Edição 288Janeiro 2019
Sábado, 23 De Fevereiro De 2019
Editorias

Publicado na Edição 288 Janeiro 2019

Luiz Carlos Ferraz

Manchinha que jamais sairá da memória…

Manchinha que jamais sairá da memória…

Transformar essa mancha em um aprendizado eterno

A MORTE de Manchinha, cão assassinado por um segurança do supermercado Carrefour em Osasco chocou o país. Como alguém pode cruelmente matar um animal pensando em interesses comerciais. A revolta tomou conta das ruas, das Ongs de defesa da vida animal, da imprensa e das redes sociais. É o momento para refletirmos sobre mudanças na sociedade.

Meu amigo, advogado Vasco Vieira, sempre me diz que dentro de pouco tempo os animais de estimação, em especial cães e gatos, estarão comendo à mesa como membros das famílias, pois o laço afetivo que une esses animais às pessoas muitas vezes transcende até mesmo o elo consanguíneo da mesma espécie, ou seja, pode ser até mais forte que o laço familiar.

Da mesma forma, é vigoroso o conceito de cachorro comunitário. Alguns comércios possuem seus animais dentro das lojas. Diversas comunidades têm seus cachorros circulando livremente, como Robinho, adotado pelos taxistas e comerciantes da confluência do Canal 1 com a Floriano Peixoto. Um posto de combustíveis em São Paulo contratou o vira-lata Negão para trabalhar, recebendo salário e moradia, com uniforme e crachá. Há notícias de empresas em Manaus que contratam cães para atuar na segurança, dando inclusive direito a férias aos mesmos. Em 1987, com estudantes da Faculdade de Engenharia da Universidade Santa Cecília desenvolvemos a primeira cadeira de rodas para cães. A inclusão e o respeito são o melhor caminho.

Ao Carrefour, sugiro colocar uma estátua de Manchinha em todas as suas unidades e permitir desde já a circulação de animais em suas lojas e até obrigando-as a possuírem um pet no quadro de colaboradores. É a maneira de transformar essa mancha da falta de respeito humana em um aprendizado eterno a comerciantes, pessoas e animais. Essa Manchinha será indelével em nossa memória.


Três sabores: aveia e mel, cereais e vegetais

PETISCO – DogLicious lançou no mercado os biscoitos Croc, que unem diversão e crocância em três diferentes sabores: aveia e mel, cereais e vegetais. Além de garantir um alimento crocante, os produtos são adequados para todos os portes de cães. A formulação contém ingredientes funcionais de qualidade que auxiliam no controle do tártaro, mas é importante reforçar que não previne ou remedia a doença. A escovação dos dentes ainda é a melhor maneira, sempre tendo o cuidado de seguir as orientações do veterinário. Caso a doença não seja cuidada ou prevenida, pode desencadear em uma série de enfermidades bucais nos cães – e, em caso mais graves, a perda dos dentes. Os biscoitos também não devem substituir uma alimentação completa, como é o caso das rações.