Edição 298Novembro 2019
Segunda, 16 De Dezembro De 2019
Editorias

Publicado em 13/11/2019 - 8:01 am em | 0 comentários

Divulgação

Nova Zelândia passa a exigir visto de brasileiros para entrada no país

“Medida visa facilitar a entrada de turistas”

Nova Zelândia passa a exigir visto de brasileiros para entrada no país

Desde outubro, brasileiros com interesse em ir para a Nova Zelândia a turismo, negócios ou até mesmo em trânsito e lazer precisarão emitir visto para poder entrar no país. Os viajantes nacionais, que antes não precisavam da autorização em viagens com tempo máximo de permanência de três meses, passam a apresentar o Eletronic Travel Authority, ou NZeTA.

O governo neozelandês afirma que a medida visa facilitar a entrada de turistas no país, uma vez que as informações pessoais de cada um terão sido previamente aprovadas.

De acordo com a Schultz Vistos, especialista na assessoria de documentação, passaportes e vistos, o processo exige o preenchimento de formulário com dados pessoais e envio de cópia do passaporte. O documento tem valor de NZD $ 47 (dólar neozelandês) para turismo e negócios, e NZD $ 12 para passageiros em trânsito. Durante o processo, não é necessário o agendamento de entrevista. Os valores do documento são baseados nos dados aplicados pelo sistema do governo neozelandês. A validade do documento é de dois anos. É importante ressaltar que, mesmo que a Nova Zelândia não seja o destino final, o visto é exigido.

Segundo Adriana Santos, gerente de vistos da Schultz, é importante contar com uma empresa especializada no assunto: “A cada ano, o número de turistas aumenta para a Nova Zelândia e, ainda que pareça simples, detalhes podem fazer a diferença na aprovação do visto. A assessoria de um profissional qualificado pode auxiliar o viajante e otimizar o planejamento de viagem”.

Anualmente, cerca de 20 mil brasileiros visitam o país da Oceania. Os viajantes são interessados em paisagens e aventuras em meio a natureza, e experiências culturais influenciadas pelos povos maoris, tradicionais da região. Embora o número ainda pareça pouco perto de destinos mais populares, pesquisa realizada pelo Turismo da Nova Zelândia no Brasil aponta que 18 milhões de brasileiros têm interesse em destinos do país entre suas preferências, o que mostra um grande potencial de crescimento para os próximos anos.