Edição 353Junho 2024
Sábado, 22 De Junho De 2024
Editorias

Publicado na Edição 353 Junho 2024

Excrescências

Luiz Carlos Ferraz

Junho, sabe-se lá se por capricho dos astros, desde o início avisou que se manteria dramático para a população brasileira, não só em face à dolorosa e lenta recuperação da tragédia climática que se abateu sobre o Rio Grande do Sul, mas especialmente pela agenda política conduzida nos meandros do Congresso Nacional. Assim, logo no primeiro dia do mês o cidadão se viu ameaçado pela Proposta de Emenda Constitucional nº 3/2022, a famigerada PEC das Praias, cuja pretensão é subtrair da União os terrenos de marinha e seus acrescidos, o que na prática significa algo como a privatização do litoral brasileiro e sua entrega à especulação imobiliária. Sórdida sob qualquer ângulo de vista, a pretensa mudança do texto constitucional limita o direito de ir e vir do cidadão, assim como demonstra a falta de compromisso do legislador com a proteção do meio ambiente e o democrático uso do bem público. Não bastasse a perda de tempo com tal excrescência, eis que surge o Projeto de Lei nº 1904/2024, conhecido como PL Antiaborto por Estupro, que modifica o Código Penal e equipara o aborto acima de 22 semanas ao crime de homicídio – o que subverte o sistema e, caso adotado, pode causar o absurdo de a vítima, classificada agora como homicida, ter pena muito maior que o estuprador, o verdadeiro criminoso. Ainda que tais temas só tenham vindo à baila em meio a manobras fracassadas da oposição ao governo federal, o movimento no âmbito municipal é importante, pois possibilita que se revelem as vozes que compartilham tais visões – ainda mais neste momento em que pré-candidatos e pré-candidatas se alvoroçam para concorrer às eleições municipais de 6 de outubro, em 1º turno, e, caso necessário, 2º turno, em 27 de outubro. Que deem a cara a tapa, portanto.

Publicado na Edição 352 Maio 2024

Irmão Caramelo

Luiz Carlos Ferraz

Entre tantas lições ensinadas na tragédia que assolou o Rio Grande do Sul, merece atenção aquela protagonizada pelos animais. Não aludo apenas ao drama de Caramelo, o cavalo que será eternizado como sinônimo de paciência e fé, mas de outros tantos bichos, anônimos, de diferentes espécies, cujo resgate projetou um alvissareiro avanço na solidariedade inerente à condição humana. Certo que o status dos animais, em lapsos temporais indeterminados, parece algumas vezes regredir – quando se avolumam as denúncias de maus-tratos e tráfico de espécies ameaçadas …

Leia mais

Publicado na Edição 351 Abril 2024

Cuidados permanentes

Luiz Carlos Ferraz

Cada vez mais se fala, especialmente nas rodas políticas, em cuidar de pessoas, seja do idoso, ou da criança, ao se florear o discurso quase unânime sobre a necessidade de se formular uma política pública que ofereça cuidados à pessoa em situação de rua. Evidente que, numa sociedade mais justa, nem seria preciso pugnar por programas com esta finalidade, ainda mais neste ano eleitoral, quando propostas e promessas serão reapresentadas pelos candidatos, para serem esquecidas logo após o resultado das urnas. No litoral paulista não

Leia mais

Publicado na Edição 350 Março 2024

Não foi Tabajara!

Ao que tudo indica (pelo andar da carruagem, diriam os mais afeitos à escrita antiga), a tentativa de golpe que a Polícia Federal apura vai deixando o termo “suposta” cada dia mais longe. É certo que faltam conclusões, e a estas devemos aguardar, mas o quadro atual vai se desenhando de forma politicamente desfavorável aos ex-inquilinos do Palácio do Planalto. A “tentativa Tabajara”, expressão que o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), usou para desqualificar um suposto movimento contra a legalidade caiu no folclore. A

Leia mais

Publicado na Edição 349 Fevereiro 2024

Pessoa idosa

Luiz Carlos Ferraz

Ainda que reduzida à sua relatividade, a certeza de que simplesmente nascemos, vivemos, morremos e poderemos renascer, faz com que após os 50 anos (ou um pouco mais, aos 60, idade a partir da qual há proteção legal estabelecida no Estatuto da Pessoa Idosa) sejam iniciados movimentos estratégicos sobre como se poderá tornar melhores os últimos dias, as últimas semanas… – apesar de que, normalmente, é imperioso reconhecer que o suspiro derradeiro independa da vontade da própria pessoa! Esta síntese, sendo aceita como verdade absoluta,

