Edição 327Abril 2022
Quinta, 26 De Maio De 2022
Editorias

Publicado na Edição 325 Fevereiro 2022

Divulgação

Natureza, gastronomia e hospitalidade

Pardinho: conhecida como a “terra das emoções”

Natureza, gastronomia e hospitalidade

Conhecida como a “terra das emoções”, Pardinho, no interior de São Paulo, é lembrada por inúmeras conquistas: no turismo de esporte, prêmios do Guidão de Ouro, como melhor prova de estrada pelo Festival Brasil Ride; no turismo gastronômico, prêmios da Pardinho Artesanal, que exporta o “terroir da Cuesta paulista” para o mundo, além dos cafés especiais que são referências nacionais; no turismo cultural, a intensa produção cultural, sendo escolhida pela família do ícone Tião Carreiro para receber seu acervo.

O segredo do sucesso une a natureza privilegiada da cidade com a paixão, tanto dos que ali nasceram como daqueles que adotaram a cidade como sua morada. A localização, a altitude, o clima, a qualidade da água e a hospitalidade do povo de Pardinho dão o toque diferencial tão elogiado por quem visita a cidade.

Desde os primórdios da época da colonização, a tradição agrícola foi a base da diversidade gastronômica de Pardinho. Como o acesso era difícil devido à formação da Cuesta, os pardinhenses foram adaptando as receitas trazidas de suas terras natais – Itália, Portugal e Alemanha – à realidade local. Receitas foram passadas de geração em geração, como o tradicional mingau de milho com bolinho, entre tantas outras iguarias.

Adrenalina ao trilhar pelos morros e colinas de Pardinho, seja numa caminhada ou numa aventura motorizada, ou a descida da Tirolesa do Gigante tendo ao fundo a bela vista do Gigante Adormecido, ou ainda fazendo rapel em cachoeiras à beira de precipício. Para quem busca tranquilidade, pode ser ao som de moda de viola e um causo bem contato com o fogo crepitando e cozinhando feijão tropeiro; os bailes de Tuia; a cantoria dos jovens do alvorecer ao entardecer. Espetáculos que explicam o título de Pardinho como a “terra das emoções”.

Responder