Edição 275Dezembro 2017
Segunda, 18 De Dezembro De 2017
Editorias

Publicado em 16/09/2016 - 10:21 am em | 0 comentários

Divulgação

5,9 milhões de doses de vacinas para atualizar caderneta de saúde

Campanha de multivacinação protege contra 18 doenças

5,9 milhões de doses de vacinas para atualizar caderneta de saúde

 A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo promove a partir de segunda-feira uma campanha para colocar em dia a vacinação de crianças paulistas com cinco anos incompletos, e pré-adolescentes e adolescentes na faixa de 9 a 15 anos incompletos.

O objetivo é conferir a caderneta e aplicar, gratuitamente, as doses em atraso, conforme a faixa etária e a situação vacinal de cada um. No total, serão distribuídas 5,9 milhões de doses às cidades paulistas, contabilizando os quantitativos destinados à multivacinação e à imunização de rotina prevista para o mês de setembro.

Entre segunda-feira e 30 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, 34 mil profissionais da saúde estarão mobilizados em 5.325 postos de saúde fixos e volantes em todo o estado de São Paulo.

Somente na capital, há 471 fixos e 15 volantes. Somando demais cidades da Grande São Paulo, são 576 e 21, respectivamente. No interior e litoral há outros 2.854 postos fixos e 1.388 volantes. Além disso, haverá suporte de 2.036 veículos, 3 barcos, 17 ônibus, trem (região de Registro) e outras formas de transporte disponibilizadas com apoio dos municípios paulistas.

No sábado, 24 de setembro, também deverá ocorrer o “Dia D” da campanha.

A multivacinação contempla 13 tipos de vacinas, que protegem contra 18 doenças: BCG, que protege contra a tuberculose; rotavírus, contra um dos principais agentes causadores de diarreia; poliomielite, contra a paralisia infantil; pentavalente, contra a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e Haemophilus influenza tipo b (Hib); pneumocócica conjugada 10-valente; meningocócica conjugada C; trivalente, contra sarampo, caxumba e rubéola; além das vacinas contra febre amarela, gripe, varicela, hepatite A e a vacina contra o HPV, que previne o câncer de colo de útero e verrugas genitais.

Os pais ou responsáveis devem levar a caderneta de vacinação das crianças e jovens para conferência das doses em atraso. Se o documento foi perdido ou extraviado, a recomendação é procurar o mesmo posto no qual a criança foi vacinada anteriormente, para acesso ao arquivo.

“Durante as duas semanas previstas nesta campanha, as equipes trabalharão intensamente para conferir e atualizar as cadernetas de vacinação da população-alvo com o objetivo de melhorar a cobertura vacinal e, assim, garantir a imunização das crianças e adolescentes contra 18 doenças”, afirma Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria.