Edição 287Dezembro 2018
Terça, 18 De Dezembro De 2018
Editorias

Publicado na Edição 284 Setembro 2018

Luiz Carlos Ferraz

Atender o consumidor de forma eficiente

Atender o consumidor de forma eficiente

Garantir a boa experiência do consumidor e atendê-lo de forma eficiente é um grande diferencial das empresas, principalmente as que atuam no mundo digital, segundo pesquisa da consultoria Bain & Co, que apurou que um cliente tem quatro vezes mais chances de desistir de um produto ou serviço caso encontre problemas no seu atendimento. Por isso, cada vez mais as empresas estão investindo no Customer Success (CS) ou Sucesso do Cliente, como busca a Loja Integrada (www.lojaintegrada.com.br), plataforma para criação de lojas virtuais, com 700 mil lojas criadas.


O déficit habitacional brasileiro é estimado em 7,7 milhões, com impacto na vida de mais de 33 milhões de brasileiros, sendo que 91% desse déficit está concentrado em famílias com renda de até três salários mínimos. Além disso, 45% da população não têm acesso a serviços adequados de esgoto; 8,3 milhões moram em áreas de risco de desastres naturais; e 40% dos domicílios são considerados inadequados, ou seja, sem coleta de lixo, rede de esgoto e água, ventilação e iluminação adequados.


Captação de recursos, direito, comunicação e contabilidade são os temas do próximo “Profissionalizar para Transformar o Terceiro Setor”, ciclo de palestras promovido em 25 de outubro, na Fundação Instituto de Administração, na capital paulista, numa iniciativa do Observatório do Terceiro Setor e Fundação Salvador Arena, com apoio da Associação Científica e Cultural das Fundações Colaboradoras da USP, da Fundação IDI e da Fundação Sinhá.


Na passagem do Dia Mundial sem Carro, em 22 de setembro, o Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde revelou que o número de pedestres e ciclistas que morreram no trânsito no estado de São Paulo reduziu 36,3% e 32%, respectivamente, em 10 anos. Entre os anos de 2007 e 2016, o número de pedestres vítimas de acidentes de trânsito caiu de 2.197 para 1.398. Já o de ciclista, reduziu de 322 para 220. No Brasil, o percentual mostra redução de 36,2% de óbitos de pedestres e 23,4% de mortes de ciclistas em vias de trânsito.

CARTAS para esta coluna: Jornal Perspectiva, Consumidor & Cidadania, e-mail: redacao@jornalperspectiva.com.br