Edição 308Setembro 2020
Terça, 29 De Setembro De 2020
Editorias

Publicado na Edição 307 Agosto 2020

Mobilidade urbana pós-pandemia

Para minimizar riscos de contato com o novo coronavírus as pessoas estão mudando de comportamento. Em algumas cidades, a reabertura das atividades comerciais e não essenciais aumenta o volume de deslocamentos e mais pessoas precisam decidir como e quando sair de casa. Neste momento a tecnologia se torna aliada da mobilidade no controle de aglomerações, sobretudo nos transportes públicos e na facilidade de acesso a meios de transportes individuais, como bicicletas compartilhadas e táxis.

Luisa Feyo Guimarães Peixoto, especialista em mobilidade urbana na Quicko, explica que a mudança de comportamento em curso deve permanecer nos próximos anos: “Muitas das nossas escolhas do dia a dia estão relacionadas a hábitos, inclusive o modo como vamos nos deslocar. Os hábitos adquiridos nessa quarentena poderão perdurar por muito tempo. Por isso, o momento atual se torna crucial para definirmos o futuro da mobilidade das cidades”.

Responder