Edição 273Outubro 2017
Sábado, 18 De Novembro De 2017
Editorias

Publicado em 23/12/2016 - 9:46 am em | 0 comentários

Divulgação

Tendência do coworking abre novas possibilidades de negócios

Coworking: redução do custo para manutenção de um escritório próprio

Tendência do coworking abre novas possibilidades de negócios

A opção por um espaço de coworking – o modo de estruturar espaços de trabalho sem o custo fixo de um escritório próprio – é uma tendência para as empresas que querem mesclar boa localização com preços acessíveis. Além disso, um diferencial nesses espaços é ter a possibilidade de realização de novos negócios.

Cada vez mais se tornou comum observar clientes de coworking que trocam indicações ou que contratam serviços de vizinhos de estações de trabalho. Essa tendência é confirmada por Flávio Gomes, que levou seu escritório de arquitetura para um desses locais, o que potencializou seus negócios.

“No espaço pude conhecer os outros empresários que atuavam no mesmo espaço, trocando informações, dividindo experiências e, principalmente, abrindo novas possibilidades de negócios. Os resultados surpreenderam, tenho 5, 6 clientes dentro do escritório”, conta Flávio Gomes.

A tendência é confirmada pelo presidente da Gowork, Fernando Bottura, empresa que possui mais de 1.300 estações de trabalhos locadas nesse modelo em São Paulo: “As trocas de informações de indicações entre nossos clientes são tão grandes que criamos um espaço online, a Gowork Go, no qual todos de nossa rede podem se cadastrar e oferecer ou encontrar serviços, e os acessos estão sendo bastante altos”.

Um dos grandes benefícios do coworking é a redução do custo para manutenção de um escritório próprio, que tem grande impacto nas finanças de um negócio. Estudos apontam que, para uma empresa que aluga um imóvel, os gastos anuais totais por estação de trabalho podem chegar em média à R$ 17.400,00. Em um espaço de coworking, segundo cálculos da Gowork, esse valor fica até 38% mais barato.

“Ocorre que os administradores muitas vezes não fazem um cálculo aprofundado desses valores, considerando apenas o aluguel. Todavia, para obter um número real dos custos, se deve levar em conta questões como manutenção, insumos, energia, telefone, dentre outros. Com isso se chegará a valores muito mais representativos”, explica Bottura.

Ele explica que, atualmente, espaços de coworking estão se mostrando alternativas muito vantajosas para os administradores, por diversos fatores, principalmente os custos: “Uma empresa que pretende locar um espaço nesse modelo pode gastar cerca de R$10.800,00 por ano, contado com diversos benefícios como atendimento personalizado, salas de reuniões, localidades, manutenção e suporte técnico dentre outros benefícios”.

Bottura explica que a grande dificuldade que esse modelo enfrenta é a falta de conhecimento: “Recentemente tive acesso a um estudo americano segundo o qual apenas 1% das pessoas sabiam o que é o modelo de coworking. No Brasil esse número ainda é menor. Contudo, esses escritórios já se tornaram uma ótima opção para quem os descobrem, sendo que, até mesmo grandes corporações estão utilizando em função de suas vantagens e custos”.