Edição 349Fevereiro 2024
Domingo, 25 De Fevereiro De 2024
Editorias

Publicado na Edição 306 Julho 2020

Época de investir em energia solar

Considerando que o equipamento leva tempo para começar a gerar créditos para serem utilizados no Verão, este momento no Brasil é excelente para investir em energia solar. José Vitor Salm, gerente de Pesquisa e Desenvolvimento e Suporte Técnico da Renovigi, explica os motivos para investir em painéis fotovoltaicos ainda no Inverno e as etapas para começar a gerar sua própria energia.

Planejamento do investimento. Antes de adquirir o sistema fotovoltaico, você precisa escolher uma empresa de confiança para fazer uma análise do quantitativo necessário para o local de instalação de acordo com a demanda de consumo. No site www.renovigi.com.br é possível identificar uma empresa especializada de confiança.

Avaliação da estrutura. A segunda etapa consiste em um estudo sobre viabilidade técnica para a instalação dos painéis fotovoltaicos. Os profissionais precisam avaliar se há espaço para os equipamentos, como é a estrutura do telhado para suportar peso extra, a fiação elétrica e outras questões importantes para dar segurança ao sistema.

Instalação da infraestrutura. O processo de instalação deve ser feito por uma equipe especializada, que engloba profissionais com conhecimentos em engenharia e geologia. Também é necessário instalar o inversor, responsável por levar a energia gerada pelos painéis para a rede da concessionária. Por último, efetuar a solicitação de acesso do sistema junto à concessionária de energia elétrica para que seja possibilitada a conexão do sistema com a rede elétrica local e a geração de créditos para o excedente de energia produzida.

Prazo para geração de energia solar. O prazo entre o planejamento de toda a infraestrutura, negociação e homologação do sistema de painéis fotovoltaicos pode levar de um a dois meses, dependendo do projeto. “Se você deixa para iniciar o processo nos meses de outubro ou novembro, é possível que não consiga obter o benefício da redução na conta de luz ainda no Verão”, pondera o gerente técnico.

Responder