Edição 275Dezembro 2017
Segunda, 18 De Dezembro De 2017
Editorias

Publicado na Edição 258 Julho 2016

Leandro Ayres

Ilha de Capri. Compacto com serviços

Ilha de Capri: apartamentos de 1 e 2 dormitórios no Embaré

Ilha de Capri. Compacto com serviços

Sandra Netto

A Engeplus Construtora e Incorporadora entrega em agosto o Residencial Ilha de Capri, no Embaré, em Santos. O prédio está implantado em terreno com 1.323 metros quadrados e soma 12.743 metros quadrados de construção. “Com o Ilha de Capri adotamos uma nova estratégia de mercado”, afirma o engenheiro Roberto Luiz Barroso, que ao lado do filho engenheiro, Roberto Luiz Barroso Filho, e da neta, também engenheira, Juliana Godinho Barroso, desenvolveram o projeto do residencial.

A novidade é que o projeto contempla unidades compactas de 1 e 2 dormitórios e agrega área de serviços pay per use. “Trata-se de um sistema que está sendo muito bem aceito, e que combina com a planta do edifício. É mais uma comodidade para o condômino, que pagará apenas pelo que utilizar”. Os serviços compreendem housekeeping, lavanderia, concierge e smartsnack.

O sucesso de vendas no Ilha de Capri inspirou a Engeplus a investir na construção do segundo residencial com características semelhantes, o Ibiza, na Rua São José, Embaré, totalmente com unidades de 1 dormitório e dotado de serviços pay per use. “Os resultados neste nicho de mercado são muito bons. O Ibiza vai bem e no Ilha de Capri mais de 95% foi vendido, restando apenas apartamentos de 2 dormitórios”, frisou Barroso.

Entre outros diferenciais do Ilha de Capri, podem ser destacados a excelente localização, a uma quadra da praia do Embaré, e o elevado padrão de qualidade da Engeplus, conquistado ao longo de 28 anos de atividades. Pioneira na escolha de opções sustentáveis, como o aproveitamento de água da chuva, a Engeplus tem em seu portfólio 33 projetos, a maioria residenciais com recursos próprios, mas vários prédios para terceiros.

O projeto arquitetônico do Ilha de Capri é de autoria do escritório Passarelli Zonis Arquitetura e Engenharia. A realização do empreendimento marca a história da empresa com a efetiva participação da terceira geração da família de engenheiros. Formada há dois anos no curso de Engenharia Civil da Unisanta, Juliana Godinho Barroso acompanhou a obra desde o início, em agosto de 2013.

“Estava cursando a faculdade e tive a oportunidade de acompanhar desde a demolição das casas, terraplenagem, fundação, todos os processos do prédio”, lembra Juliana: “Foi muito importante para mim como aprendizado. Coloquei em prática o que estudei na teoria e aprendi muita coisa que não seria possível apenas na sala de aula, principalmente como lidar com o ser humano”.

Para o coordenador de obras da Engeplus, engenheiro Carlos Indame, Juliana é dedicada, assim como o irmão engenheiro, Diogo Godinho Barroso (que acompanhou a obra do Fuschini Miranda Premium Office, recentemente entregue, e atua no Ibiza). “Juliana é inteligente e bastante esperta”, comentou Indame: “Sua atuação na obra demonstrou uma busca pela qualidade, que é a marca registrada da empresa”.

A torre única do Ilha de Capri compreende subsolo, térreo, dois mezaninos, 15 andares-tipo, totalizando 120 apartamentos, e cobertura coletiva. “É o edifício com mais unidades construído pela empresa”, informa Juliana, detalhando que 60 apartamentos possuem 50 metros quadrados, e 60 têm 72 metros quadrados. Os espaços de lazer estão na cobertura e incluem piscina com deck, salão de festas com churrasqueira, copa, sauna masculina e feminina, salão de jogos, academia e terraço panorâmico. Também estão na cobertura os serviços pay per use.

A solução adotada nas fundações profundas foi o sistema de estacas escavadas, que atingiram cerca de 54 metros de profundidade. “É a fundação mais adequada para a região, pois não impacta o solo e não causa vibração nos terrenos ao lado, não gerando problemas com a vizinhança, como barulho ou vibração”, destacou Juliana.

Com relação à escolha dos parceiros, a maioria é mantida a cada obra, o que se deve, especialmente, pelo atendimento, qualidade de produtos e serviços e cumprimento de prazos. Entre os fornecedores do Ilha de Capri, o projeto estrutural é de autoria do J.R. Ferrari Engenheiros Associados. Conforme destacou o engenheiro José Ricardo Fernandes Ferrari, o projeto foi elaborado visando a otimização da estrutura para implantação de lajes grandes, facilitando a retirada de alvenarias sem interferência com as vigas.

O controle de qualidade do concreto foi feito pela Teste Engenharia, do engenheiro Franco Pagani, que atua no mercado desde 1964, sendo proprietário do 1º laboratório de ensaios de materiais de Santos.

