Edição 297Outubro 2019
Quarta, 13 De Novembro De 2019
Editorias

Publicado em 21/10/2019 - 7:33 am em | 0 comentários

Divulgação

Surge novo mercado de reposição

Defesa de uma reforma tributária nacional também entrou na pauta

Surge novo mercado de reposição

Nelson Tucci

Como a eletrificação e a digitalização podem mudar o mercado de reposição de autopeças? Este foi o eixo de discussões da 25ª edição do Seminário da Reposição Automotiva, principal evento do aftermarket brasileiro que analisou como os movimentos vão influenciar a cadeia produtiva deste setor.

Organizado pelo Grupo Photon, com a participação das entidades que formam o Grupo de Manutenção Automotiva (GMA), como Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças), Associação Nacional dos Distribuidores de Autopeças (Andap), Sindicato do Comércio Atacadista, Importador, Exportador e Distribuidor de Peças, Rolamentos, Acessórios e Componentes da Indústria e para Veículos no Estado de São Paulo (Sicap), Sindicato do Comércio Varejista de Peças e Acessórios para Veículos no Estado de São Paulo (Sincopeças-SP) e a Sindirepa Nacional, associação que representa os Sindirepas estaduais, trouxe à tona as questões cruciais que vão impactar o mercado nos próximos anos.

O evento reuniu profissionais de fábricas de autopeças, distribuidores, varejos e oficinas, no dia 15 de outubro, na Fecomércio, em São Paulo-SP, e destacou os efeitos da digitalização, eletrificação, fintechs como nova solução de pagamentos, consumidores que desejam experiências e análise dos mercados norte-americano e brasileiro frente às novas tecnologias.

Antonio Fiola, presidente do Sindirepa, enfatizou a importância do mercado reposição no Brasil “que cuida de 80% da expressiva frota que logo chegará a 60 milhões de veículos” e que, em sua opinião, tem grande representatividade, algo incomparável a outros países. “Mesmo com a eletrificação, continuaremos a consertar carros. É claro, também, que existem desafios para a reparação – até por se tratar de baterias de alta tensão – mas o modelo brasileiro do aftermarket é único, baseado em relacionamento, isso já é um ponto muito positivo”, destacou.

Leia mais em www.veiculosenegocios.blogspot.com.br

Veículos & Negócios é publicada mensalmente na versão impressa do jornal Perspectiva e atualizada semanalmente no blog.