Edição 273Outubro 2017
Quinta, 23 De Novembro De 2017
Editorias

Publicado na Edição 264 Janeiro 2017

Sandra Netto

Faça Feng Shui e seja muito mais feliz

Faça Feng Shui e seja muito mais feliz

Na busca por viver em harmonia no espaço onde se mora, cresce a cada dia a procura por um tipo de ferramenta – ou uma “corrente de pensamento analítico” – que visa proporcionar bem-estar, saúde e prosperidade. Quem tem essa preocupação já deve ter ouvido falar em Feng Shui, termo que é traduzido literalmente como Vento e Água, e que carrega a tradição de mais de 4.000 anos da sabedoria chinesa. Praticada pelos mestres taoístas, trata-se de mais um instrumento de equilíbrio com as forças da Natureza e que pode ser combinado com práticas da medicina oriental, como a acupuntura, a meditação e o Tai Chi Chuan.

Angela Gesteira Ferreira, da cidade de Santos, estudou a técnica milenar e coloca à disposição dos seus clientes os objetivos do Feng Shui. “As construções, assim como as pessoas, possuem características próprias e únicas”, explica Angela: “Com a planta do imóvel em mãos e por meio de cálculos obtidos por meio de uma bússola, localizamos ângulos positivos e negativos, que juntamente com o elemento correto, como água, madeira, fogo, terra e metal, podemos gerar mudanças em locais determinados”.

A equação não é simples, exige conhecimento, prática e não deve ser banalizada como a mera decoração do ambiente, seja pintando uma parede de vermelho ou introduzindo um objeto azul no canto da sala.

“A técnica do Feng Shui é aplicada à construção assim como aos moradores da residência, através do número pessoal de cada indivíduo”, detalha a especialista: “A bússola indicará a melhor direção, aumentando a energia positiva e neutralizando a negativa, e como utilizá-la sem distinção em qualquer lugar”.

Angela cita exemplos de ângulos positivos, como +90, que representa sucesso, +80, saúde, +70, relacionamento, +60 acadêmico, e ângulos negativos opostos aos positivos. O segredo está em posicionar esses ângulos no ambiente, combiná-los com os ângulos das pessoas e associar os elementos da Natureza, o que será fundamental para se atingir os objetivos do Feng Shui.

O primeiro objetivo é guardar e preservar a energia e as boas influências disponíveis no lugar; o segundo é reduzir eventuais forças negativas do ambiente, que podem até mesmo terem sido criadas na fase da construção; e o terceiro é definir e implementar “curas”, para que os resultados sejam produzidos em termos de mais saúde, bem-estar e harmonia para os moradores ou usuários do espaço tratado.

“Você cura a casa, ou o escritório, por exemplo, e restabelece a fluidez da energia positiva, seja no lar, ou no negócio”, sintetiza Angela, que coleciona aplicações de sucesso. Para isso, frisa que, entre alguns fatores que influenciam os resultados, é importante que as mudanças sejam aceitas e seguidas com seriedade pelo cliente, mesmo diante de situações em que se avalie muitas interferências negativas e haja a necessidade de obras no local: “O perfeito entendimento de quem faz a opção pelo Feng Shui é fundamental para se alcançar os objetivos perseguidos”.

Mais informações em (13) 99115.5177 e agnela3@gmail.com