Edição 285Outubro 2018
Quarta, 14 De Novembro De 2018
Editorias

Publicado em 15/05/2018 - 10:14 am em | 0 comentários

Divulgação

Como enfrentar a tristeza materna no pós-parto

Baby blues: geralmente, está ligado às mudanças hormonais

Como enfrentar a tristeza materna no pós-parto

O nascimento de um bebê pode desencadear emoções ambíguas, que caminham da expressão da alegria ao medo e ansiedade. Também conhecido como tristeza materna, o baby blues atinge até 60% das mães, e acontece nos primeiros dias que seguem o parto, podendo durar até duas semanas.

De acordo com a psicóloga e professora do curso de Psicologia da Univeritas/UNG, Silvia Sueli de Souza Maia, a maior diferença entre depressão pós-parto e baby blues é que o baby blues passa com o tempo, e a depressão precisa ser tratada: “Muitas mães passam pelo baby blues, também chamada de tristeza materna, que ocorre após o parto e que, geralmente, inclui mudanças de humor, episódios de choro, ansiedade e dificuldade em dormir”.

Quais são os sintomas de baby blues?

Os sintomas podem incluir mudanças de humor, ansiedade, tristeza, irritabilidade, sensação de cansaço e exaustão, choro fácil, concentração reduzida, problemas de apetite, além de dificuldades para dormir.

Existe tratamento para o baby blues?

Além do fator hormonal, este é um período em que ocorrem grandes mudanças com a chegada do bebê: na rotina, no sono, na alimentação e nos papéis relacionais familiares. A dedicação e tempo com o filho são intensos. A amamentação e os cuidados com o bebê tomam grande parte do dia da mãe. Esses fatos conduzem a mulher a um estado emocional de introspecção e regressão. Não se evidencia a necessidade de um tratamento intensificado, mas é de suma importância o apoio do pai e da família. Assim, os hormônios se regulam, uma nova rotina se instaura e o baby blues tende a se destituir num prazo de duas a três semanas. Neste contexto, preservam-se as demandas do bebê e a mãe constrói a maternidade.

Quanto tempo o baby blues dura?

Os sinais, geralmente, duram de apenas alguns dias a uma semana ou duas depois do nascimento do bebê.

O baby blues pode aparecer antes de o bebê nascer?

O baby blues se caracteriza por um estado regressivo e melancólico, em que a mulher, muitas vezes, surge emotiva, insegura, além de apresentar choro contínuo, sem motivos. Geralmente, está ligado às mudanças hormonais e ocorre três ou quatro dias depois do parto, quando a produção do leite inicia.

Quais as causas do baby blues?

A condição psicológica, embora não seja a única causa, pode interferir no surgimento do baby blues, deixando a mãe mais vulnerável. A mulher necessita apresentar uma tendência biológica, que pode ser caracterizada por uma história prévia de depressão na família, ou até a própria mãe já ter desenvolvido a doença em outra etapa de sua vida. Por esse motivo, é importante observar se as gestantes já enfrentaram transtornos psiquiátricos ao longo da vida e conversar com o obstetra e buscar informação antes mesmo do bebê nascer.