Edição 310Novembro 2020
Domingo, 29 De Novembro De 2020
Editorias

Publicado na Edição 243 Abril 2015

Leandro Ayres

Residencial Washington Luiz. Dinâmico e versátil

Residencial Washington Luiz: torre única contempla 120 unidades

Residencial Washington Luiz. Dinâmico e versátil

A Estrutura Construtora e Incorporadora Ltda. prepara a entrega do Residencial Washington Luiz, na avenida de mesmo nome, 110, Canal 3, no Bairro Encruzilhada, em Santos. O empreendimento está na fase de retoques e adota soluções sustentáveis, como a implantação de sistema de energia solar para aquecimento da água das piscinas e infraestrutura de reuso de água da chuva, para ser utilizada na lavagem das áreas comuns e irrigação dos jardins. Em ambos os casos, além de colaborar com o meio ambiente, as medidas são eficientes para gerar economia na taxa condominial.

“O uso da energia solar é uma novidade”, afirma o diretor da Estrutura, Antonio Martins, ao destacar que em 40 anos de atuação no mercado imobiliário, a empresa sempre se destacou pelo pioneirismo e o elevado padrão de qualidade, presentes em 75 empreendimentos, que totalizam mais de 1 milhão de metros quadrados de área construída: “Não tenho conhecimento de outro residencial em Santos que utilize energia solar, até pelo que nos informa a empresa fornecedora. Mas com certeza vão surgir outros, porque os bons exemplos devem ser seguidos”.

Antonio Martins explicou que a energia solar foi adotada por duas razões principais: a ecológica, pela responsabilidade com que a empresa avalia o impacto de suas atividades em relação ao meio ambiente; e a econômica. “Hoje, cada vez mais, a tendência nos condomínios é ter área de lazer com piscina aquecida, um sistema que, sendo elétrico ou a gás, sai caro. A solução que escolhemos representará uma grande redução no valor da taxa condominial, seja na conta de luz ou de gás”.

Durante a construção, uma das preocupações foi com o desperdício de material, tanto em função do custo, quanto pelos problemas acarretados no processo de descarte dos resíduos. Afinal, o material que sai do canteiro como lixo, além de ter representado custo na entrada – como material da obra –, será custo outra vez na sobra, seja no manuseio, seja no transporte e no descarte. “Desenvolvemos controle e critérios nesse aspecto, com o objetivo de ter o mínimo de desperdício”, frisou o diretor da Estrutura.

Com a adoção dessas medidas, entre outras voltadas para uma gestão direta e enxuta da obra, Antonio Martins salienta que a empresa consegue oferecer ao mercado um produto com padrão diferenciado e excelente relação custo-benefício, quando comparado aos preços praticados pela concorrência: “Para o consumidor, esta é uma grande vantagem, pois trabalhando com custos reais, podemos repassar essa economia para o comprador. O resultado é que entregamos um produto com melhor preço e padrão melhor, em função do material de acabamento de primeira linha”.

O conceito de sustentabilidade é enfatizado na concepção do projeto arquitetônico, de autoria do arquiteto Oscar Capelache Jr., que visou aproveitar ao máximo a luz natural e dotar as unidades de boa ventilação, para depender o mínimo possível de energia elétrica, seja na iluminação ou na refrigeração.

A torre única é equipada com dois elevadores da marca Atlas Schindler e contempla 120 unidades, sendo 30 de dois dormitórios com 1 suíte, 74,13 metros quadrados de área útil, sala com terraço mobiliável, 2 vagas privativas de garagem; e 90 de um dormitório, que apresentam duas plantas: 55,26 e 48,28 metros quadrados de área útil, ambos com sala com terraço mobiliável e 1 vaga privativa de garagem. No acabamento interno, um dos diferenciais é que as salas e dormitórios de todas as unidades estão sendo entregues com piso revestido de porcelanato. Todas as unidades são dotadas de infraestrutura para ar condicionado tipo split e para sistema de aquecimento a gás, além de medidores individuais de água e gás.

O lazer será entregue montado, com equipamentos básicos funcionando, está distribuído na cobertura e inclui piscinas adulto e infantil com deck, solário, sauna, descanso da sauna, salão de festas, espaço gourmet com churrasqueira, brinquedoteca e fitness.

A Estrutura adotou cuidados especiais na realização do Washington Luiz. A fachada é totalmente revestida com cerca de 12.800 metros quadrados de pastilhas de porcelana da Cerâmica Atlas 5×5 cm, referência B2140 – Branca, e B 2104 – Níquel, incluindo toda a área de lazer na cobertura. Já as piscinas estão revestidas com pastilhas 5×5 cm Série Piscina, referência B 2919 Aracati e B 7079 Siriba. Segundo o representante no litoral paulista, Fernando Ferraz, os produtos escolhidos pela Estrutura garantiram o elevado padrão de qualidade estética do empreendimento e o bom índice na velocidade e limpeza da obra.

Na construção foram utilizados materiais de marcas consagradas e profissionais renomados no mercado da construção civil. Entre os principais fornecedores da Estrutura, o rebaixamento do lençol freático foi realizado pela Enmage. Segundo detalhou o diretor, engenheiro Gerson Vilaverde, os serviços foram executados por meio do sistema well-points, visando melhor eficiência e baixo custo.

As fundações profundas foram executadas em perfis metálicos cravados pela empresa Fundamenta utilizando o processo de vibração, que constitui um avançado método executivo cujo objetivo principal é atingir os comprimentos especificados nos projetos de forma rápida, controlada e segura. Nesta obra as estacas atingiram em média 42 metros de profundidade. A escolha por estacas metálicas proporcionou uma obra limpa e sem desperdícios e a cravação por processo de vibração garantiu uma execução livre de ruídos excessivos, o que proporcionou maior conforto para a vizinhança local.

