Edição 275Dezembro 2017
Segunda, 18 De Dezembro De 2017
Editorias

Publicado na Edição 256 Maio 2016

Acervo FAMS

A maior caixa d’água da América Latina

Túnel Reservatório Santa Tereza-Voturupá, foto de 1981

A maior caixa d’água da América Latina

Construído entre as décadas de 70 e 80, quando a situação do abastecimento de água em Santos era crítica, o Reservatório-Túnel Santa Tereza-Voturuá até hoje ostenta o título de “O maior da América Latina”. É um gigante de números expressivos. Em seus 1.100 metros de escavações entre galerias e reservatórios dentro do maciço rochoso que divide a ilha de São Vicente, apresenta túneis com 20 metros de altura (o equivalente a um prédio de seis andares) e 15 metros de largura (o que daria para uma estrada de quatro pistas de rolagem). Em relação à água, são simplesmente 110 milhões de litros, o equivalente a 44 piscinas olímpicas cheias até a borda. É água[ que não acaba mais!

O alerta pela necessidade de um sistema de abastecimento de água para as temporadas de Verão vieram durante as obras da construção da primeira pista da Rodovia dos Imigrantes. A expectativa de um boom imobiliário e demográfico eram enormes, dada a facilidade de acesso que haveria entre a Baixada Santista e a capital. Santos só possuía os reservatórios do Saboó Alto (25 milhões de litros) e Barbosa Alto (9 milhões de litros), insuficientes para a demanda que se projetava para os anos 1970.

Depois de estudar várias alternativas de lugares, os técnicos do Estado perceberam que era possível utilizar a cadeia de morros da Ilha de São Vicente para “esconder” a imensa caixa d’água.

Iniciadas em 1979, as obras de construção do reservatório-túnel consumiram dois anos de trabalhos nas entranhas do maciço rochoso santista e tiveram que obedecer um plano de ação bastante calculado. Duas galerias de acesso foram construídas (uma do lado do bairro do Marapé, em Santos, e outra do lado vicentino, no Voturuá).

A obra foi concluída em março de 1981, quando ocorreu a última concretagem do piso do reservatório e a instalação das tubulações. Inaugurado com grande festa, o túnel chegou a ser aberto para a visitação da população. E, para surpresa de muitos, até hoje sustenta o abastecimento da cidade, sem problema algum de falta d’água.

Conheça o trabalho desenvolvido pela Fundação Arquivo e Memória de Santos: acesse o site www.fundasantos.org.br