qualidade e diferenciais de mercado: “Há dois anos, por exemplo, entregamos edifício com apartamentos de um dormitório, mas com garagem privativa, infraestrutura de ar condicionado, blindex no banheiro, além de toda área comum decorada e mobiliada”. Para a década de 2020, sua pretensão é continuar usando o estoque de terrenos que possui na região do Canto do Forte: “Nossa expectativa para os próximos 10 anos é muito grande. Vamos inovar. Temos ideias e projetos em desenvolvimento. Este ano iniciaremos quatro residenciais, totalizando em torno de 400 unidades”.

Como sempre, os projetos serão todos voltados ao segmento de alto luxo, no qual a construtora não tem concorrência. “Estou bastante animado, pois estou sozinho neste nicho”, salienta o construtor, ao especificar que a empresa possui imóvel de 1 dormitório a partir de 300 mil no Canto do Forte: “Nosso metro quadrado gira em torno de R$ 5 mil a R$ 12 mil. Depende da distância da praia, do que o edifício oferece, a quantidade de itens de lazer, o número de vagas de garagem, enfim, depende do projeto. Para nós, alto padrão não é só acabamento. Nosso alto padrão inicia na estrutura e vai até o pós-venda, com o objetivo de não ter manutenção constante após a entrega, não ter problema com piso, ou com revestimento de fachada”.

Este contexto faz a empresa perseverar, assegura Rodrigo: “Temos uma carteira de clientes que compra imóvel da gente há muito tempo. Por isso é que não sofremos tanto nesta década que passou. E se conseguimos superar essa recessão, estamos confiantes neste governo que acredito. Estou jogando todos as minhas fichas na nova década, porque o país vai melhorar. Além disso, o povo brasileiro mudou e está centrado em fazer a parte dele”.

O empresário acredita que, com o mercado e o país melhorando, o cliente tende a ter mais segurança para investir e assumir uma prestação, pois sabe que seu emprego está garantido. “O dinheiro não sumiu”, enfatiza: “As pessoas seguraram porque havia insegurança no mercado. Agora, com dados que o país está melhorando, o mercado começa a agitar”.

Conforme avalia Rodrigo, quatro itens são fundamentais para sustentar o vigor das vendas no segmento de alto luxo na Praia Grande: vaga de garagem privativa, banheiro (o Prime inovou com unidades de 6 a 8 banheiros), área de lazer e terraço – não necessariamente nesta ordem. Além disso, todos os residenciais oferecem segurança máxima, com central de monitoramento a partir de 32 câmeras e portarias enclausuradas. “Muitos de nossos clientes compram para uso em finais de semana, mas com o propósito futuro de vir morar na Praia Grande”, garante, ao atribuir essa pretensão ao sucesso das administrações do prefeito Alberto Mourão, que incorporou melhorias na cidade, principalmente com investimentos em educação, saúde e segurança.

Aproveitando essa onda de progresso, a empresa convidou pessoas conhecidas para anunciar seus empreendimentos. O jogador de futebol Neymar Júnior foi um deles e, proprietário de um apartamento, ficou cinco anos divulgando a marca. Depois foi a vez de Gusttavo Lima, que também comprou apartamentos. Até iniciar a parceria com o ator Caio Castro. Outros famosos têm apartamento ou estão na mira da Nosso Lar, como o campeão mundial de surf, Adriano de Souza, o Mineirinho, a atriz Paloma Bernardes, o Cauã, da dupla Mateus e Cauã, Felipe Tito adquiriu apartamento para a mãe, Bruninho, da dupla com Davi, o produtor musical Dudu Borges e o jogador Rafa Veiga.

Com duas torres de apartamentos, o Moradas Canto Nobre tem como um de seus diferenciais o conceito de sustentabilidade e equilíbrio com o meio ambiente. Entre esses itens, o empreendimento terá água de chuva para reuso nas áreas comuns. Os apartamentos contemplam janelas e portas maiores para aproveitar a iluminação natural e proporcionar melhor ventilação. Também pensando na saúde e no bem-estar do cliente, o empreendimento será entregue com stand up, bicicleta, caiaque e horta: “Estamos analisando o uso de energia solar nas áreas comuns. Há coisas que queremos colocar, mas temos que considerar os custos e manutenção, para não inviabilizar a comercialização”.

Rodrigo reconhece que muito do sucesso da construtora deve ser atribuído ao rol de fornecedores de serviços e produtos: “Os parceiros que escolhemos seguem nosso padrão de qualidade e só trabalham com materiais e equipamentos de primeira linha”. O projeto arquitetônico do Moradas Canto Nobre, por exemplo, é de autoria da arquiteta Viviane Homem de Mello, enquanto a arquitetura de interiores é da arquiteta Mariko Yamauti e os cálculos de engenharia são da engenheira da empresa, Márcia Lúcia.

Entre outros fornecedores, o Moradas Canto Nobre possui fundação profunda executada pela Penna Rafal engenharia de fundações, que há 50 anos presta serviços de estaqueamento na Baixada Santista e desde 2007 participa dos empreendimentos da Nossolar, conforme destacou o diretor Ian Chmielewski, ao detalhar que no Canto Nobre foi usado o tipo pré-furo hidrojato para reduzir vibração e ruído. As estacas pré-moldadas foram fornecidas pela Foá engenharia em fundações, informou o engenheiro Benjamin Foá.

A Elevadores Torres é tradicional fornecedora de elevadores personalizados e, além de programar o Moradas Canto Nobre, equipou os empreendimentos Nossolar III, IV, V, VI e Prime. O diretor Michel Torres disse que a expectativa é continuar forte na parceria com a empresa, desde o projeto dos elevadores até o pós-venda, que compreende a manutenção para o bom funcionamento dos equipamentos.

A sofisticação das pedras naturais, como o mármore e o granito da Kenny mármores granitos, reforça o padrão de qualidade e a preocupação com os detalhes da construtora. Os produtos garantem a suntuosidade e o luxo dos apartamentos, nas bancadas e lavatórios, e nas bancadas da área de lazer, em mármores e granitos nacionais e importados, declarou o diretor Kenny Abu Kamel Duque.

A Gesso Praia executa os serviços de gesso em todos os residenciais da Nossolar. Conforme informou o diretor Cleriston da Silva Santana, nas unidades e áreas comuns a empresa aplica gesso liso de decoração, forro com placas drywall, molduras de gesso e sancas com iluminação para fita LED.

O madeiramento para as obras é fornecido pela Galpão Madeiras, salientaram os sócios Félix Santos e Valter Sanchez, ao frisar que a empresa comercializa somente madeiras certificadas.

Obras iniciadas no Moradas Canto Nobre: entrega do empreendimento está programado para 2022

Responder