Edição 308Setembro 2020
Sexta, 23 De Outubro De 2020
Editorias

Publicado na Edição 246 Julho 2015

Isabela Carrari

Festival agita Santos

Prefeito Paulo Alexandre visitou exposição de fotos do autor da página

Festival agita Santos

Leandro Ayres

DE 9 a 12 de julho, no Centro Histórico de Santos, aconteceu a primeira edição do Festival Santos Café, promovido pela Secretaria Municipal de Turismo. Vários eventos integraram o festival, como apresentações de música ao vivo, exposições de artes em cerâmica, gravura, pintura, fotografia, antiguidades e manufaturados decorativos teatro de fantoches, estátuas vivas. Houve ainda o espaço kids com monitores, que contou com brinquedoteca, teatro de fantoches, musicais e pintura facial deixando as crianças à vontade para se divertirem – e um alívio para os pais que queriam passear para aproveitar as 40 atrações.

Santos Café: público prestigiou a mostra nos quatro dias de festival Leandro Ayres

Santos Café: público prestigiou a mostra nos quatro dias de festival

Para atrair turistas e santistas foi montada uma diversificada estrutura de atrações e guias turísticos que mostraram e contaram a história dos pontos turísticos do Centro Histórico, berço da cidade, e onde a influência comercial do café se fez (e ainda se faz) mais presente. A adesão dos santistas e turistas ao festival foi imediata e superou as expectativas dos organizadores. Os números impressionaram: 37 mil visitantes nos quatro dias de evento! A grande vedete do festival, claro, foi a degustação de cafés de vários tipos e procedências. Nada menos que 27 mil cafezinhos foram distribuídos nos stands em frente à Casa da Frontaria Azulejada e na Bolsa Oficial do Café. O produzido no sul de Minas era bastante cobiçado pelos visitantes que formavam filas para conseguir um copinho. O prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, visitou o Festival e, satisfeito com os resultados, já anunciou a segunda edição para 2016.

O Festival Santos Café teve como finalidade reafirmar a condição do grão como produto-chave na construção da história da cidade de Santos, que, embora não produza o alimento, o exporta desde o século XIX, trazido dos campos produtores de Minas Gerais, São Paulo e Espírito Santo. O porto de Santos é responsável pela exportação de aproximadamente 2 milhões e 500 mil toneladas desta commodity, representando 82% do volume total que sai do país. Os principais destinos são Alemanha, Itália, Estados Unidos e Japão.

Responder