Edição 271Agosto 2017
Sábado, 23 De Setembro De 2017
Editorias

Publicado em 11/02/2017 - 7:30 am em | 0 comentários

Divulgação

Programação cultural comemora os 150 anos da Estação do Valongo

Edifício data de 1867: arquitetura neoclássica com elementos de inspiração britânica

Programação cultural comemora os 150 anos da Estação do Valongo

Exposição de ferromodelismo, apresentações artísticas, com presença do ator Marcos Frota, passeio de bonde com contação de história e exposição de relógios antigos. Com uma ampla programação a Secretaria Municipal de Turismo de Santos (Setur) comemorará na próxima quinta-feira os 150 anos da inauguração da São Paulo Railway, a primeira estrada de ferro paulista, que ligava o planalto paulista ao litoral. Na oportunidade, também será reativado o relógio existente no corpo central do imóvel, restaurado pelo relojoeiro Antônio Rodrigues de Lima.

O edifício da estação data de 1867 e abriga a Sectur, o Estação Bistrô Restaurante-escola, uma parceria da Setur com a UniSantos, e desde janeiro de 2016 é ponto da Linha Turística do Bonde. A arquitetura é neoclássica com elementos de inspiração britânica, como o relógio no corpo central, telhados inclinados para evitar o acúmulo de neve, alpendre apoiado em colunas de ferro e os leões, símbolo e um dos ícones mais importantes do Reino Unido.

Esta é a programação:

11 horas – Entrega da restauração do relógio da Estação do Valongo.

11 às 17 horas – Exposição de Ferromodelismo, no Museu Pelé (prossegue até domingo, 19).

11 horas – Performances Artísticas (circo, teatro e música), tendo como mestre de cerimônia o ator Marcos Frota.

12 horas – Descerramento da placa comemorativa dos 150 anos da Estação do Valongo.

12 horas – Almoço temático inglês no Estação Bistrô Restaurante-escola.

12h30, 14 e 15 horas – Passeios no Bonde Arte com o ator e contador de histórias Alexandre Camilo, tendo como tema: “150 Anos da Estação do Valongo”. A retirada dos ingressos, gratuitos, deverá ser feita uma hora antes de cada horário. O bonde tem capacidade para 36 pessoas.

13 horas – Apresentação do Quarteto de Cordas Martins Fontes, interpretando peças de grandes compositores ingleses e brasileiros.

15 horas – Exposição de relógios antigos e palestra “A História do Relógio”, com o professor Antônio Rodrigues de Lima, no térreo da Estação do Valongo.

HISTÓRIA – A ferrovia foi construída graças à ousadia de Irineu Evangelista de Souza, o Barão de Mauá. Em 1856, ele obteve a concessão do Governo Imperial para construir a estrada de ferro, mas enfrentou graves problemas financeiros e passou a atribuição para a São Paulo Railway, empresa inglesa que administrou a estrada até 1947. A linha destinava-se ao transporte dos produtos que seriam exportados pelo Porto de Santos, principalmente o café proveniente do interior.

Pela São Paulo Railway passou a maior parte da riqueza que ajudou a construir São Paulo e o Brasil. Ela também transportou a maioria dos imigrantes que chegou ao Brasil pelo porto santista. Com o fim do transporte de passageiros, a estação foi desativada em 30 de novembro de 1996 e permaneceu abandonada.

Com o objetivo de oferecer segurança aos frequentadores da região, em maio de 2000 a Prefeitura transferiu o comando e o setor administrativo da Guarda Municipal para o antigo armazém de bagagens da estação. E, em setembro do mesmo ano, o local passou a servir de abrigo ao bondinho da recém-inaugurada Linha Turística do Bonde.

Três anos depois, em 12 de maio de 2003, foram iniciados os serviços de recuperação da estação, reinaugurada em 23 de janeiro de 2004. Dois meses, o local passou a abrigar a Secretaria Municipal de Turismo. Em julho de 2006, o prédio recebeu o escritório técnico do Alegra Centro e, de outubro de 2007 a 6 de março de 2008, abrigou a sede da Santos Film Commission.