Edição 309Outubro 2020
Terça, 24 De Novembro De 2020
Editorias

Publicado na Edição 241 Fevereiro 2015

Sandra Netto

My Way Ponta da Praia. Ajustado ao mercado

My Way Ponta da Praia: torre única possui 27 pavimentos

My Way Ponta da Praia. Ajustado ao mercado

Sandra Netto

Neste momento em que o mercado imobiliário de Santos não vive seus melhores dias, acertar o alvo, ou seja, viabilizar com sucesso o empreendimento, é motivo de grande satisfação. Este sentimento é a marca da parceria entre a Helbor Empreendimentos S.A. e Serlam Incorporação e Construção Ltda., que entregou em fevereiro o Residencial My Way Ponta da Praia, com 100% de suas unidades vendidas, coroando um projeto ajustado às necessidades do mercado, cada vez mais em busca de qualidade com preço justo.

Implantado na Rua Egydio Martins, 160, em terreno com 2.190 metros quadrados, a torre única possui 27 pavimentos, totalizando 216 apartamentos de 1 e 2 dormitórios, com 1 suíte, com áreas privativas de 48,36 m2 e 77,50 m2, respectivamente, com 1 ou 2 vagas de garagem. A obra foi executada pela Serlam, dirigida pelo engenheiro Sérgio Novaes, que atua há 40 anos na construção civil do litoral paulista. O projeto de arquitetura é da Marchi Arquitetura, o projeto de decoração de Janaína Leibovitch Arquitetos e o projeto paisagístico de Benedito Abbud Arquitetura Paisagística.

My Way Ponta da Praia: áreas de lazer equipadas e decoradas Sandra Netto

My Way Ponta da Praia: áreas de lazer equipadas e decoradas

“Este empreendimento é um sucesso”, comemora Novaes. “O My Way Ponta da Praia foi muito bem recebido, pois atendeu um público que busca qualidade e preço. Acho que o caminho é esse, fazer um produto bom e que caiba no bolso do comprador”. Além dos apartamentos com espaços bem divididos, o diretor da Serlam destaca as diversas áreas de lazer, entregues equipadas e decoradas, distribuídas no mezanino do 4º andar, que contemplam espaço gourmet, salão de festas, salão de jogos, brinquedoteca, sauna, beauty care, fitness, playground, spa com descanso, piscinas adulto e infantil, estar, churrasqueira e forno de pizza e espelho d’água.

A Serlam possui o nível “A” no Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQP-H) e é tradicional parceira da Helbor, com a realização de inúmeros empreendimentos residenciais e comerciais em Santos e cidades da região. O elevado padrão de qualidade é um dos diferenciais nas várias fases da obra, o que exige a aplicação de modernos sistemas de gestão, especialmente em relação aos resíduos da construção, visando a preservação do meio ambiente, conforme destacou o engenheiro Novaes. Neste sentido, além de adotar a coleta seletiva, sempre que possível antes do descarte final o material foi reciclado e utilizado. No aspecto da sustentabilidade, o projeto também contemplou a implantação de caixa retardadora de água pluvial, visando não onerar a rede.

Para que os sistemas funcionem de forma adequada, junto aos encarregados da obra atuam o encarregado pelo sistema de qualidade, que realiza auditorias mensais, nas quais são gerados relatórios, em seguida encaminhados ao engenheiro responsável, para que tome eventuais medidas corretivas. Já no pós-venda, a Serlam possui um SAC, atendido por equipe de manutenção própria e com solução de 95% dos casos em até 72 horas, salvo quando se trata de problema urgente. “Temos equipe de manutenção com cinco funcionários de diferentes especialidades, pronta para atender qualquer tipo de chamado”, frisa o diretor da empresa: “Com todos esses cuidados, a Serlam entrega todos os empreendimentos no prazo com um padrão de qualidade invejável, mantido ao longo dos 40 anos em que atua no mercado da construção. Esta é a razão da satisfação de nossos clientes”.

As fundações foram executadas pela Fundesp Fundações Especiais, em estacas escavadas com lama estabilizante, com diâmetros variando de 80 cm a 130 cm, até 55 metros de profundidade, detalhou o diretor técnico da Fundesp, William Roberto Antunes.

