Edição 308Setembro 2020
Quinta, 22 De Outubro De 2020
Editorias

Publicado em 16/04/2020 - 7:09 am em | 0 comentários

Divulgação

Incidência de Covid-19 em Santos é cinco vezes maior que no Brasil

Óbitos confirmados: Santos supera cidades da região

Incidência de Covid-19 em Santos é cinco vezes maior que no Brasil

A incidência proporcional de Covid-19 em Santos é cinco vezes maior que em todo o país e quase três vezes maior que no estado de São Paulo. Relativamente ao tamanho da população, a cidade possui mais casos que a capital paulista, epicentro da pandemia no Brasil.

Os índices são baseados em informações oficiais do Ministério da Saúde e das secretarias municipais de Saúde. O coeficiente de incidência é calculado pelo governo federal em cada um dos estados com base no número de casos confirmados a cada um milhão de habitantes.

Em Santos, o índice apurado na última terça-feira 14 foi de 623,11, enquanto a cidade de São Paulo chegava a 621,41, o estado a 227,11, a Baixada Santista a 260,9, e o Brasil a 119,05.

“Infelizmente, os números apontam um aumento bastante significativo dos contágios. O coeficiente de incidência é um indicador importante do novo coronavírus. Isso exige que a gente adote medidas com responsabilidade”, analisa o prefeito Paulo Alexandre Barbosa, que manteve as medidas de quarentena até 22 de abril, quando haverá nova avaliação do avanço da pandemia.

Em quantidade de óbitos por habitante, com índice de 41,54, Santos também apresenta incidência superior às registradas na Baixada Santista (16,62), no estado (16,84) e no país (7,22).

Quanto à letalidade, Santos está próximo da média nacional, com 6,7% de mortes entre os casos confirmados da doença. No Brasil, o percentual é de 6,1%, enquanto no estado paulista o índice sobre para 7,4%.

Em Santos, dos 21 óbitos registrados até ontem em decorrência do novo coronavírus, 18 foram de pacientes com mais de 60 anos. Segundo o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 19,2% da população da cidade é idosa, o que representa atualmente um grupo de cerca de 83 mil pessoas entre os 433.331 habitantes estimados.

Responder