Edição 309Outubro 2020
Quinta, 29 De Outubro De 2020
Editorias

Publicado em 1/07/2020 - 7:20 am em | 0 comentários

Divulgação

Cuidados para evitar a disseminação do coronavírus na construção civil

Limpeza das mãos é prática essencial

Cuidados para evitar a disseminação do coronavírus na construção civil

A construção civil é um dos segmentos que não interromperam as operações em razão da pandemia do novo coronavírus, sendo necessária a adoção de precauções específicas para evitar a transmissão no canteiro de obras. “A higienização das mãos e a redução do contato social são duas práticas que se tornaram fundamentais no combate à Covid-19”, afirma Altino Cristofoletti Junior, CEO da Casa do Construtor, rede de franquias de locação de máquinas e equipamentos de pequeno porte para a construção civil, que listou cuidados importantes para garantir segurança e saúde dos trabalhadores.

Oferecer os itens de limpeza. A limpeza das mãos é uma prática essencial para evitar a propagação do coronavírus. Por isso, deve-se assegurar que a obra tenha todos os itens necessários de limpeza, como sabonetes líquidos e toalhas de papel nos banheiros. Além de disponibilizar esses materiais, deve-se incentivar os trabalhadores a realizarem a higienização das mãos com frequência.

Disponibilizar álcool gel nos ambientes de trabalho. O álcool em gel também é um parceiro fundamental para combater o vírus, pois ajuda a higienizar as mãos quando não é possível usar água e sabão. Por isso, é importante que todos os ambientes de trabalho tenham esse item com fácil acesso. Afinal, de nada adianta orientar os profissionais na obra e não oferecer as condições necessárias para a higienização.

Aumentar o rigor com a limpeza de áreas comuns. É fundamental aumentar o rigor com a limpeza de áreas comuns e equipamentos, além de intensificar a higienização de maçanetas, pias e outras superfícies com as quais os profissionais tenham contato frequente – o novo coronavírus sobrevive até 24 horas em algumas superfícies.

Promover e incentivar o uso de máscaras. O uso de máscaras é medida essencial para evitar a disseminação do vírus. Máscaras caseiras, feitas de tecido, precisam ter pelo menos duas camadas de pano (ou seja, dupla face). Os materiais para confecção podem ser tecidos de algodão, tricoline e TNT, e as máscaras devem cobrir totalmente o nariz e a boca. Além disso, as máscaras devem ser trocadas quando estiverem úmidas e lavadas pelo próprio indivíduo, com sabão ou água sanitária, permanecendo de molho por cerca de 20 minutos. No caso de uso de máscaras descartáveis, elas também devem ser descartadas quando úmidas. E, para todos os casos, é fundamental a orientação de que as máscaras são de uso individual e, por isso, jamais devem ser divididas ou compartilhadas.

Responder