Edição 273Outubro 2017
Terça, 21 De Novembro De 2017
Editorias

Publicado em 15/08/2017 - 8:44 am em | 0 comentários

Divulgação

Encontro de corais presta homenagem na Igreja Anglicana de Santos

Carlos, Wanderley e Elisa: homenagem póstuma

Encontro de corais presta homenagem na Igreja Anglicana de Santos

Os corais “Broadway Voices”, “Alfândega do Porto de Santos”, “Municipal de Santos” e “Vozes” realizam um encontro musical neste domingo, a partir das 16 horas, na Igreja Anglicana, em frente ao Orquidário, em Santos. A entrada é gratuita, mediante a doação de 1 kg de alimento não perecível, para os projetos sociais da Igreja Anglicana.

O festival será uma homenagem póstuma a três membros do Broadway Voices: Carlos César, falecido em 2015; Wanderley Jeremias, em fevereiro deste ano; e Elisa Edington, em março passado. Carlos também fez parte do Municipal de Santos e cantava na Igreja Anglicana, enquanto Wanderley teve passagem pelo Vozes.

Segundo explicou Fernando Pompeu, diretor musical do Broadway Voices, os corais exibirão um repertório de músicas que Carlos, Wanderley e Elisa mais apreciavam e gostavam de cantar.

O Broadway Voices completou cinco anos em junho e se caracteriza como um coro cênico que celebra os grandes musicais: “É um trabalho único no gênero e pioneiro aqui na Baixada Santista”, afirma Fernando, ao revelar que o grupo exibirá “Roda Viva”, “Let The Sunshine In”, “Redescobrir”, “Defiyng Gravity” e “The Show Must Go On”.

Regido por Nailse Machado Cruz, o coral da Alfândega do Porto de Santos programou um repertório que contempla os 120 anos de Pixinguinha e os 130 anos de nascimento de Heitor Villa-Lobos: “Melodia Sentimental”, “Trenzinho Caipira”, “Ingênuo”, “Mundo Melhor” e “Carinhoso”.

O grupo nasceu em março de 2001, com participação de funcionários da Alfândega, Receita Federal e profissionais ligados à área alfandegária, além de seus familiares, e convidados, somando cerca de 50 integrantes. É mantido pela Unafisco/Santos por meio de alguns patrocinadores.

Também regido por Nailse Machado Cruz, o coral Municipal de Santos foi criado em 1990 pelo maestro Roberto Martins e faz parte dos corpos estáveis da Secretaria Municipal de Cultura. Seu repertório abrange grandes compositores da música erudita, além de arranjos de MPB, música folclórica e de canções latino-americanas. No Igreja Anglicana apresentará “One Hand, One Heart”, “All of me”, “Felitiço da Vila”, “Desde que o Samba é Samba” e “Portela na Avenida”.

O coral Vozes, do Sindicato dos Bancários de Santos, é regido por Simone Schumacher, e executará “Minha Vida”, “Segundo Sol”, “A Paz”, “Último Dia” e “Andar com Fé”. O grupo comemora 15 anos de atividade com o projeto Cantoria-Música para Ouvir e Refletir, dedicado à MPB e formado por músicas que trazem algum tema para reflexão, seja no âmbito social, como no individual.