Leia mais

Publicado na Edição 348 Janeiro 2024

Carta ao eleitor

Luiz Carlos Ferraz

Iniciado 2024 com a abertura da temporada de caça ao eleitor, neste ano será feita a escolha para os cargos de prefeito e seu vice e vereadores, sendo que nos 645 municípios do estado de São Paulo 34 milhões de pessoas estão aptas ao exercício do voto. O pleito está programado para 6 de outubro, em primeiro turno, e no caso de municípios com mais de 200 mil eleitores, cujo candidato ao cargo majoritário não tenha conquistado a maioria absoluta, haverá segundo turno em 27 …

Leia mais

Publicado na Edição 347 Dezembro 2023

Milagres

Luiz Carlos Ferraz

Data Magna do calendário humano, não importa qual seja a condição ou circunstância, aquela que marca o nascimento de Jesus Cristo permanece no topo nos últimos séculos como a mais esperada, mais celebrada, mais amada… de todo o calendário gregoriano, acelerando um extraordinário movimento que envolve não só pessoas, mas empreendimentos, instituições, Estados, como se isto fosse possível (!) – numa teia de milagres que vão se esparramando e traz consigo a esperança do próximo. Nestes tempos de conflitos, clama-se, inevitavelmente, pela saúde do Papa

Leia mais

Publicado na Edição 346 Novembro 2023

190

Luiz Carlos Ferraz

A sequência destes três números, 190, certamente está gravada no senso comum nacional para ser usada diante de uma ação criminosa e pedir socorro – e ainda que se disque 112 ou 911 (só valendo pelo celular), a ligação será redirecionada para a Central 190, o sistema que funciona 24 horas, de segunda a segunda, e aciona os serviços da Polícia Militar. Nestes tempos de insegurança pública, a ferramenta importa a todo e qualquer cidadão; e melhor só mesmo a presença física de um agente

Leia mais

Publicado na Edição 345 Outubro 2023

Paz!

Luiz Carlos Ferraz

A diversidade de narrativas sobre o terrorismo, guerra, massacre… enfim, como o leitor queira denominar, que coloca em confronto o Estado de Israel e o movimento islamista palestino Hamas, é indicador irrefutável de como está distante a pacificação entre os diferentes povos e orientações religiosas que ocupam o chamado Oriente Médio, na Afro-Eurásia. Exemplo disso é o veto dos Estados Unidos à proposta brasileira no Conselho de Segurança da ONU, que pedia, entre outros pontos, a criação de um corredor de ajuda humanitária para Gaza. …

Leia mais

Publicado na Edição 344 Setembro 2023

Ora, a história!

Luiz Carlos Ferraz

Movimento em constante evolução, o que se escreve sobre a história da nação brasileira exige de tempos em tempos uma revisão, para que se garanta uma educação honesta a nossas crianças, afastando do senso comum versões fantasiosas que se repetem ao longo dos anos – desde meados do século XIX, exatamente, quando Francisco Adolfo de Varnhagen tornou-se o primeiro a escrever uma história nacional brasileira. Poderia até ter sido uma obra de valor, não fosse Varnhagen, além de militar e diplomata, “grande defensor da colonização …

Leia mais

Publicado na Edição 343 Agosto 2023

Construindo o ESG

Do inglês Environmental, Social and Corporate Governance, a sigla ESG tem se popularizado pelo mundo, incluso o Brasil. Práticas ambientais, sociais e de governança (também ASG) hoje em dia são mais que bem-vindas; são necessárias. Usar os recursos naturais com desprezo, como se não houvesse amanhã, não é civilizado. Ignorar as (altas) demandas sociais do país, além de insensível é de escassa inteligência. E o que dizer do guarda-chuva maior, a governança? Sem esta, a Ética torna-se uma vaga lembrança na organização, o Compliance inexiste e os …

Leia mais

Publicado na Edição 342 Julho 2023

Sinais

O que deveria ser apenas uma ação de solidariedade, de apoio ao contingente de pessoas vulneráveis que moram nas ruas de Santos, especialmente neste momento em que se está no Inverno, transformou-se em polêmica, protagonizada pela Prefeitura local, que, à pretexto de acolher este público, desenvolve campanha que orienta as pessoas a não darem esmolas e nem alimentos de forma isolada e ligarem para 153 – o telefone da Guarda Civil Municipal (GCM). Lamentável sob todos os aspectos, a campanha está sendo criticada por setores responsáveis da comunidade,

Leia mais

Publicado na Edição 341 Junho 2023

Mais que vontade

Luiz Carlos Ferraz

Há várias maneiras pelas quais a construção civil pode colaborar com a descarbonização do planeta, considerando que esta indústria é uma das que mais consome energia e recursos naturais, além de gerar uma grande quantidade de resíduos e emissões de gases de efeito estufa. É necessário que cada vez mais os novos empreendimentos contemplem, por exemplo, eficiência energética, com isolamento térmico, janelas de vidro duplo e sistemas de iluminação LED, energias renováveis, como painéis solares, materiais sustentáveis e recicláveis, além de estar integrado a um …