A Concreto Cortesia atuou na prestação de serviços de bombeamento e fornecimento de concreto em todas as fases da obra, desde as estacas escavadas, lajes, vigas e pilares. Segundo detalhou o gerente da empresa na Baixada Santista, arquiteto Nelson Fernandez, a confiança mútua é a marca da antiga parceria entre a Cortesia e a Engeplus, e resultou em mais uma obra de alta qualidade.

O residencial está equipado com dois elevadores Atlas Schindler da linha NeoLift, desenvolvidos com conceitos de segurança e performance, e dotados de sistemas que trazem agilidade e tranquilidade. O design tem formas ergonômicas e linhas curvas, integrando o elevador ao projeto arquitetônico. O acabamento de portas, batentes e cabina é em aço inoxidável. O elevador de serviço teve seu projeto pensado em atender as necessidades do condomínio quando da movimentação de volumes e apresenta capacidade para 12 passageiros, portas de pavimento com altura livre de 2,10 m e cabina com altura livre interna de 2,40 m. Outro diferencial é a velocidade dos elevadores, de até 150 m/min.

Fornecendo todo tipo de material de construção, desde o básico ao acabamento em geral, mais uma vez a Comercial Casa D’Água atuou como um dos principais parceiros na obra. “Estamos muito felizes por termos participado em mais este empreendimento da Engeplus, selando uma parceria de muitos anos, cumprindo prazos com pontualidade e oferecendo marcas renomadas no mercado”, comentaram os diretores da Casa D’Água, Ricardo S. Baptista e Joaquim dos Santos Neto.

A Magenta Alumínio Ltda. participou de mais este empreendimento, fortalecendo a parceria com a Engeplus. Neste empreendimento foram executados os caixilhos em alumínio branco, com destaque para a fachada frontal tipo “pele de vidro”. Este tipo de esquadria colabora com a valorização do empreendimento, afirmou o diretor João Magenta.

Os serviços em gesso foram realizados pela JG Gesso. O sistema Drywall, de gesso acartonado, foi aplicado nos forros dos terraços e banheiros dos apartamentos, além das áreas comuns e chafts, já as molduras foram colocadas na cozinha. A JG Gessos comemora 25 anos de tradição, e a parceria com a Engeplus é motivo de orgulho para os diretores Bertolino Carvalho da Silva, o Galego, e Suzete Oliveira Damasceno.

A Harco Engenharia executou o projeto e a implantação da infraestrutura do sistema de ar condicionado do tipo split em todo o empreendimento, e conforme destacou o diretor da empresa, engenheiro Edgard Lopes Hernandes, a Harco é pioneira na região a aplicar nos tubos de ar uma carga de nitrogênio (cerca de 300 libras) sob pressão e vedá-los nas pontas. O cuidado se explica, pois se o técnico escolhido pelo morador para instalar o split encontrar a mesma pressão do gás no tubo é sinal de que não há vazamento. A Harco também foi responsável pelo projeto e instalação do sistema de pressurização das escadarias de emergência, em conformidade com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) NBR 9077 e Instrução Técnica do Corpo de Bombeiros – IT 13/2011.

As pedras naturais foram fornecidas pela Marmoraria Santista. Conforme detalhou o diretor André Glerean, no piso do hall de entrada foi utilizado o granito branco Nepal polido; nos portais dos elevadores, granito preto São Gabriel; na escadaria, granito branco Nepal levigado; nas pias da cozinha, granito cinza Andorinha; nos peitoris dos apartamentos, preto São Gabriel; nos lavatórios, branco Dallas; nas soleiras, granito preto São Gabriel; e nas baguetes do WC, o branco Dallas.

O revestimento das piscinas recebeu pastilhas de porcelana da Cerâmica Atlas, no formato 5 x 5cm, destacou Fernando Ferraz, representante da Cerâmica Atlas.

A Sanchez Light Store – Eletricidade e Iluminação forneceu todas as luminárias utilizadas no Ilha de Capri, começando pelo hall de entrada, fachada, áreas comuns, espaços de lazer na cobertura e até as garagens – tudo em LED. Conforme explica o diretor e consultor de projetos da Sanchez Light Store, Pablo Angel Elias Sanchez, “entre as muitas vantagens o sistema LED oferece tecnologia e estética de alto padrão, fácil instalação e baixo consumo de energia”. A Sanchez também forneceu todas as tomadas e interruptores da Linha Nereya, da Pial Legrand.

A Thema Soluções, que há 29 anos atua nas áreas de telecomunicações, centrais de portaria, antenas coletivas, automatização de portões e de segurança eletrônica (câmeras e alarmes), forneceu e instalou o Sistema de Interfonia, Antena Coletiva e Monitoramento de Câmeras. Segundo o diretor Comercial João Henrique da Silva, os equipamentos são digitais e exigem equipe técnica treinada e especializada para sua implantação. A Thema também oferece consultoria à atualização dos sistemas e ao aumento da segurança de seu patrimônio. Ampliando a sua participação no mercado, a Thema inaugurará em breve uma loja no shopping Parque Balneário (2º piso, loja 65) em parceria com a Intelbras. No local os interessados terão um showroom para verificar de perto os lançamentos e novidades na área de comunicação e segurança eletrônica.