Edição 292Maio 2019
Quinta, 23 De Maio De 2019
Editorias

Publicado em 2/05/2019 - 7:56 am em | 0 comentários

Divulgação

Regras básicas que devem ser seguidas por quem pratica sexo casual

Temperatura esfria e favorece encontros mais intimistas

Regras básicas que devem ser seguidas por quem pratica sexo casual

O sexo casual está cada vez mais presente na vida de homens e mulheres que estão também mais abertos para conhecer pessoas fora de seu convívio diário. Com a proximidade da estação mais fria do ano, férias e viagens, os praticantes de encontros casuais aproveitam para conhecer alguém diferente. A queda da temperatura favorece encontros mais íntimos, em lugares menos abertos e em ambientes onde a troca de olhares e as conversas ao pé da orelha ocorrem com mais frequência e que podem terminar em uma cama.

O sexo casual é bom porque não implica compromisso, não obriga a organizações de agenda e implica (quase) sempre em alguma novidade, excitação ou adrenalina. Porém, é importante que as pessoas que procuram pelo sexo casual jamais quebrem algumas regras básicas deste jogo de sedução e prazer, conforme orienta a sexóloga Carla Cecarello, consultora do site de relacionamentos C-date, em www.c-date.com.br

No Brasil, desde 2012, C-date (do inglês Casual Date ou Encontro Casual) possui cerca de 5 milhões de usuários e média de 20 mil novos cadastros diariamente. O site possui cerca de 51% de perfis femininos entre 25 e 50 anos e 49% de usuários masculinos, entre 25 e 55 anos. O novo papel da mulher na sociedade, muito mais comprometida com o sucesso da carreira profissional e dos estudos, foi o estopim para os sites de relacionamento como C-date.

As mulheres passaram a dedicar mais tempo à profissão e aos seus projetos de vida e menos tempo às questões emocionais como namoro, compromissos sérios ou paixões. Elas quebraram um tabu sobre o sexo e hoje dizem o que querem e como querem, sem envolvimento. Para as relações sexuais sem compromisso e com desconhecidos, no entanto, é importante observar que trata-se de uma noite e mais nada. “Nem todas as pessoas, mesmo quem já sabe como funciona, estão preparadas”, diz Carla. Por isso, existem regras que devem ser seguidas, conforme aponta a sexóloga e consultora.

Confira as cinco regras do encontro casual:

  1. Sexo sem compromisso. De nada adianta você entrar num jogo cuja primeira e mais importante regra é não querer compromisso. Quem procura por sexo casual sabe que não haverá outra oportunidade, tampouco troca de telefones, endereços, intimidades sobre local de trabalho, estudos ou mesmo dia a dia. Por isso é sexo casual, distinto do sexo praticado dentro de um relacionamento. A regra impõe que os envolvidos decidam ter um encontro sexual quando lhes convém e jamais estão limitados a uma única pessoa. Por isso, no dia seguinte não tem de ligar para saber se foi “bom ou ruim”. Se, por acaso, vê-lo (a) com outra/o não adianta ficar com ciúmes. A relação é aberta e se rolar uma segunda vez será por decisão de ambos, jamais porque querem compromisso sério.
  2. Relação sem emoções. Justamente por causa de não haver compromissos, são proibidos presentes, telefonemas, e-mails, recadinhos do telefone que não sejam apenas para uma tentativa de repetir o encontro. Caso não haja mais interesse é passar para outra/o e seguir a vida. A regra do sexo casual estipula que este jogo é sexo puro e deve considerá-lo como tal. Se houver emoção, o prazer erótico pode transformar-se em sofrimento para um dos dois amantes. Por isso, esqueçam as emoções para que o ciúmes e o desprezo fiquem longe, pois, se passar do sexo, um amor não correspondido pode se tornar em sofrimento.
  3. Discrição acima de tudo. Neste jogo todo silêncio é de ouro e muito bem vindo. A discrição e o mistério tornam uma relação casual secreta e excitante para muitos dos praticantes. Por isso, é importante e altamente aconselhável que se tenha consciência e discrição sempre. Um descuido pode ser fatal e acabar com todo o mistério, além de causar sérios danos para a intimidade e a privacidade de cada pessoa. Por exemplo, quem deseja o mistério dos encontros casuais gosta de confiar essa parte do jogo a pessoas desconhecidas, porque não terá a informação de sua vida sexual aberta a conhecidos que podem julgar e causar desconfortos, revelando seus segredos a outros, como suas vontades e práticas.
  4. Arrependimentos jamais. Se o objetivo é apenas uma noite de sexo casual e nada mais, então é melhor que isso seja feito com um estranho, alguém que você não ame, não goste ou respeite. As ocasiões não escolhem quem, mas é melhor não se recordar desta pessoa, pois quando a encontrar numa próxima vez pode recusar sem arrependimentos. Ou seja, se tiver consciência pesada do que faz enquanto sexo casual, de nada adianta estar no jogo. É preciso entender essa regra para compreender que sexo casual é sexo e nada mais.
  5. Visual que agrade. Jamais se vista vulgarmente e jamais repita a mesma roupa íntima, pois seria muito estranho uma cena ser exatamente igual quando todos os outros elementos são diferentes. Incluem-se nestes diferentes os amantes (eles ou elas) já que se espera deles que sejam atrativos enquanto praticantes do mesmo jogo. Então, se o encontro casual tem como objetivo a carga sexual, a luxúria e a paixão, os praticante devem se lembrar de se vestirem de forma sexy para que o encontro erótico valha a pena.