Edição 310Novembro 2020
Domingo, 29 De Novembro De 2020
Editorias

Publicado em 30/07/2020 - 7:08 am em | 0 comentários

Divulgação

Programa busca as melhores soluções para a cadeia do agronegócio

Digital Agro Connection seleciona startups

Programa busca as melhores soluções para a cadeia do agronegócio

O Digital Agro Connection, programa de inovação realizado pela Frísia Cooperativa Agroindustrial, finalizou a sua segunda fase selecionando 12 startups de um total de 68 inscritas. Os empreendedores, que desenvolvem soluções para a Agropecuária Sustentável e Agroindústria 4.0, foram escolhidos de acordo com pontuações. O concurso tem o objetivo de captar e selecionar startups para desenvolver oportunidades, novos negócios e otimizar os processos internos selecionados pela cooperativa e seus parceiros.

O regulamento apresenta nove critérios de seleção: Alinhamento com Tema Proposto, Resultado Financeiro, Resultado Qualitativo, Investimento do Projeto, Riscos, Escalabilidade, Velocidade de Implantação da Solução, Capacidade Técnica da Equipe e Complexidade/Autonomia de Implantação. Com base nesses critérios, o Comitê de Inovação da Frísia analisou e atribuiu pontos para as startups. Dessa forma, as que tiveram maior aderência aos critérios e as notas mais altas foram selecionadas.

A terceira etapa do programa é designada para realização de um workshop, que será realizado pela Aceleradora Sistema Fiep, da Federação das Indústrias do Paraná, com a temática de Modelagem de Negócios para Startups. Além disso, elas terão uma imersão na realidade das propriedades rurais dos cooperados da Frísia e nos processos de produção das agroindústrias. Em seguida, cada startup desenvolverá uma proposta de trabalho, resultando numa Prova de Conceito (POC).

Estas são as selecionadas:

3DGEO. Desenvolve atividade de suporte à tomada de decisão no campo, baseado em soluções de geotecnologias e imagens de drones. Em 2020, a 3DGEO lançou o 3DBOX, que consiste em uma estação de processamento de alta capacidade para automatizar todo o ciclo de processamento de imagens de drones e satélites de forma offline.

Agrimates. É um aplicativo de telefone que conecta locadores e locatários de máquinas e implementos agrícolas de forma simples, descomplicada e intuitiva. O sistema utiliza algoritmos para busca das máquinas cadastradas, conforme valor do aluguel, modelo, tipo, distância e período de uso desejado pelo locatário.

Bley Energias. A startup, já graduada na Aceleradora Fiep e atualmente em incubação no Tecpar em Curitiba, é uma cleantech/agritech com foco em bioenergia. Dedicada a desenvolver aplicações industriais, como a geração de eletricidade, a partir do biogás, que é obtido da digestão de resíduos orgânicos.

Hidreo Energy Solutions. É uma startup focada no desenvolvimento de soluções para microgeração de energia a partir de fontes renováveis. Desenvolve a MCH (Micro Central Hidrelétrica), um produto de dimensões reduzidas, que é capaz de gerar energia a partir dos menores pontos de disponibilidade hídrica.

IndustryCare. Ajuda indústrias na digitalização e ganho de eficiência e produtividade, monitorando em tempo real máquinas e processos industriais. A startup assume o Capex de sensores e medidores IoT e ajuda a gerar e gerir KPIs de produção e consumo, detectando oportunidades de melhoria em eficiência energética e produtiva

RISE General Operations. Fundada em 2019 e sediada em Pato Branco/PR, é uma empresa que atua com big data a partir da análise da composição de fluídos nas áreas de pecuária leiteira, agricultura, alimentos, hidrocarbonetos e recursos hídricos, proporcionando melhoria da qualidade, segurança e eficiência aos seus clientes.

Silos. Utiliza ferramentas de inteligência artificial para automatizar o processo de classificação de grãos, tornando-o mais ágil, eficiente e padronizado. O resultado é uma classificação com muito mais transparência e confiabilidade, contribuindo para a transformação digital da agricultura no Brasil.

ST-One. Tem a grande ambição de transformar o processo de digitalização da indústria no Brasil e no mundo. A startup desenvolve tecnologias de conectividade que levam o chão de fábrica para a nuvem, por um hardware plug and play e uma plataforma web.

Tarvos. Fornece indicações em tempo real de ocorrências de pragas nas lavouras, a partir de dados coletados por armadilhas inteligentes que ajudam a garantir a aplicação correta de defensivos agrícolas. Elas indicam o melhor momento de atuação, aumentando a qualidade e a viabilidade das decisões dos agricultores.

Tractian. Coleta dados de vibração e temperatura de equipamentos por sensor IoT, e os cruza em uma plataforma inteligente que indica quando os equipamentos vão falhar ou quebrar, possibilitando equipes de manutenção a gerir ativos de forma eficiente.

Trucker do Agro. É uma solução de logística inovadora no mercado, desenhada junto a grandes cooperativas e revendas, voltada para atender o agronegócio e as peculiaridades do setor, que traz um sistema automatizado de cotação, contratação, acompanhamento em tempo real e dashboards precisos para governança corporativa.

True Work. A startup, acelerada na Fiep, atua com soluções próprias IoT para Indústria 4.0, pela aplicação das tecnologias de indoor location e business intelligence. A empresa atua em projetos para diversos segmentos, como indústria de alimentos, petroquímico, óleo e gás e processamento de matéria-prima.

O Connection é parte da Plataforma Digital Agro, que também inclui a feira, o portal de informações e o sistema de reunião de ideias, todos com a marca Digital Agro.

Mais informações em www.digitalagro.com.br

Responder