Edição 294Julho 2019
Segunda, 19 De Agosto De 2019
Editorias

Publicado em 14/06/2019 - 7:51 am em | 0 comentários

Divulgação

Curso de identificação e cuidados de abelhas em Bertioga

A importância da sobrevivência desses insetos para a vida humana

Curso de identificação e cuidados de abelhas em Bertioga

Devido ao alto número de mortes de abelhas (de dezembro/2018 a fevereiro/2019 foi registrado meio milhão no Rio Grande Sul, Santa Catarina, São Paulo e Mato Grosso do Sul!), e a importância da sobrevivência desses insetos para a vida humana, o Sesc Bertioga – Reserva Natural realiza amanhã o curso “Identificação e Cuidados com Meliponários – Abelhas sem Ferrão”, ministrado pelo hoteleiro e meliponicultor Glaucio Campanatti. A ideia é ensinar a identificar espécies e a manter saudáveis os meliponários, que são várias colmeias de abelhas sem ferrão de vários tipos.

Seguindo o mesmo tema ambiental, o Sesc Santos tem a oficina “Agricultura Biodinâmica: Conceitos e Preparados”, que apresenta a  agricultura biodinâmica numa abordagem sistêmica da propriedade rural, manejando-a como organismo vivo. As atividades são parte da programação especial e gratuita em celebração ao mês do meio ambiente, no projeto “Ideias e Ações para um Novo Tempo”, iniciativa vinculada ao programa de Educação para a Sustentabilidade, mantido pela instituição. O projeto traz cerca de 200 atividades, distribuídas entre as 40 unidades do Sesc no estado de São Paulo, além da 10º Conferência Internacional de Educação Ambiental e Sustentabilidade – O Melhor de ambos os Mundos (Best of Both Worlds), realizada no Sesc Sorocaba.

O “Ideias e Ações para um Novo Tempo” é um projeto permanente, criado em 2012, com ações realizadas durante todo o ano nas unidades do Sesc no estado de São Paulo. Tem como objetivo identificar iniciativas que conciliam aspectos sociais, econômicos, ambientais e culturais nos seus modos de vida, produção e trabalho, além de compartilhar práticas, saberes e experiências socioambientais voltadas ao cuidado com o ambiente e com as pessoas, associadas ao desenvolvimento do território local. Para isso, durante todo o mês de junho, o projeto intensifica suas ações no intuito de integrar os representantes das diversas iniciativas socioambientais mapeadas, além de promover o diálogo entre o público geral e as iniciativas que transformam a realidade numa perspectiva responsável, justa, ética e sustentável.

Para Danilo Santos de Miranda, diretor do Sesc São Paulo, as temáticas socioambientais compõem uma importante agenda, especialmente em razão da complexidade dos dilemas da vida contemporânea e de suas consequências para as sociedades atuais e vindouras. E complementa: “Diante deste desafio, o Sesc atua na perspectiva dos processos de educação para a cidadania, valorizando o debate em torno dos direitos e deveres do cidadão, como forma de encontrar caminhos e respostas diante da complexidade destas questões”.

Além da programação especial em todas as unidades, o Sesc SP realiza a 10ª Conferência Internacional de Educação Ambiental e Sustentabilidade – o melhor de ambos os Mundos (Best of Both Worlds), iniciado na quarta-feira e que encerra amanhã, no Sesc Sorocaba, com palestras de importantes nomes do ativismo socioambiental, como o indiano Manish Jain, Antônio Nobre, Sonia Guajajara e Célio Turino; mesas de debates; apresentação de pôsteres; oficinas e intervenções culturais. A realização é em parceria com a Esalq/USP – Laboratório de Educação e Política Ambiental (OCA) e a Universidade Federal de Alfenas.

A programação completa por unidade e detalhes sobre a conferência estão disponíveis em http://bit.ly/2LxzaQP