Edição 273Outubro 2017
Terça, 21 De Novembro De 2017
Editorias

Publicado na Edição 272 Setembro 2017

Divulgação

Riscos à mãe e ao bebê

Pregorexia: transtorno alimentar parecido com bulimia e anorexia

Riscos à mãe e ao bebê

Muito semelhante à bulimia e anorexia, a pregorexia atinge as gestantes, principalmente aquelas que já têm histórico alimentar precário em busca da magreza. Enquanto a bulimia se caracteriza por períodos de compulsão alimentar, seguidos por comportamentos não saudáveis com perda de peso rápido, a anorexia é marcada pelo peso abaixo do normal, receio de ganhar peso e vontade intensa de ser magra,

Pregorexia vem da junção dos termos “pregnancy”, gravidez em inglês, e anorexia. O transtorno alimentar está diretamente relacionado ao desejo de seguir os padrões estéticos e manter o corpo bonito e definido mesmo durante o período de gestação, fazendo com que as mães se alimentem pouco e pratiquem exercícios físicos em excesso.

De acordo com Sarah Lopes, psicóloga do Hapvida Saúde, a má alimentação causada pela pregorexia pode causar problemas graves tanto para o bebê como também para a mãe: “Os efeitos são realmente graves, levando-se em consideração que a mamãe está sendo o suporte alimentar de uma criança, a falta de uma nutrição adequada prejudica o desenvolvimento fetal e causa desnutrição geral do feto”.

Segundo a especialista, as consequências estão diretamente ligadas à nutrição e ao esforço físico. “Quando as gestantes não se alimentam de forma adequada, seja na quantidade ou até mesmo na qualidade, o feto tende a uma má formação, tanto física quanto neurológica, desencadeando várias doenças. Em casos mais graves, pode ocorrer a falência fetal ou, até mesmo, no momento do parto, algumas complicações”.