O projeto estrutural é de autoria dos engenheiros Antonio Madeira Jr. e Silvio Miranda, da Engos Engenharia e Projeto, desenvolvido em compatibilidade com o projeto arquitetônico, no sentido de valorizar os espaços sociais e pisos de garagem, facilitando o acesso e circulação de veículos nos três mezaninos, subsolo e térreo, e especial atenção à marquise que se projeta na fachada e valoriza a entrada social.

O controle tecnológico do concreto da estrutura do edifício foi executado pela Teste Tecnologia Estrutural e Engenharia Ltda. Trata-se do controle de qualidade do concreto. Durante as concretagens é executado no concreto das betoneiras o ensaio denominado Slump Test. Sua finalidade é determinar que a plasticidade do concreto esteja de acordo com o abatimento solicitado. Ao mesmo tempo, são moldados os corpos de prova em formas cilíndrica de metal. Estas amostras são transportadas para o laboratório, onde passarão por um processo de cura em câmara úmida. Nas datas determinadas, as mesmas são rompidas em prensa, para a determinação da resistência à compressão do concreto. Esta resistência deve corresponder àquela especificada no projeto estrutural.

Toda a alvenaria foi feita com blocos cerâmicos com furos horizontais da Anhanguera, adquiridos por meio da Tapinaré Representações, dirigida por Albano da Silva Soares e Cristiane R. Soares. Entre as vantagens de utilizar produto 100% natural, estão a baixa absorção de umidade, isolamentos térmico e acústico, proporcionando elevada performance na obra e mais conforto no interior das unidades, afirmaram os representantes da Tapinaré. “Todos os produtos fabricados pela Cerâmica Anhanguera seguem a norma NBR 15270 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas)”, frisaram Albano e Cristiane, lembrando que os blocos podem ser entregues a granel ou paletizado.

A Instel executou os serviços de instalações elétricas em conformidade com a NBR 5410, NBR5419 e NR10, com profissionais treinados e qualificados à NR10, sob o comando do encarregado Enaldo e suporte técnico do engenheiro eletricista Reginaldo Carrera, tendo o engenheiro eletricista Luiz Fernando Barbosa, como responsável técnico. Tradicional parceira da Estrutura, a Instel realizou os projetos de elétrica, centro de medições, para raio e telefonia. Conforme detalha o diretor da empresa, Delso Teixeira de Camargo, os serviços compreenderam a execução dos quadros de medidores, aterramento e instalação de para raios, tubulação de telefonia, interfonia, câmeras, sinaleiros, obedecendo as normas técnicas vigentes. Camargo relaciona também a implantação de tubulação, caixas, quadros de disjuntores sob medida, equipados com Disjuntores DR (proteção contra corrente de fuga), DPS (dispositivo contra surtos) protegendo contra descargas atmosféricas pela linha de energia elétrica, englobando a proteção de equipamentos internos da edificação onde foram usados cabos flexíveis antichama, sensores de teto, luminárias com lâmpadas econômicas, além do cabeamento específico para os motores de pressurização e gerador, com capacidade de 115 KVA, da Cummins. Dotado de acionamento automático na falta de energia, o gerador supre todas as áreas comuns, como corredores, escadaria e garagens, garantindo o funcionamento de elevadores, bombas de água, iluminação de emergência, portaria, interfones e portões das garagens.

Há 40 anos atuando no mercado do Litoral e Interior, a AL Vidro Serralheria e Vidraçaria Ltda, é tradicional fornecedora de esquadrias de alumínio e vidros para Estrutura, atendendo também na manutenção em pós-venda em todos os seus edifícios, sendo este um diferencial da empresa. Segundo o sócio-diretor José Alberto Tavares Junior, no residencial Washington Luiz a AL Vidro fabricou e instalou todas as esquadrias de alumínio em pintura eletrostática na cor branca, assim como os vidros: plano nas janelas e portas das unidades; laminado verde nos guarda-corpos das sacadas e área de lazer, com um diferencial no hall de entrada social no térreo, onde foi fornecido e instalado vidros temperado Habitat Refletivo da linha Blindex, produto de excelente acabamento e só fornecido para residenciais de alto padrão. Para os dois aptos decorados, conforme especificou Alberto, a AL Vidro executou o projeto em conjunto com a arquiteta Yarima Amorim, e forneceu e instalou espelhos Cebrace 5 mm com aplicação de jato de areia imitando os desenhos dos azulejos e também box Blindex.

A Gesso Leal fez todos os serviços em gesso nos apartamentos, incluindo os decorados, colocando moldura nas cozinhas, banheiros, área de serviço, varandas, corredores internos, nas áreas comuns e na cobertura. De acordo com o diretor José Leal, em todo o pavimento térreo, nos halls de entrada social e de serviço, foi realizado rebaixamento de forro no teto, para implantação de iluminação.

Os equipamentos para a sala de fitness foram escolhidos pela Estrutura e fornecidos pela Presmam e são profissionais e nacionais de alta qualidade, semelhantes aos utilizados em academias. Conforme detalhou o diretor da Presmam, Weder Bonato, a empresa garante o melhor pós-venda aos condôminos, com assistência técnica total dos equipamentos.

Apartamento decorado: sugestões funcionais e acessíveis Leandro Ayres

Apartamento decorado: sugestões funcionais e acessíveis

Decorados

A Estrutura decorou dois apartamentos do Residencial Washington Luiz, com o objetivo de facilitar a decisão do cliente. A tarefa foi realizada pela arquiteta Yarima Amorim, que, em sintonia com o conceito do empreendimento, desenvolveu projetos de apartamentos funcionais. Ela frisou que a decoração dos apartamentos foi pensada em função da economia, visando a simplicidade, conforto e bem-estar.

Responder