Edição 309Outubro 2020
Terça, 27 De Outubro De 2020
Editorias

Publicado na Edição 308 Setembro 2020

Divulgação

Tecnologias para um novo normal

Uso de luz ultravioleta para eliminar vírus, fungos e bactérias

Tecnologias para um novo normal

Prestadora de serviços de TI, a Sonda desenvolveu soluções e reinventou aplicações para tecnologias já existentes, que antes se destinavam a outras finalidades, e que, neste momento de pandemia, trazem mais segurança e higiene a ambientes, como ônibus, aeroportos e até as empresas.

Uma das novidades é o uso de luz ultravioleta para eliminar vírus, fungos e bactérias de objetos e ambientes abertos ou fechados, por meio de luzes inteligentes em elevadores, ventiladores, túnel de desinfecção, ou até compartimentos higienizantes onde são armazenados alimentos.

“Com essa tecnologia, por exemplo, usando lâmpadas inteligentes na cabine do motorista, é possível desinfetar um ônibus em apenas cinco minutos”, conta Marco Moniz, diretor da Sonda.

Para proporcionar a segurança das pessoas que utilizam o transporte público, foi desenvolvido o higienizador automático, com funcionamento intuitivo e prático. Basta a pessoa pagar a passagem com a aproximação do bilhete que o equipamento acenderá uma luz de LED, com alerta sonoro, avisando que o passageiro já pode colocar a mão no local indicado para receber a quantidade necessária de álcool. O equipamento só dispara o líquido/gel ao identificar proximidade, evitando desperdício ou acionamentos indesejados, e a reposição do álcool é feita mensalmente. A empresa pensou nas necessidades relacionadas à medição de temperatura, por meio de câmeras termográficas capazes de detectar a temperatura de até 30 pessoas por vez, com diferença de 0,5º para mais ou menos; dispositivos para o reconhecimento facial que podem ser tão pequenos quanto uma micro câmera e verificam tanto se a pessoa está de máscara, quanto a temperatura corporal. A velocidade de detecção é de 0,5 segundo e a distância máxima pode ser de 3 metros (para verificação de máscara) ou 50 cm (para temperatura); controle de temperatura móvel, com câmeras que podem ser instaladas a até 1,5 metros de altura e possuem algoritmo de medição, aumentando a confiabilidade.

Responder