Edição 299Dezembro 2019
Sexta, 17 De Janeiro De 2020
Editorias

Publicado na Edição 253 Fevereiro 2016

Divulgação

São Paulo combate turismo sexual

Disque-Denúncia 100 para casos de violência contra crianças e adolescentes

São Paulo combate turismo sexual

Os números são preocupantes: dos 63 milhões de crianças e adolescentes brasileiros, 46% menores de 14 anos vivem em domicílios com renda per capta até meio salário mínimo e 132 mil famílias são chefiadas por crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos. A fonte é do IBGE. Frente a este cenário vulnerável, o secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Roberto de Lucena, promoveu em fevereiro duas ações nos aeroportos de Cumbica, em Guarulhos, e de Viracopos,em Campinas, dando prosseguimento à campanha em parceria com o Ministério do Turismo no combate à exploração sexual de crianças e adolescentes no Turismo.

“Cuidar das crianças é cuidar do nosso mundo. Por isso precisamos banir essa mácula que envolve tal tipo de abuso. Com certeza as portas do Estado de São Paulo estão fechadas para a exploração sexual de crianças e adolescentes”, ressaltou Lucena. Em parceria com as cooperativas de táxis de ambos os aeroportos, o secretário procedeu ao ato de adesivagem dos veículos com o seguinte destaque: “Exploração sexual de crianças e adolescentes não é Turismo. É CRIME”. O titular da Pasta disse que é preciso conscientizar a sociedade e, se preciso, utilizar o Disque-Denúncia 100 para casos de violência contra crianças e adolescentes.