Edição 353Junho 2024
Segunda, 24 De Junho De 2024
Editorias

Publicado na Edição 348 Janeiro 2024

Fotos Divulgação

Luxo em Inhotim

Projeto do bar, um dos restaurantes e piscina do hotel que é implantado no museu a céu aberto

Luxo em Inhotim

O sonho de se hospedar em um museu será realidade a partir de setembro, quando terão início as operações de um hotel de luxo, com 46 bangalôs, piscinas climatizadas e coberta, sauna, spa, dois restaurantes, em área dentro do Instituto Inhotim, o maior museu a céu aberto do mundo, localizado em Brumadinho, Minas Gerais.

A iniciativa é do Grupo Clara Resorts, que anuncia que a primeira etapa ficará pronta em setembro. “Depois serão construídas mais 60 acomodações, um spa cinematográfico no meio da floresta e a expansão do centro de eventos, até 2025. E para 2029 será inaugurado um resort completo com 150 acomodações em uma área a 700 metros do museu”, conta Taiza Krueder, CEO do Clara Resorts.

Para dar continuidade ao projeto original, feito pela arquiteta Freusa Zechmeister e parado desde 2014, o grupo contratou o escritório Hemisfério Arquitetura, cujas sócias Joana Magalhães e Sofia Lobato fizeram parte da equipe de Freusa à época. “O objetivo é preservar o que foi idealizado por Freusa, realizando apenas as modificações necessárias e ampliações na área molhada e na parte gastronômica. Queremos respeitar o seu legado, assim como o propósito do Instituto Inhotim. O hotel foi pensado para transmitir a essência do museu e proporcionar uma experiência única aos hóspedes”, afirma Taiza.

Cada bangalô foi projetado para refletir a essência artística e cultural do local. As duas suítes presidenciais contam com piscina e sauna. Todas as acomodações terão varanda com lareira, banheiras esculpidas em pedra-sabão, cama de casal, sofá e uma “copinha da mamãe”, equipada com máquinas Dolce Gusto, filtro de água, micro-ondas, frigobar e adega.

As áreas de lazer incluem uma piscina aquecida de 25 metros, uma piscina climatizada externa, sauna, sala de massagem, brinquedoteca e academia. “Levaremos toda a estrutura dos nossos resorts para dentro de Inhotim”, frisou a CEO: “Os hóspedes terão o privilégio de dormir e acordar dentro do museu, proporcionando uma imersão autêntica e profunda nesse ambiente singular, contando com todo o conforto e cuidado”.

Brinquedoteca do hotel que funcionará no Instituto Inhotim

Responder