Edição 275Dezembro 2017
Segunda, 18 De Dezembro De 2017
Editorias

Publicado na Edição 264 Janeiro 2017

Proliferação de insetos e as doenças alérgicas

Altas temperaturas e chuvas geram o ambiente perfeito para a proliferação de insetos, que adoram calor e umidade. Causadores de diversos problemas de saúde, entre os quais os de fundo alérgico, os mosquitos, cupins, as baratas e formigas, além das vespas e abelhas, podem ser responsáveis por inúmeros incômodos na pele e nas vias respiratórias, que por vezes podem até levar a um choque anafilático.

Para o médico Marcello Bossois, coordenador técnico do Brasil Sem Alergia, as alergias respiratórias e dermatológicas respondem pela maior parte dos casos. E justamente agora, com o crescimento dos insetos, os quadros se intensificam bastante. “Observamos um crescimento exponencial no número de pacientes que chegam ao Brasil Sem Alergia”, comenta Bossois. A iniciativa tem recebido cerca de 1.400 pacientes por semana em seus postos no estado do Rio de Janeiro. Mosquitos e formigas, por exemplo, podem desencadear processos de alergia dermatológica por conta de sua picada.