Edição 310Novembro 2020
Domingo, 29 De Novembro De 2020
Editorias

Publicado na Edição 245 Junho 2015

Leandro Ayres

A nova sede do Brasil FC!

Nova sede do Brasil FC: parceria com o Grupo Mendes

A nova sede do Brasil FC!

Por meio de mais uma parceria de sucesso, o Grupo Mendes entregou em junho a nova sede do tradicional Brasil Futebol Clube, presidido por Antonio Coelho Correa, no Bairro Aparecida, em Santos. O acordo envolveu a área do terreno do Brasil, de aproximadamente 21 mil metros quadrados, com o clube ficando com 14 mil metros quadrados e recebendo a construção de uma nova sede, com todos os equipamentos para seu funcionamento e fortalecimento social, e o terreno restante ficando para o Grupo Mendes, que projeta a implantação de duas torres residenciais de alto padrão.

O projeto para ocupação dos 14 mil metros quadrados do Brasil FC foi elaborado pelo arquiteto Roberto Saviello e a obra realizada pela Miramar Construtora, do Grupo Mendes. O conceito adotado visou compatibilizar o desenvolvimento das diferentes modalidades esportivas priorizadas pelo clube, como futebol de campo, atletismo, ginástica olímpica, entre outros, com a implantação de espaços modernos, e ao mesmo tempo criar dependências inéditas, como um amplo salão de festas.

Afirma Saviello: “No conceito arquitetônico procuramos atender as premissas do clube e, ao mesmo tempo, propor uma arquitetura leve e contemporânea, que mostrasse a jovialidade de uma agremiação centenária. O diferencial no projeto, e já está se notando este fenômeno, é a valorização do entorno e no bairro, o advento de novos sócios antes da inauguração e a aceitação da população em relação ao novo bem que a cidade recebe”.

Conforme destaca o arquiteto, o Brasil FC sempre foi um diferencial em Santos no tocante ao esporte amador, com dedicação centenária aos esportes e tradição em forjar atletas de várias categorias. De forma geral, com o advento da informática e outros atrativos, a frequência e interesse por clubes foi se deteriorando, e levando os mesmos quase a fechar as portas. “Com iniciativa do Grupo Mendes, recuperamos o Clube de Regatas Vasco da Gama, na Ponta da Praia, hoje um sucesso perante a população santista”, conta Saviello, observando que com o Brasil FC também acontecia a mesma situação: “Mais uma vez o Grupo Mendes, em acordo com a diretoria do clube, decidiu recuperar este patrimônio para a cidade”.

Entre os equipamentos, campo de futebol em grama sintética e pista de atletismo emborrachada

Entre os equipamentos, campo de futebol em grama sintética e pista de atletismo emborrachada

Saviello detalhou que a nova sede terá, no piso térreo, recepção, secretaria, elevador para portadores de necessidades especiais, sala de visitas com exposição de troféus, pista de atletismo emborrachada, fitness, salas de artes marciais e multiuso, vestiários, lanchonete com vista para o campo de futebol em grama sintética, na dimensão de 55 x 90 metros, piscina semiolímpica, de 25 x 12,5 metros, com 1,40 metro de profundidade, cinco raias, com infraestrutura para aquecimento, prainha para lazer e piscina infantil, quadra poliesportiva coberta com arquibancada, campo de futebol society de 25 x 40 (Fut 6 Oficial) e churrasqueiras.

No piso superior, salão de festas com foyer para eventos e locações, sanitários, salão para ginástica olímpica, atendendo todas as modalidades atuais.

A área descoberta predomina na nova sede do Brasil FC, sendo que a área bruta de construção totaliza aproximadamente 8 mil metros quadrados. “É um projeto bem estruturado, no qual foram encaixadas muitas modalidades de forma consistente”, destacou o coordenador das obras da Miramar, engenheiro André Fernandes, ao frisar que, além dos espaços esportivos, foi criado o salão de festas: “Esta é uma grande novidade para os associados, que nunca tiveram uma área para eventos”.

Sobre a obra, Fernandes disse que, a nível estrutural, o projeto adotou soluções que combinam o concreto e a estrutura metálica na cobertura, o que proporciona maior eficiência na ocupação. Foi utilizada fundação direta, por meio de sapatas.

O projeto incluiu sistema que só existe no Centro de Treinamento do Santos Futebol Clube, implantando uma drenagem no campo de futebol profissional (11) do tipo espinha de peixe. Existem três valas principais, com camada de brita aproximada de 30 cm, que integrada a valas secundárias e transversais fazem o escoamento da água, por meio de drenagem superficial e drenagem profunda. Por meio de sistema de canaletas em volta do campo, a água segue para o sistema público de drenagem pluvial.

Os dois campos são em grama sintética, com projeto desenvolvido por consórcio liderado pela Lisonda, especializada em pisos esportivos. A grama importada possui base drenante, o que garante o bom funcionamento de todo sistema de drenagem. No ginásio poliesportivo o piso é de poliuretano flexível, dotado de amortecedor, com garantia de 10 anos.

Conforme especificou o engenheiro André Fernandes, o acabamento da obra utilizou produtos de primeira qualidade visando o mínimo de manutenção. As escadas de serviço, por exemplo, são em mármore. Já as portas são em madeira maciça, assim como os tacos no piso do palco. Nas áreas frias foi utilizado porcelanato. Toda a iluminação é em Led, com sensores de presença, visando controle e economia no consumo de energia.

