Edição 273Outubro 2017
Quinta, 23 De Novembro De 2017
Editorias

Publicado na Edição 272 Setembro 2017

Prevenindo as “pedras nos rins”

Comparável às contrações do parto, a dor provocada por “pedras nos rins” pode ser prevenida, segundo o médico urologista Arnaldo Cividanes, diretor técnico do Hospital SAHA, de São Paulo, especializado em cirurgias eletivas e procedimentos minimamente invasivos. Ele explica que a causa dessa intensa dor é justamente na passagem da urina pelo ureter, canal que a transporta do rim à bexiga: “Geralmente, esses cálculos se formam quando a urina está muito concentrada, promovendo a cristalização de minerais e sais. Em casos mais simples, prescrevemos medicamento para controle de dor e orientamos o paciente a beber bastante água até que possa expelir a pedra. Mas há casos em que o cálculo obstrui o canal urinário, podendo causar infecção e outras complicações. Quando isso acontece, o único tratamento é o cirúrgico”. Ele alerta que as temidas “pedra nos rins” podem ser evitadas com três dicas importantes: beber bastante água ao longo do dia, todos os dias, reduzir a ingestão de carne vermelha e sal e evitar alimentos ricos em oxalato de cálcio.