Edição 298Novembro 2019
Segunda, 16 De Dezembro De 2019
Editorias

Publicado em 29/11/2019 - 7:45 am em | 0 comentários

Raimundo Rosa/Secom-PMS

Santos é Top Destino Turístico pela segunda vez consecutiva

Orla de Santos: cidade venceu na categoria Turismo de Negócios e Eventos

Santos é Top Destino Turístico pela segunda vez consecutiva

Pela segunda vez consecutiva, Santos conquistou o título de Top Destino Turístico na categoria Turismo de Negócios e Eventos, no concurso de âmbito estadual promovido pela Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB) e do Skal Internacional São Paulo. Os cinco finalistas de cada uma das 16 categorias e seus respectivos vencedores foram anunciados esta semana em solenidade no Palácio dos Bandeirantes.

Na Baixada Santista, além de Santos, Itanhaém sagrou-se vencedora na categoria Turismo de Pesca, enquanto São Vicente foi finalista no quesito Turismo Náutico, e Praia Grande e Peruíbe, em Turismo de Sol e Praia. O concurso destina-se à valorização das cidades que acreditam no turismo como importante gerador de riquezas e da autoestima da população. A cidade de São Paulo é hors concurs.

“O envolvimento da comunidade e o apoio da rede Roxy de Cinemas e do Cine Arte Posto 4, da Secretaria de Cultura, veiculando o vídeo institucional antes das sessões, além do apoio de diversas outras secretarias, instituições e organizações, foram imprescindíveis para que Santos mantivesse o título conquistado em 2018, no primeiro ano do concurso”, destacou o secretário de Turismo, Odair Gonzalez.

Ele recebeu o troféu das mãos de Latif Abraão Jr., presidente da ADVB, e de Aristides Cury, presidente do Skal São Paulo. Gonzalez participou da cerimônia com Leonardo Carvalho, presidente do Santos e Região Convention & Visitors Bureau, e com José Luiz Blanco Lorenzo, presidente do Conselho Municipal de Turismo de Santos (Comtur). Ambos destacaram a importância do título na valorização de Santos como destino, marca que deverá ser explorada institucionalmente.

O governador João Dória destacou o profissionalismo com que o Estado encara o turismo e lembrou que a campanha “São Paulo para todos”, lançada em caráter mundial no dia 15 de novembro, atingiu, em 10 dias, 325 milhões de espectadores em 121 países. A campanha, que destaca diferentes cenários do estado, inclusive Santos, com imagem da orla, foi financiada pelo setor privado.

O secretário estadual de Turismo, o ex-ministro da pasta Vinicius Lummertz, adiantou que a previsão de crescimento do setor, este ano, é de 7,7%. “O turismo saiu do lado periférico do governo e veio para o centro das atenções”.

Na segunda edição do concurso, as cidades finalistas foram submetidas a dois tipos de julgamento – popular (cidade x cidade), por meio de votação on-line, e profissional –, que elegeram as grandes vencedoras em cada categoria.

Santos disputou a categoria de Turismo de Negócios e Eventos com Atibaia, Bauru, Itapecerica da Serra e Ribeirão Preto – todos os municípios receberam diploma de finalistas, cabendo também ao vencedor o troféu Top Destino Turístico.

Nas demais categorias, o resultado foi o seguinte: Turismo de Aventura – título conquistado por Iporanga, tendo como finalistas Juquiá, Santa Rita do Passa Quatro, São Simão e Santo Antonio do Pinhal; Turismo de Compras – Araçatuba foi a vencedora, com Embu e Guarulhos como finalistas; Turismo Cultural – ganhou São Luiz do Paraitinga, com Brodowski, Holambra, Iguape e Tatuí como finalistas; Ecoturismo – Monteiro Lobato recebeu o troféu, com diplomas entregues também a Bananal, Barra do Turvo, Bofete e São José dos Campos; Turismo de Esportes – troféu entregue a São Bento do Sapucaí, que também recebeu diploma juntamente com Boituva, Boraceia e Guararema.

Turismo de Estudos e Intercâmbio – título conquistado por São Bernardo do Campo, com Piracicaba, Botucatu e Sorocaba como finalistas; Turismo Gastronômico – vencido por Campos do Jordão, com Analândia, Lindoia, Pardinho e São Roque como finalistas; Turismo Náutico – troféu atribuído a Cananeia, com diplomas para Ilhabela, São Vicente e Ubatuba; Parques Temáticos – ganhou Barretos, ficando Indaiatuba, Juquituba e Vinhedo como finalistas; Turismo de Pesca – venceu Itanhaém, com Caconde, Itaóca e Paranapanema na disputa; Turismo Religioso – obtido por Itu, concorrendo com Anhembi, Ibirarema, Itatinga e Monte Alegre do Sul.

Turismo Rural – troféu para Jundiaí, tendo como finalistas Agudos, Jacupiranga e Registro; Turismo de Saúde – Águas de Santa Bárbara ficou com o título, recebendo também diploma com Águas de Lindoia, Águas de São Pedro e Serra Negra; Turismo Social – conquistado por Socorro, com Santa Rosa do Viterbo, Miracatu e Pratânia também como finalistas, e Turismo de Sol e Praia, atribuído a São Sebastião, com Avaré, Ilha Comprida, Praia Grande e Peruíbe também disputando o título.