Sobre a iluminação do campo de futebol, o coordenador das obras da Miramar disse que são quatro postes de 18 metros cada um, com luminárias importadas, cada holofote com 1.000 watts, com vida útil de cerca de 10 mil horas. Ele contou que foi feito estudo luminotécnico, exigindo mínimo de 150 lumens de luminosidade e, após testes, foi constatada média de 200 lumens, ideal para a realização de jogos noturnos.

Para garantir o abastecimento de água para todo o complexo esportivo e social foi construída caixa d’água de concreto, com capacidade para 90.000 litros de água, em duas células, cada para 45.000 litros de água. O projeto definiu ainda a possibilidade de ser implantado sistema de aproveitamento da água da cobertura e do sistema de drenagem do campo, bastando apenas a realização de obras complementares.

A nova sede conta com gerador de energia Stemac, empresa nacional líder de mercado e com filiais em todo país. Com 83 KVA de potência, o equipamento tem seu acionamento automático no caso de falta de energia, e será utilizado para atender cargas das áreas comuns, garantindo o funcionamento de elevador, iluminação de corredores e escadarias, bombas de água, iluminação de emergência, câmeras de segurança e portaria. A solução em energia aplicada no clube possui características diferenciadas para ambientes agressivos, como resistência de desumidificação, proteção com dupla impregnação e pintura especial.

Entre outras empresas que atuam na obra, os serviços de rebaixamento do lençol freático foram realizados pela Drenamar Locação de Equipamentos. De acordo com o diretor Marcelo Franco, a empresa atua no ramo de locação de equipamentos para rebaixamento do lençol freático desde 1985: “Os equipamentos utilizados registram baixo consumo de energia”.

Visando economia e agilidade na obra, a Miramar Construtora adotou formas prontas para concreto da Madewal System. Conforme destaca o diretor comercial da empresa, as formas são desenvolvidas de acordo com a estrutura do empreendimento, tendo um projeto específico para cada etapa obra: “As formas são fabricadas com chapas de madeira compensada revestida com tego filme e madeira de reflorestamento, podendo assim atender as diversidades de projetos arquitetônicos e estruturais, o que confere ao concreto um perfeito acabamento”. A Madewal conta também com a Brasviga Escoramento Metálico, formando assim uma solução completa para obra.

A Lisonda fez o campo de futebol 11 profissional e o de futebol 7 society coberto, em grama sintética, além do piso do ginásio poliesportivo em poliuretano flexível. Especializada em pisos esportivos, a empresa realizou também a pista de atletismo com piso de borracha sintético, contornando todo o campo de futebol profissional. Os dois campos são em grama sintética de última geração, importada da China, e apresenta um eficiente sistema de drenagem. O projeto dos pisos esportivos foi desenvolvimento por meio de consórcio liderado pela Lisonda, com parceria da Flex Grass, que forneceu e instalou a grama sintética, como também executou o sistema de drenagem em espinha de peixe do campo de futebol profissional.

O mobiliário foi comprado da MCM Representações. Segundo informou o diretor Miguel Ferrari, a MCM forneceu o conjunto de mobiliários confeccionados com as cores do clube, em vermelho e branco. Ferrari detalhou que entre outros móveis, foram adquiridos sofás e poltronas, para o hall e as áreas sociais; espreguiçadeiras para a piscina (referência Trópico) na cor branca; mesas (referência Lupe) e cadeiras (referência Malba) para a cantina; 50 mesas e cadeiras estofadas (referência Embaixador) para o salão social; móveis para as salas de escritório (referência Atenas); e os bancos dos vestiários. Conforme destacou o empresário, a MCM Representações é especializada em assessorar seus clientes, atuando como facilitadora na busca de soluções mobiliárias para atender a necessidade de cada projeto. “Representando várias empresas conceituadas no mercado nacional de móveis, criamos uma parceria que encurta a relação entre fabricantes e empreendedores”, frisou Ferrari, ao relacionar que desde 1994, a empresa dedica-se aos setores gastronômico, hoteleiro e similares, que representam expressivo percentual de crescimento no país: “Graças ao sucesso alcançado, ampliamos nosso atendimento a condomínios, construtoras, residences, flats, clínicas médicas, laboratórios e hospitais, entre outros ambientes corporativos”.

A Incomar Esquadrias Técnicas fabricou e instalou as esquadrias de alumínio branco nas janelas, breezes e portas, informou o diretor Ronaldo Domingues Alves, ao destacar que os perfis foram fornecidos pela ASA Alumínio. Já os vidros usados são laminados e incolores e foram fornecidos pela DNA Vidros.

A Conelight Soluções Personalizadas em Iluminação executou o projeto luminotécnico da nova sede, incluindo fachada, hall social na entrada da portaria, áreas sociais de uso comum, destacando a quadra poliesportiva, salão de festa, foyer e salas de ginástica espinning. A empresa forneceu também as luminárias externas para as áreas de paisagismo e churrasqueira, luzes de emergência e luminárias decorativas com projetores de longo alcance para área das piscinas.

Parceira da Miramar Construtora, a ArquiMármore Marmoraria forneceu todos os granitos para o empreendimento. Segundo especificou o diretor Marcelo Lemos, foi utilizado o granito Branco Itaúnas na confecção de peitoris, soleiras e todos os lavatórios. Entre os diferenciais, Lemou destacou os balcões da recepção e das lanchonetes, as escadas do clube, assim como as bordas das piscinas semiolímpica e infantil, curvas e boleadas em granito flameado.

Responder