Leia mais

Publicado na Edição 340 Maio 2023

Duvidar, sempre

Luiz Carlos Ferraz

Se no universo jurídico o ideal é que prevaleça, sempre, o princípio da presunção da inocência – no qual se estabelece que todo cidadão é inocente até prova em contrário –, nos negócios do dia a dia a orientação cada vez mais repetida é duvidar, sempre duvidar. A preocupação cresce na medida em que os estelionatários aprimoram suas estratégias de ludibriar incautos e para as quais as medidas de controle em vigor e os sistemas de inteligência das autoridades não funcionam, numa combinação nefasta da …

Leia mais

Publicado na Edição 339 Abril 2023

Tolerâncias

Luiz Carlos Ferraz

Exercitar a tolerância, no ambiente beligerante da política, não é tarefa para fracos. Afinal, muito mais que conhecimento acadêmico e/ou experiência eleitoral, é necessário frieza para promover movimentos precisos e eficientes, combinados com uma capacidade indestrutível de se indignar. Esta, aliás (é necessário combinar!), há de ser condição sine qua non para acompanhar a evolução da administração pública – sim, pois, assim como em relação às drogas, também no âmbito dos vícios e virtudes a diferença entre o sucesso e o fracasso de uma ideia, …

Leia mais

Publicado na Edição 338 Março 2023

Urbanidade e respeito

Nelson Tucci

Se uma pessoa é xingada ou vítima de comportamentos, atos, gestos e escritos que promovam danos à sua personalidade, dignidade ou integridade física ou psíquica, temos um caso de assédio. De acordo com a lei, o que caracteriza o assédio é a ocorrência de um desses fatos, de forma repetida e por tempo prolongado. E embora a discussão pareça nova, não é. O assédio sexual, clássico, pode ser o mais conhecido da população, mas não é o único. Em maio completarão 22 anos que a Lei …

Leia mais

Publicado na Edição 337 Fevereiro 2023

Encharcados de sangue

“Dormia

A nossa pátria mãe tão distraída

Sem perceber que era subtraída

Em tenebrosas transações…

… E um dia, afinal

Tinham direito a uma alegria fugaz

Uma ofegante epidemia

Que se chamava carnaval

O carnaval, o carnaval”

Vai Passar…. Chico Buarque/Francis Hime

Nelson Tucci

Para se extrair o ouro é preciso rasgar o solo e perfurar suas veias. Para quem nunca ouviu falar do biólogo britânico James Lovelock, vale bem a pena pesquisar a “hipótese de Gaia”, ou Teoria de Gaia, definindo o planeta Terra como um ser …

Leia mais

Publicado na Edição 336 Janeiro 2023

Herói da Pátria!

Luiz Carlos Ferraz

É justo fazer coro às homenagens a Pelé – o Rei do Futebol, o Atleta do Século XX – que há de ser incluído no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria, ao lado, por exemplo, de Tiradentes e Zumbi dos Palmares. Quem viveu na época em que atuou, certamente é grato por ter sido inspirado por ele, ao vê-lo jogar nos estádios do mundo, especialmente no “alçapão” da Vila Belmiro, do Santos Futebol Clube, ou ouvir façanhas, como parar uma guerra na África. Após …

Leia mais

Publicado na Edição 335 Dezembro 2022

Fenomenal, 2023!

Luiz Carlos Ferraz

A perspectiva para o Brasil é alvissareira neste ano que se avizinha. Um ano que há de ficar marcado na história como o da virada, da volta por cima, quando os números mostram a tendência que a pandemia está sob controle no país e seus efeitos nocivos se desvanecem, ainda que lentamente, como fumaça – quiçá, a mesma sorte reservada às florestas nacionais, que queimaram criminosamente nos últimos anos. Aprender com tantas perdas e corrigir os erros do passado recente, aceitando as conquistas com respeito …

Leia mais

Publicado na Edição 334 Novembro 2022

União verde-amarela

Luiz Carlos Ferraz

Ao sugerir aos seus seguidores digitais que fosse considerado um lado bom da recente contenda eleitoral, qual seja, que agora só um pouquinho mais da metade do Brasil precisará trocar de roupa para vestir o manto verde-amarelo e torcer pela seleção canarinho na Copa do Mundo da FIFA…, muito além de fazer uma gracinha com o resultado do pleito presidencial, o internauta anônimo acabou indicando, isto sim, um caminho interessante para a pacificação nacional – pois, afinal, para isso bastará somente que esse pouquinho a …

Leia mais