Edição 290Março 2019
Sábado, 23 De Março De 2019
Editorias

Publicado na Edição 287 Dezembro 2018

Divulgação

Empreendimento sustentável atrai brasileiros

Belas Clube de Campo – Lisbon Green Valley: foco ambiental em Lisboa

Empreendimento sustentável atrai brasileiros

Condomínio preferido dos brasileiros em Portugal, o Belas Clube de Campo – Lisbon Green Valley recebeu pelo segundo ano consecutivo o Prêmio Construção Sustentável e Eficiência Energética, entregue no Salão Imobiliário de Portugal 2018 (SIL). Em 2017, o condomínio recebeu a distinção pelas townhouses do empreendimento. Desta vez, a premiação envolveu o edifício de 16 apartamentos, com tipologias T1 a T3, de autoria do arquiteto Eduardo Capinha Lopes, pelas suas características inovadoras e sofisticadas.

O reconhecimento foi decisão unânime da Fundação AIP e do Conselho Estratégico do SIL – grupo de trabalho que atribui os prêmios nas diversas categorias. Segundo Gilberto Jordan, CEO do André Jordan Group, a preocupação ambiental é intrínseca à atividade da empresa e está presente em todos os projetos desenvolvidos, desde a Quinta do Lago, Vilamoura XXI, Belas Clube de Campo e no Lisbon Green Valley.

“Estamos constantemente a inovar e a procurar novas soluções que tragam benefícios aos futuros moradores”, afirmou Gilberto: “É a pensar neles, no conforto e bem-estar das famílias que dedicamos diariamente o nosso esforço em fazer mais e melhor. São projetos de longo prazo e queremos que as famílias fiquem conosco por muitos anos”.

O escritório Capinha Lopes conseguiu projetar edifício com uma arquitetura state-of-the-art, com linhas modernas e materiais sofisticados, e ao mesmo tempo integrou inovadores processos de construção sustentável, que vão permitir maior conforto ambiental e eficiência.

De acordo com o Sistema LiderA, os apartamentos inserem-se numa classe de excepcional desempenho A+, onde se destacam características como a integração local com utilização de materiais e vegetação de acordo com o entorno (área verde corresponde a 54% da área do lote), a eficiência energética por meio da seleção de equipamentos com baixos custos de funcionamento e classes energéticas adequadas (Classe A++ e A+++), sistemas de economia de energia (instalação de painéis solares para produção de águas quentes sanitárias) e de água (torneiras misturadoras, depósitos para recolha de águas pluviais, equipamentos com redutores de caudal). A utilização de materiais resistentes, como o betão e pedra mármore, permitem maior durabilidade e resistência (37% a 50% dos materiais são de origem nacional).

A primeira fase de vendas do Lisbon Green Valley foi um grande sucesso entre clientes do Brasil, responsáveis por 45% das aquisições. O empreendimento já conta com 31 famílias brasileiras.

Para celebrar o sucesso com o público brasileiro e se aproximar ainda mais do mercado, o Belas Clube de Campo realizou um roadshow no país em setembro e outubro, passando por Fortaleza, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro.