Edição 310Novembro 2020
Terça, 01 De Dezembro De 2020
Editorias

Publicado em 29/12/2015 - 8:45 am em | 0 comentários

Divulgação

CDHU entrega 120 apartamentos populares em Santos

Projeto visa a remoção de famílias que vivem na favela do Dique da Vila Gilda

CDHU entrega 120 apartamentos populares em Santos

O Governo do Estado e a Prefeitura de Santos entregaram ontem mais 120 unidades do Conjunto Habitacional Caneleira, no bairro Caneleira, na Zona Noroeste. Conforme destacou o secretário de Estado da Habitação, Rodrigo Garcia, é fundamental a parceria na viabilização do atendimento habitacional: “Existe um esforço muito grande da prefeitura de Santos, do governo federal, e do governo estadual, que investiu até o momento mais de 20 milhões para a realização destas obras. O mais importante é que cada família contemplada só vai pagar R$ 118,00 por mês pela sua casa própria. São famílias que agora vão ter dignidade”.

O empreendimento integra o Projeto “Desenvolvimento Sustentável do Litoral Paulista” e contará com um total de 680 moradias, das quais 160 foram entregues em 2014. Por meio da CDHU, o governo estadual está fazendo um aporte de R$ 20,3 milhões para a conclusão da obra, que é executada pela Cohab Santista. “É impossível fazer um conjunto como este sem fecharmos importantes parcerias. Temos que agradecer à Caixa Econômica e a Prefeitura de Santos, que não mediram esforços. Todo este empenho resultou neste belo condomínio que se concretiza no sonho de 120 famílias”, afirmou o vice-governador Márcio França.

A parceria com o município tem como objetivo a remoção de famílias que vivem na favela do Dique da Vila Gilda, um dos maiores assentamentos em palafitas do país, permitindo assim a urbanização e a recuperação ambiental desse núcleo. Essas famílias são transferidas de moradias extremamente precárias para um conjunto com infraestrutura completa. Os apartamentos possuem dois dormitórios, sala, cozinha e banheiro, distribuídos em 44,50 m² de área construída. Os imóveis contam com piso cerâmico em todos os cômodos, azulejos até o teto no banheiro e nas paredes hidráulicas da cozinha e esquadrias em alumínio. O residencial será composto por 34 blocos divididos em três condomínios, com paisagismo, ruas pavimentadas, vagas para carros e medidores individualizados de água e gás.

O convênio firmado em janeiro de 2014 entre a CDHU e a prefeitura tem como objeto o repasse de recursos financeiros à Cohab Santista para construção de 1.800 unidades habitacionais. Além do Conjunto Caneleira, a parceria contempla também a produção de mais 1.120 moradias do empreendimento Tancredo Neves III para famílias que vivem nas favelas Dique da Vila Gilda, Jardim São Manoel, Vila dos Criadores e Butantã. Ao todo, o Governo do Estado investirá R$ 54 milhões nos dois empreendimentos para compor a contrapartida do município de Santos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e no Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS), ambos do governo federal.

O Projeto “Desenvolvimento Sustentável do Litoral Paulista” tem como foco intervenções para atendimento habitacional em áreas de risco e recuperação ambiental em 16 municípios do litoral (Ubatuba, Caraguatatuba, São Sebastião, Ilhabela, Guarujá, Bertioga, Cubatão, Santos, São Vicente, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém, Peruíbe, Iguape, Cananéia e Ilha Comprida).

Entre as metas do projeto está o atendimento de 25 mil famílias que ocupam áreas de risco socioambiental e zonas de pressão, sendo que 16 mil delas serão reassentadas em novas moradias e as outras 9 mil famílias serão beneficiadas com obras de urbanização.

Entre as autoridades, presença do prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, e o presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), Marcos Penido.

Responder