Visando economia e agilidade na obra, a Serlam adotou fôrmas prontas para concreto da Madewal System. Conforme destaca a diretora comercial Deliane Rossetto, “para atender sempre com qualidade e tecnologia nossos clientes, no segmento da construção em concreto, e com o objetivo de preservar os nossos recursos naturais, a Madewal sistema de fôrmas pré-fabricadas se apresenta como uma solução viável para o máximo reaproveita-mento da matéria-prima e maior precisão nas estruturas, com menor custo da obra”. Deliane acrescentou que as fôrmas são desenvolvidas com chapas de madeira compensada de alto desempenho, confeccionadas com cola fenólica WBP resistente à umidade, revestidas com tego filme e madeiras de reflorestamento, com espessuras variadas para atender as diversidades de projetos arquitetônicos e estruturais, o que confere ao concreto um perfeito acabamento.

A Serlam utilizou blocos cerâmicos da City. Conforme destaca o fabricante, graças à tecnologia exclusiva da City é possível ter no Brasil o bloco 7x19x39 cm de alto desempenho, que otimiza o espaço mantendo as propriedades de resistência e isolamento térmico. Este bloco foi utilizado no My Way Ponta da Praia para a construção do shaft – que é um espaço vertical por onde passam as instalações hidráulicas e sanitárias: “As tubulações de água quente, água fria, ventilação e esgoto ficam acessíveis para manutenção, sem a necessidade de quebra das paredes”.

O engenheiro Lucelino da Costa Laranjeira, da LCL Projetos e Consultoria, foi responsável pelos projetos de instalações elétricas e hidráulicas. Com 35 anos de experiência em projetos de instalações elétricas, hidráulicas e especiais, principalmente na área institucional, como hospitais, escolas, estações elevatórias de água e esgoto, centros operacionais, esportivos e comerciais, entre outros, a LCL tem também se dedicado nos últimos anos a projetos de condomínios residenciais. Para atender às demandas elétricas da edificação foram previstas duas entradas de energia, sendo uma em baixa tensão para atender exclusivamente os apartamentos, e outra em média tensão para atender todo sistema condominial. Um sistema gerador garante o funcionamento da administração condominial em 100% do sistema de iluminação e tomadas de uso geral, assim como um elevador, bombas de drenagem e água fria, salão de festas e outras cargas importantes. As instalações elétricas dos apartamentos atendem aos pontos de utilidades usuais para a tipologia, como luz, tomadas, telefone, interfone, tv a cabo, ar condicionado e outros, com destaque para a distribuição baseada em layout do mobiliário, conforme previsto pelo projeto de arquitetura. Já o projeto de hidráulica teve o dimensionamento feito para o maximização do conforto, trabalhando-se com velocidades reduzidas para redução de turbulências e vibrações das tubulações. Duas estações redutoras de pressão, nas colunas de alimentação de água fria, e um sistema pressurizador para atender os três últimos pavimentos, garantem as pressões estáticas e dinâmicas dentro de valores otimizados para cada apartamento. Para o sistema de drenagem profunda foram previstos três sistemas de captação e recalque, sendo um deles exclusivo para os poços dos elevadores, detalhou o engenheiro Laranjeira.

A Thema Soluções forneceu o sistema de monitoramento de câmeras, central de portaria, interfones, automatização dos portões de garagem, laudo técnico junto à operadora Vivo e distribuição da rede de telefonia. O diretor comercial João Henrique da Silva destaca que a empresa está sediada em Santos desde 1987 e possui equipe treinada junto aos fabricantes, fornecendo, instalando e prestando serviços de manutenção dos equipamentos, além de consultoria necessária à atualização do sistema e aumento da segurança patrimonial. Ao apresentar congratulações à Serlam pela entrega do My Way Ponta da Praia, o diretor da Thema informou que a automação envolveu o acesso a todas as dependências do condomínio, onde foram instaladas câmeras, sistema de gravação digital, automatização, interfonia e telefonia.

A Magenta Alumínio Ltda. participou de mais este empreendimento fortalecendo a parceria com a Serlam. A empresa forneceu e instalou todas as esquadrias de alumínio, ferro e aço inox. “Destacam-se o brise e a pele de vidro instalados na fachada do edifício”, afirmou o diretor João Magenta: “Trabalhamos esta obra com cronograma antecipado de montagem e instalação, além de equipes distintas de acordo com o tipo de esquadria, afim de acompanhar o ritmo acelerado do empreendimento”.

Responder