Edição 287Dezembro 2018
Quarta, 12 De Dezembro De 2018
Editorias

Publicado em 7/12/2018 - 7:05 am em | 0 comentários

Raimundo Rosa/Secom-PMS

Seminário “O futuro da minha cidade” debate perspectivas para Santos

Seminário “O futuro da minha cidade” debate perspectivas para Santos

Refletindo sobre como será Santos daqui a 20 anos, foi realizado o seminário “O futuro da minha cidade”, ontem, no auditório da Associação Comercial de Santos (ACS). Participaram representantes de instituições e organizações da sociedade civil, para debater a proposta do projeto desenvolvido pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em parceria com o Sesi Nacional. O objetivo é engajar a sociedade no planejamento das cidades, elaborando um plano a longo prazo que compreenda as etapas de sensibilização, mobilização, institucionalização, formalização, legalização, operacionalização, planejamento, acompanhamento e avaliação.

Na abertura do evento, o secretário de Governo da Prefeitura, Rogério Santos, falou sobre a importância de se pensar no assunto. “A partir da reunião de hoje, poderemos embasar os governos futuros”. Rogério ressaltou que o município tem feito muitos investimentos em infraestrutura e a participação da sociedade civil tem sido fundamental para o desenvolvimento inteligente.

Os participantes assistiram a palestras sobre ideias criativas e sustentáveis que estão revolucionando a vida urbana em vários pontos do planeta, ministrada pela arquiteta urbanista Marcela Arruda, coordenadora de projetos do Instituto A Cidade Precisa de Você e coidealizadora da Escola Sem Muros.

Ela explicou que as cidades são espaços onde as pessoas buscam oportunidades, por isso quanto mais distribuídos e variados forem estes espaços mais democrática será a cidade.

Marcela apontou os desafios do urbanismo moderno e reforçou a importância da utilização dos espaços de forma inteligente, mencionando casos de sucessos, como a Vila Criativa, Instituto Querô, Festival Valongo de Imagem, Condomínio Sustentável, Estação da Cidadania, Composta Santos e Instituto Elos.

A arquiteta finalizou o discurso ressaltando a importância de se criar projetos sustentáveis: “Precisamos criar espaços socialmente justos e ambientalmente regenerativos”.

Na sequência, o engenheiro civil Sílvio Barreto, diretor presidente da Solução Consultoria e ex-prefeito de Maringá (PR), falou sobre a experiência de parceria entre a sociedade e poder público local e potencial transformador para tornar a cidade mais sustentável.

O engenheiro detalhou a criação e performance do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Condem), que tem como característica a participação voluntária, apartidarismo, visão de planejar o futuro e foco no desenvolvimento econômico. Ele detalhou o funcionamento do órgão e explicou sua atuação como ferramenta no desenvolvimento do município paranaense.

Silvio explicou que o engajamento social é fundamental para que os projetos andem: “Existe uma diferença de quando o prefeito faz um projeto e apresenta para a população e de quando a população faz um projeto e apresenta para o prefeito”.

Ao final do encontro, uma lista foi passada para os interessados em participar da criação do Conselho de Desenvolvimento de Santos. A partir daí, reuniões serão agendadas para a elaboração de um planejamento urbano para o Município, seguindo os moldes do Condem-Maringá.