Edição 272Setembro 2017
Terça, 17 De Outubro De 2017
Editorias

Publicado em 26/05/2017 - 8:25 am em | 0 comentários

Divulgação

Construtora contra a exploração sexual de crianças e adolescentes

Ações em canteiros de obras, escritórios e plantões de atendimento

Construtora contra a exploração sexual de crianças e adolescentes

Com foco na responsabilidade social, o Grupo Pacaembu colabora com o Instituto Liberta na campanha contra a exploração sexual de crianças e adolescentes. O objetivo é provocar um choque de consciência e ampliar as chamadas para o Disque 100, que recebe denúncias sobre abusos.

O Grupo Pacaembu, que tem sede em São José do Rio Preto, no interior do Estado de São Paulo, definiu uma série de ações em seus canteiros de obras, escritórios e plantões de atendimento. Em maio, quando no dia 18 é lembrado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a construtora intensificou a campanha, repercutindo a mensagem a todos os seus colaboradores.

“Temos milhares de colaboradores trabalhando em nossos empreendimentos em todo o Estado de São Paulo e entendemos a complexidade da questão”, comentou Eduardo Almeida, presidente do Grupo Pacaembu: “Por isso, apoiamos essa proposta de enfrentamento para conscientizá-los sobre a gravidade do problema, estimulando as denúncias e a proteção da infância, levando a orientação ao local de trabalho”.

De acordo com o Instituto Liberta, a exploração sexual de crianças e adolescentes no Brasil tem números alarmantes. A estimativa é de que a cada hora 750 crianças sofrem algum tipo de violência no país. Mais de 500 mil crianças e adolescentes são vítimas de exploração e a maioria tem entre 7 e 14 anos.

A área de Recursos Humanos do Grupo Pacaembu criou peças, como e-mail de comunicação interna com vídeos educativos a respeito do tema, cartazes, faixas e marcadores de página para disseminar a mensagem e divulgar os canais de denúncia em todos os empreendimentos, escritórios e plantões.

O Instituto Liberta nasceu no final de 2016 por iniciativa de Elie Horn que, como membro do GivingPledge, assumiu o compromisso de doar parte do seu patrimônio pessoal para causas sociais e elegeu como missão combater a exploração sexual de crianças e adolescentes no Brasil em todas as suas formas.

O Grupo Pacaembu atua há mais de 20 anos na construção de empreendimentos residenciais de interesse social, contemplados no Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal. O portfólio de obras abrange mais de 45.000 unidades habitacionais comercializadas em todo o Estado de São Paulo.