Edição 273Outubro 2017
Segunda, 20 De Novembro De 2017
Editorias

Publicado em 19/07/2016 - 12:39 pm em | 0 comentários

Divulgação/GESP

Poupatempo comemora meio bilhão de atendimentos

Alckmin: atendeu a copeira e artesã Ana Maria Nunes

Poupatempo comemora meio bilhão de atendimentos

O governador Geraldo Alckmin visitou de surpresa o Poupatempo Sé, na manhã de hoje, para fazer o atendimento número 500 milhões do Programa Poupatempo. O total de cidadãos atendidos desde o início do Programa, em 1997, inclui as 71 unidades do Poupatempo espalhadas por todas as regiões administrativas do Estado.

O governador chegou à Sé às 8h30 e seguiu pela entrada dos funcionários para a área de atendimento do Instituto de Identificação (Iirgd). Lá, sentou-se no lugar de um dos colaboradores do Poupatempo e aguardou a chegada do próximo cidadão chamado pela senha: a copeira e artesã Ana Maria Nunes, de 55 anos, moradora da Cohab Educandário, no Jardim Raposo Tavares.

“Fiquei tremendo de surpresa, mas ele me explicou que veio comemorar o sucesso do Poupatempo”, disse a cidadã, que é natural de Cristais (MG) e mora em São Paulo há 36 anos. Ela compareceu ao Poupatempo para renovar o RG que tirou no ano 2000. Acompanhada pelo neto de 15 anos, estudante da 2ª série do ensino médio, Ana Maria agradeceu o governador pelo certificado que recebeu comprovando que ela é a cidadã número 500 milhões do Poupatempo.

Alckmin recebeu explicações dos funcionários sobre o sistema de coleta digital de imagem, assinatura eletrônica e impressões digitais (coleta biométrica), que está sendo implantado em todas as unidades do Poupatempo. A nova tecnologia elimina a necessidade de fotos 3×4 e aumenta a segurança e a eficiência do sistema de identificação de São Paulo.

O governador atendeu também o cidadão Hiroaki Kawaguchi, de 49 anos, morador da Vila Clementino, que precisava renovar o RG tirado quando ele tinha apenas 12 anos. “Na minha identidade a minha foto é de criança, do tempo em que a gente tirava o RG na delegacia”, contou Kawaguchi. Ele lembrou que na época o RG podia demorar até três meses para ficar pronto, e hoje o Poupatempo entrega em no máximo cindo dias.

Durante a visita, Alckmin lembrou que esteve na inauguração do Poupatempo Sé, quando era vice-governador na gestão Mario Covas. Na época, o governo de São Paulo resolveu criar o maior programa de desburocratização da história do Brasil, reunindo em um só espaço todos os serviços públicos. A ideia é a de que o cidadão possa resolver todas as questões relacionadas à emissão ou renovação de documentos em um mesmo local.

De acordo com Alckmin, o Poupatempo está entrando agora em uma nova fase em que a ênfase será nos serviços eletrônicos. “Estamos usando todas as tecnologias disponíveis para levar o Poupatempo às pessoas pela internet e até por aplicativos de celular”, disse.

Ele destacou que foram abertas 37 unidades nos últimos dois anos, e que o posto número 72 será aberto nos próximos dias em Tupã. “Pelo celular já dá para saber exatamente o que é preciso para cada documento, dá para fazer o agendamento e ser atendido no dia e hora que o cidadão escolher, sem perda de tempo”.

O Poupatempo é um programa do Governo do Estado, executado pela Diretoria de Serviços ao Cidadão da Prodesp – Tecnologia da Informação, que, desde a inauguração do primeiro posto, em 1997, já prestou mais de 500 milhões de atendimentos. Atualmente conta com 71 unidades instaladas na capital, Grande São Paulo, interior e litoral que atendem mais de 171 mil cidadãos por dia.

Em 2016, o Poupatempo foi eleito pelo segundo ano consecutivo o melhor serviço público de São Paulo pelo Instituto Datafolha. Em pesquisa anual de satisfação, obteve 97% de aprovação dos usuários e a Prodesp, que administra o Poupatempo, foi eleita a melhor empresa do Brasil no setor de indústria digital, no ranking Melhores & Maiores 2016 da revista Exame.