Edição 296Setembro 2019
Domingo, 15 De Setembro De 2019
Editorias

Publicado na Edição 296 Setembro 2019

Divulgação

Tranquilidade e cenário inesquecível

Berlengas: descubra os encantos do Arquipélago

Tranquilidade e cenário inesquecível

Amenos de 100 quilômetros de Lisboa fica Peniche, com praias que atraem banhistas e surfistas, pois as ondas são propícias ao esporte. A partir de Peniche, é possível chegar a um destino incrível do país, o Arquipélago das Berlengas. Basta um passeio de 30 minutos de barco para chegar à principal ilha, a Berlenga Grande, e a paisagem é tão deslumbrante que mal se vê o tempo passar, ainda mais quando o dia está ensolarado.

Influenciadas pelos climas Mediterrâneo e Atlântico, as Berlengas têm fauna e flora únicas no mundo, o que levou o arquipélago a ser transformado em uma Reserva Natural. Por isso, ele é um refúgio exclusivo e tranquilo da costa portuguesa, com um limite de visitantes diários. Além disso, as visitas são realizadas apenas entre maio e setembro, nos meses mais quentes do ano.

Embora seja a maior ilha do arquipélago, a Berlenga Grande é pequena, com 1.500 metros de comprimento e 800 de largura. É possível dar uma volta nela caminhando em cerca de uma hora. Mas há muito o que ver e fazer por lá, a começar pela praia de areia dourada e o mar verde e cristalino.

A reserva é um ótimo lugar para o mergulho, já que a vida marinha é rica, com espécies de peixes multicoloridos. Além disso, há navios naufragados nos arredores da ilha.

Outra atividade popular é a exploração das grutas, que são acessíveis pelo mar. A mais famosa é a Furado Grande, que atravessa toda a ilha. Há ainda a Cova do Sonho e a Furado Pequeno, que só pode ser visitada quando a maré está baixa.

Também é possível fazer trilhas pela ilha ou passeios de barco para observar golfinhos e baleias, que nadam livremente nesta região.

Duas construções chamam a atenção no destino. A primeira é o Forte de São João Baptista, construído para defender o território português de ataques inimigos no século 17. A segunda é o Farol das Berlengas, que tem 29 metros de altura. Foi construído em 1840 e funciona até hoje, mas desde 2001 utiliza apenas energia solar.

A região central de Portugal é repleta de destinos populares, como Aveiro, Coimbra, Viseu, Nazaré, Óbidos, Tomar, Fátima, entre outros. Suas belezas se estendem por todo o território – ocupado por 2,3 milhões de habitantes. A região possui patrimônios da Unesco, um litoral que é paraíso do surfe, aldeias históricas, gastronomia riquíssima, vinhos inesquecíveis, natureza exuberante e muita cultura. A principal cidade, Coimbra, está a 200 quilômetros de Lisboa e a 135 quilômetros do Porto. Mais em www.centerofportugal.com

Refúgio exclusivo da costa central portuguesa