Edição 308Setembro 2020
Terça, 29 De Setembro De 2020
Editorias

Publicado na Edição 307 Agosto 2020

Pandemia agrava saúde ocular

A pandemia piorou ainda mais a saúde ocular do brasileiro, afirma o oftalmologista Leôncio Queiroz Neto, do Instituto Penido Burnier, de Campinas. Ele argumenta que a quarentena e o medo da Covid-19 fizeram muitas pessoas falharem na periodicidade das consultas oftalmológicas. Resultado: na retomada das atividades do hospital, uma das queixas mais frequentes tem sido a dor de cabeça decorrente de lentes de contato e óculos com grau desatualizado. Outra causa da dor de cabeça é o aumento de horas em frente ao computador, o que resulta em menos movimento com o globo ocular e redução de 20 para seis ou sete vezes o número de piscadas: “Por isso, quem usa computador ou celular por mais de 2 horas tem cefaleia, olho seco e visão embaçada”. Para reduzir o desconforto nos olhos, Leôncio sugere diminuir o brilho e aumentar o contraste da tela, olhar para um ponto distante com frequência, piscar voluntariamente e manter a iluminação ambiente difusa.

Responder