Edição 271Agosto 2017
Sábado, 23 De Setembro De 2017
Editorias

Publicado em 2/08/2016 - 9:45 am em | 0 comentários

Sandra Netto

Secovi-SP divulga Estudo do Mercado Imobiliário da Baixada Santista

Os lançamentos e vendas nos últimos 36 meses

Secovi-SP divulga Estudo do Mercado Imobiliário da Baixada Santista

No período de julho de 2013 a junho de 2016, foram lançadas 15.413 unidades na Baixada Santista, conforme dados do Estudo do Mercado Imobiliário, que descreve o desempenho dos lançamentos e das vendas de imóveis novos residenciais das cidades de Santos, Guarujá, Praia Grande e São Vicente. O levantamento é desenvolvido por Robert Michel Zarif, em parceria com o Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP, o Sindicato da Habitação. No mesmo intervalo, 9.413 unidades foram comercializadas, gerando uma oferta final de 6 mil novas habitações. Os números foram divulgados ontem no Encontro Secovi do Mercado Imobiliário da Baixada Santista.

Em termos de participação, a cidade de Praia Grande registrou o melhor desempenho no volume de unidades lançadas (45%) e vendidas (50%). Na sequência, vieram Santos (36% e 33%), Guarujá (15% e 13%) e São Vicente (4% e 4%). O grande destaque ficou por conta dos imóveis de 2 dormitórios, que lideraram os lançamentos (50%) e as vendas (53%) no período de 36 meses. O segmento de 1 dormitório aparece na sequência, com 20% e 19% de participação, respectivamente; seguido pelo de 3 dormitórios (19% e 18%); 2 dormitórios econômicos (8% e 7%); 1 dormitório econômico (2% e 2%); e 4 dormitórios (1% e 1%). Confira a seguir a quantidade de unidades lançadas e vendidas por tipologia:

Descontando o total de imóveis comercializados (9.413) do volume lançado (15.413) nos 36 meses considerados, a oferta final totalizou 6 mil, o que representa um aumento de aproximadamente 3% em relação ao estoque total registrado em maio de 2015 (5.836 unidades). Nesse universo, destacam-se os imóveis de 2 dormitórios (2.749 unidades) e, na sequência, aparecem os de 1 dormitório (1.270), 3 dormitórios (1.250), 2 dormitórios econômicos (522), 1 dormitório econômico (129) e 4 dormitórios (80).

Para o diretor Regional do Secovi na Baixada Santista, Carlos Meschini, o momento agora é de otimismo para o setor. “Após um primeiro semestre conturbado, com incertezas nos campos econômico e político, chegou a hora de nos prepararmos para a retomada do crescimento”, avalia: “Os números mostram que o mercado da Baixada Santista está ativo e cheio de boas oportunidades de negócios para quem pretende investir ou conquistar o sonho da casa própria”.

A íntegra do estudo está em www.secovi.com.br/files/Arquivos/estudo-do-mercado-imobiliario-da-baixada-santista-2016.pdf