Edição 275Dezembro 2017
Sábado, 16 De Dezembro De 2017
Editorias

Publicado na Edição 259 Agosto 2016

A comissão de corretagem na compra da casa própria

A comissão de corretagem na compra da casa própria

Marco Aurélio Luz, presidente da Associação dos Mutuários de São Paulo e Adjacências (Amspa), divulgou nota para repudiar a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de transferir ao consumidor a obrigação de pagar a comissão de corretagem na compra da casa própria. “Nós, representantes dos mutuários, acreditamos não ser justo que o comprador arque com taxas de 6% a 8% do valor do imóvel para quitar os honorários de um serviço que foi o vendedor que contratou”, diz o documento, ao frisar que a decisão “é um retrocesso na Justiça, uma vez que existem milhares de ações julgadas anteriormente pelo Poder Judiciário, reconhecendo que o repasse da cobrança da taxa de corretagem ao consumidor é abusivo”.


Sete em cada 10 jovens empreendedores acreditam que as novas tecnologias ajudam a desenvolver negócios (70,3%) e potencializam a lucratividade de suas empresas (69,2%), apurou pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) nos Estados e no Distrito Federal. A inovação é mais presente entre os empreendedores com formação universitária (63,1%).


Instituto Trata Brasil (ITB), em parceria com a Reinfra Consultoria, lançou a cartilha “Saneamento Básico e as Eleições Municipais 2016”, que traz desde princípios básicos do saneamento até informações sobre a necessidade de os municípios investirem em água e esgoto, a obrigatoriedade da elaboração dos Planos Municipais de Saneamento (PMSB), as instâncias de apoio junto ao Governo Federal, entre outros pontos. Material está disponível em www.tratabrasil.org.br


As instituições museológicas da Baixada Santista têm prazo até 13 de setembro para realizar o cadastro da fase piloto do Cadastro Estadual de Museus de São Paulo (CEM-SP) junto ao Sistema Estadual de Museus (Sisem-SP), que congrega e articula os museus do Estado visando promover a qualificação e o fortalecimento institucional em favor da preservação, pesquisa e difusão do acervo museológico paulista.


Fundação Procon-SP constatou que no primeiro semestre do ano houve aumento de 360% no número de reclamações por publicidade enganosa, feitas por desempregados em busca de melhorar suas chances de ingresso no mercado, contra agências e consultorias de recursos humanos. Dados foram comparados com o último semestre de 2015.

CARTAS para esta coluna: Jornal Perspectiva, Consumidor & Cidadania, Avenida Epitácio Pessoa, 62, Lj. 50, Boqueirão, Santos/SP, CEP 11045-300, ou por e-mail: redacao@jornalperspectiva.com.br